Coisas do dia a dia de um vampiro ou qualquer um

Hoje fui a um churrasco, sim aquele ato de por a carne em um espeto e esperar assar, ou queimar… Foi um convite do mecânico da minha moto. Gente simples, mas que possui um papo muito interessante. Por que diabos o Galego está falando sobre isso? Bom, é que na verdade é mais uma das coisas do dia a dia pelo qual um vampiro precisa passar.

Atualmente, ir a um churrasco para um homem é estabelecer o seu grau de amizade com seus conhecidos: “Opa o Galego veio, gente fina” Por mais que eu seja o cliente chato. Sim, as vezes minha moto possui arranhões, peças faltando e lá está o mecânico… Eu queria fazer uma propaganda dele mostrando seus serviços e nomes, mas é difícil… Imagine a filhinha dele, entrando na internet daqui uns tempos e encontrando o nome do pai ligado ao vampirismo??? Não, não isso não seria bom. De qualquer forma, deixo aqui o meu manifesto de que ainda existem mecânicos bons, principalmente os que trabalham em um certo bairro chamado Trindade…

Nada de carne, nada de chop, apenas sangue. Triste dieta, sempre o mesmo gosto…

Na verdade hoje só passei aqui para fazer certa demarcação de território, em breve trarei o fim da história da vingança, texto no qual trabalho neste momento e que muitos imploram o fim. (Ok pessoas eu sei que está demorando)

Kisses^^

Galego

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...