Carnaval, sexo e a fome de um vampiro

Meu pai (humano) uma vez me falou sobre o carnaval. Uma festa antiga criada pelos gregos e trazida para o Brasil em meados dos anos de 1725, ou antes, e ocorria aos moldes europeus na forma de festas de máscaras. Naquela época já se ouvia falar em rei momo, columbinas e afins, algo que hoje é esquecido, pois se tornou apenas sexo e drogas sem rock ‘n roll…

É muito difícil esquecer-se dessa época, pois foi nela que deixei de ver o sol. Época que conheci o meu tio e uma época que me divirto e encho a pança… O carnaval é a verdadeira delícia para um vampiro muitas fantasias, muita gente bêbada e por conseqüência muitos pescoços esperando para serem mordidos.

Acabei de acordar o dia terminou meio nublado com chuva e aproveitei para tirar mais algumas fotos. Na verdade tirei algumas durante o carnaval e já as publiquei no meu Orkut. Espero que gostem…

Por falar em acabar de acordar novamente estou com esse gosto de guarda chuva, isso parece pior quando bebo sangue de algum pinguço. Vocês não imaginam como o hálito fica horrível quando se consome apenas sangue. Ui galego não precisavas ter dito isso… ahhh pessoal, isso é problema humano, claro que é enfatizado pelos meus hábitos alimentares, mas hoje os famosos anticépticos bucais resolvem o problema. Antigamente a coisa era difícil…

Essa é uma das coisas que sempre tento mostrar por aqui onde nem tudo são flores, nem tudo é resolvido com um rostinho bonito e nem tudo é feliz para sempre.

Mas voltando ao assunto do carnaval eu estive fazendo as contas e nessas 4 noites fiz 3 vitimas. Não gosto de usar essa palavra “vítima”, por que me trás um pouco de culpa, prefiro usar o termo “cortei o barato de uns vagabundos”… Não matei nenhum deles, me alimentei o máximo que pude e dei aquela clássica lambida para não deixar cicatrizes. Um possível estuprador, um trombadinha viciado em crack e um travesti ladrão, só coisinha boa…

E o seu carnaval como foi?

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. WALKYRIA disse:

    ooo me passa seu orkut???
    ou alguem q saiba???
    please???

  2. Amanda ...♥ disse:

    hauhsuaus foi mais ou menos….geralmente vou pra praia GUARATUBA OU OUTRAS ASSIM para pular trio elétrico …. é legal se fantasia mais as vezes tenque saber onde ir kkkkkk
    GALEGO TEM KUT?? affs ME PASSA ENTÃO!!!!