Confissões de uma noite de verão

Eu acordei no inicio de uma das noites desta semana e como faço rotineiramente tomei um belo banho para se sentir melhor. Depois olhei os comentários do blog, ví meus e-mails e as várias noticias do dia que havia passado. No entanto em meio a tanto lixo virtual, fui surpreendido de uma forma muito boa por uma sms vinda de Stephanie, a bela morena paulista que me encantou na noite da virada deste ano. Dizia ela “Estou novamente na tua ilha e te quero!”. Povo, se existe uma coisa que admiro nas mulheres é iniciativa e franqueza, além disso, como minha noite com ela havia sido ótima, então eu tinha muitos motivos para revê-la.

Combinei de ir pegá-la em um Hotel no centro da cidade, um desses executivos, pois sua estadia seria rápida e a trabalho. Liguei avisando que estava chegando e ao parar o carro na recepção do Hotel eu nem precisei sinalizar, pois ela já me aguardava ansiosa. Não sai do carro, apenas abri a porta por dentro mesmo e ao me ver ela imediatamente abriu um sorrisão. Confesso que estava feliz em revê-la e estava com a impressão que a noite seria boa.

Esta noite estava quente, o ar do carro estava quase no máximo para disfarçar minha temperatura corporal e logo depois de beijar minha boca foi inevitável seu comentário: “Humm que geladinho”. Apenas sorri e depois de soltar seu pescoço, que eu segurava com a mão esquerda, continuei olhando em seus belos olhos e disse: “Saudade da tua boca, sabias?”. O próximo beijo depois de minhas palavras foi interrompido pela buzina de um carro que pedia passagem e então tivemos de sair dali imediatamente.

Vampiros não comem então a questão jantar é sempre chata de lidar, na pior das hipóteses falo que não estou com fome, mas é tenso se a acompanhante estiver. Por isso eu quase sempre ofereço minhas habilidades culinárias e dou a desculpa de que quem cozinha fica sem fome. Nesta noite não foi diferente e novamente a levei para minha casa de praia. Passamos antes em um supermercado, onde comprei um bom vinho seco para acompanhar o filé mignon e o risoto de ervas finas que lhe preparei. Enquanto eu cozinhava no espaço gourmet que há próximo da piscina ela se rendeu a um banho e como não estava de biquíni, improvisou sem quaisquer roupas com a maior desinibição.

Próximo de terminar o preparo do desjejum noturno da bela morena, eu coloquei um pouco do vinho numa taça e lhe levei na piscina. “Quase pronto, bebe um pouco para abrir o paladar enquanto pego um roupão pra ti?”. Como resposta ela me puxou para pertinho da borda e me deu mais um beijo rápido antes de eu pegar o roupão que estava dentro da casa. Ao voltar ela já havia saído da piscina, estava encostada no balcão de costas para mim e ao me ver apenas virou o rosto, deixando intencionalmente aquele belo bumbum empinadinho completamente a mostra. Como a comida ainda estava no fogo eu apenas lhe cobri com o roupão e tratei de terminar a jantinha improvisada, antes de fazer qualquer outra coisa.

Prato servido, vinho bebido e eu enrolando com um copo de água até que ela entra no assunto da virada:

– Ainda não acredito no que me aconteceu naquela noite da virada, eu fiz alguns exames quando voltei pra sampa e meu médico não descobriu nada além de um pouco de anemia. Acredita?

– Olha minha querida, não sou médico, mas confesso que fiquei preocupado, quase chamei socorro e fiquei naquela situação, chamo ou não chamo, até que enfim acordasses. Talvez apenas tenhas ficado cansadinha? Bom o importante é que tais bem e pelo visto gostou de passar um tempo por aqui em casa?

Eu sorri depois do meu comentário repleto de lábia, mas ela estava tão entretida no vinho e na comida que acabamos mudando de assunto rapidamente. Felizmente ela não me ofereceu comida, então resolvi aproveitar os quase 30 graus que fazia aquela noite e também tomei um banho de piscina enquanto ela terminava de jantar. Não sei se ela estava com pouca fome ou se não havia gostado da comida, mas logo que me despi e entrei na piscina ela veio em seguida, deixando metade do jantar no prato.

Ficamos por muito tempo na piscina entre caricias e longos beijos, até que percebi ela ficar com os dedos murchinhos e lhe propus subirmos para o meu quarto. Obviamente ela não se opôs e já na cama ficamos por lá em meio a muitas safadezas durante muito tempo. Em certo momento ela estava deitada ao meu lado e encostada em meu peito quando me lembrei de perguntar se ela precisava trabalhar pela manhã. Como ela disse que sim, eu tive de começar aquele processo de despedida.

– Bom, então vou te levar para o hotel, acordar cedo por lá é melhor não.

– Mas queria muito passar a noite aqui contigo.

Nesse momento o problema não foi ela dizer que queria ficar a noite inteira comigo, mas sim o fato de que eu não poderia leva-la embora de dia e de que ela começou a fazer chantagem. Lembro até agora daquela boquinha bem desenhada, fazendo biquinho, de todo o seu corpo quente sobre o meu e da forma como ela ficou enroscada em minhas pernas. Naquele momento ela me transmitiu muita carência, o que certamente convenceu subitamente meu lado humano e homem. Porém eu precisava resolver a questão ir embora de dia de uma forma sutil, foi quando me lembrei dos taxis e mais uma vez usei minha lábia.

– Humm que manhosinha que tu és. Adorei! Bom, fazemos assim então, tu ficas aqui comigo, mas amanhã de manhã eu te chamo um taxi, pode ser? Eu tenho uma reunião importante logo cedo via internet…

Perceberam a forma como eu lhe disse? Primeiro a agradei, depois disse o problema e não deixei espaço para que ela argumentasse muito. Pode até ser que eu não seja um mestre da lábia, mas isso foi o suficiente para convencê-la. Quanto ao resto da noite vocês conseguem imaginar como foi, não é mesmo?

Durante a madrugada ela adormeceu e aproveite para fechar a casa e recolher as roupas dela que haviam ficado na piscina. Depois liguei para a central de taxi, agendei um para às 8 da manhã e voltei para a cama. Fiquei por la ao lado de Stephanie lendo um livro e próximo das 7:00 eu já estava ficando com sono quando o despertador do celular dela tocou. Ela acordou, se espreguiçou muito e em seguida me deu um beijo de bom dia. Era nítida a felicidade dela ao me ver e trocamos algumas caricias, até que ela já estava suficientemente acordada para se arrumar. Fiquei surpreso com a rapidez dela ao se arrumar em impressionantes 15 min. Isso era muito mais rápido que a uma hora ou mais que Beth levava para se arrumar e fui obrigado a fazer uma piadinha:

– Nossa nada como ser linda, tu nem precisas te arrumar muito para sair.

Ela sorriu e me respondeu:

– Imagina, é que gosto de praticidade…

O Taxi não tardou a aparecer e pouco antes das 8 estava buzinando próximo ao portão da minha casa. Nesse momento ela certamente imaginou que eu a levaria até o portão e novamente tive de improvisar, levando-a somente até a porta e com muito receio fiquei atrás dela para tentar se esconder dos raios de sol que pudessem tocar minha pele. Com um pouco de dor nos olhos beijei-a, agradeci pela noite e combinamos de nos falar em breve. Como sempre ela também foi muito educadinha e me agradeceu por tudo, dando um longo beijo acompanhado de um inesperado apertão em meu “bumbum”.

Ela tentou me puxar para fora da porta e como nesse momento despedida eu fiquei um pouco desatento eu acabei escorreguei sem querer a mão para perto de uma parte onde o sol estava pegando. Foi horrível sentir novamente aquele maldito calor que queimou parte de meus dedos da mão esquerda. Contive-me muito e achei que havia conseguido disfarçar levando a mão rapidamente para as minhas costas, quando percebi que ela havia visto algo e improvisei:

– Arghh peguei o dedo numa farpa da porta…

Em função disso ela ate tentou me pedir para ver, querendo dar o famoso beijinho para sarar, mas relutei e disse que ia rapidinho para o banheiro colocar um esparadrapo. Dei-lhe mais um longo beijo e para fortalecer a mudança de assunto fui logo lhe desejando um ótimo dia de trabalho, além do fato de que ia passar o meu dia inteiro pensando nela.

Apesar do machucado nos dedos, que cicatrizou complementa já no mesmo dia, a noite havia sido muito boa e passei o dia inteiro tentando dormir em meio aos muitos pensamentos que vinham a minha cabeça. Mais uma vez a lábia foi a melhor arma que possuo, porém minha cabeça me sacaneou trazendo o assunto “Beth” novamente à tona.  Fiquei naquela de se fazer várias perguntas: será que eu deveria continuar pensando em Beth? Onde será que a bruxinha estaria ou o que poderia estar fazendo e principalmente: será que ainda pensava em mim?

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

87 Resultados

  1. Baronesa disse:

    Pois é Galego, a ausência faz qualquer coração “se dar” ao minimo carinho….mas ao que me parece essa moça está te fazendo bem não? acho que você deve repensar sua não-vida, afinal de contas ao que tudo indica a Beth está desenvolvendo sua habilidades e isso parece ser muito importante para ela…até mais que você….

  2. Baronesa disse:

    ah! desculpe. TO DE VOLTA GALERAAAAAAA!!!!! depois de desentoxicar de internet aqui estou novamente me embriagando …rsrsrs

  3. Janielly Rodrigues disse:

    Bom dia a todos!

    Que bela noite Galego..

    Ahh Galego sei o quanto é dificil tentar não pensar na Beth,
    em meio a todas essa perguntas suas na cabeça..mas tudo com o tempo se resolve..

    Baroneesaa que bom que voltou…
    mulheer tu faz faltaa!
    Seja bem vinda novamente!

    Bjs

  4. Lin-Kun Cadu disse:

    GRAÇAS A DEUS, BARONESA VOLTOU!!

    Enfim, se você gosta dela vá atrás.

  5. Galego disse:

    Sim foi uma otima noite e sim já fui atrás dela Cadu… Sou um Wampir, não uma maquina sem sentimentos. Infelizmente é sempre o maldito tempo e a espera de que a alma dela se reencontre com a minha 😉

  6. Baronesa disse:

    A solidão nos deixa receptiveis a qualquer demonstração de carinho… acho que essa moça vai nos proporcionar grandes histórias junto com o Galego. e também torço para que traga um pouco mais de alegria ao nosso vampiro preferido!! 😉

  7. Galego disse:

    Pelo visto subestimei os humanos mais uma vez?

  8. Baronesa disse:

    LOL!!!

  9. Baronesa disse:

    Confesse que é estranhamente agradável ser surpreedido dessa forma Galego?

    • Galego disse:

      É ótimo minha querida… Mas preciso resolver isso o quanto antes. Apesar de ser um anarquista, ainda tenho de seguir muitas regras, para evitar o pior aos meus próximos :/

  10. Baronesa disse:

    Acho que tomará um sermão de seu mestre não é?

    • Galego disse:

      Georg é certamente meu maior influenciador Baro… O problema realmente é um humano, “solto” por ai sabendo dos detalhes detalhes de nossa não vida. Já liguei para ela, estou resolvendo isso e a noite a verei 😉

  11. Baronesa disse:

    Tomara que resolvam da melhor forma possivel Galego. 😉

  12. Janielly Rodrigues disse:

    é Galego não subestime nós mulheres..
    #Observadoras(ýn

    Seja Bem Vinda Stephanie Montebello!

    Bjs.

  13. Baronesa disse:

    Mulheres de sexto sentido…aí sim!!!

  14. Baronesa disse:

    saberemos em breve o que o Galego fará a respeito disso…TENSO

  15. como a Baronesa disse resolvam da melhor forma possivel Galego essa coisa me parece tenso….
    Janielly verdade nunca mais quero subestima vocês mulheres,mais quem saber hehehehehehehehehe ^^

  16. Janielly Rodrigues disse:

    Jeff Hayashi Andreoli
    #Não vivemos sem vocês e nem vocês sem nós!

    Bjs

  17. Baronesa disse:

    é uma necessidade mútua!! ♥

  18. Baronesa disse:

    ai amiga Stephanie, as vezes a ignorância é uma benção (e se fazer de ignorante também…..) tomara que de tudo certo para vocês….

  19. tem que ficar mais atento Galego, uma hora destas tu pode se dar mal, cara ja imaginou se alguém obrigue a linda morena a falar, ai pode dar merda.

  20. Baronesa disse:

    concordo.

  21. seja bem vinda Sthefani.

  22. Baronesa disse:

    Bem vinda Stephanie, (desculpe é que empolguei) rsrs

  23. Galego disse:

    Logo nos veremos my dear… Sei que estais na internet móvel, mas por favor guarde teus comentários até nosso encontro. É pela tua segurança, tu sabes 😉

  24. Baronesa disse:

    ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh que lindo ♥♥♥♥♥

  25. Janielly Rodrigues disse:

    #é lindo demais Baronesa 🙂

  26. Janielly Rodrigues disse:

    I could offer you a warm embrace, to make you feel my love (8)
    Adele.
    #Música que combina com vocês!

  27. Eu não tenho esse melô de vocês, sério.

  28. Janielly Rodrigues disse:

    Aaaaaaah Cadu é tão bom ser melô!
    rsrs
    #AdorooO

  29. Não sei, acho que é porque as pessoas emotivas são as que mais se fodem.

  30. Gabriel disse:

    Eu não to entendendo nada, Stephanie é mina da história ? ou apenas mais uma no site ? Baronesa voltou..quem diria

  31. Idem Gabriel ‘_’

  32. Baronesa disse:

    to de volta Gabriel. descansei bastante.

  33. Baronesa disse:

    é a própria, peguei o papo dela e do Galego pela manhã.

  34. Baronesa disse:

    Ansiosa pelo desfecho dessa situação, ta melhor que quando tava todo mundo esperando para ver quem matou Odete Roitmam!!! xP

  35. Janielly Rodrigues disse:

    Bom dia à todos!
    Galego
    #ansiosa!
    Ah e obrigada por responder meu e-mail!
    bjs

  36. Baronesa disse:

    Aí sim…esperaremos Galego. enquanto isso curta o dia!! 😉

    • Galego disse:

      Curtir o dia? Piada ne kkkk
      Estou aqui dentro de um apartamento fechado, louco para saber o que está acontecendo ao meu redor…

  37. Janielly Rodrigues disse:

    #TENSO 🙁

  38. Baronesa disse:

    Ah Galego, você tem nas mãos a REDE MUNDIAL(vulgo internet) como não sabe o que acontece a o seu redor? aliás está acompanhado, o que é melhor ainda… tem informação e lazer junto!!(estou me referindo a internet viu seus maldosos) háhá

  39. Janielly Rodrigues disse:

    Concordo com você Baronesa..
    Quem pensou em maldade?
    kkk

  40. Baronesa disse:

    LOL …nem quis que pensassem Jani… hehe

  41. ehauehauehae Se fosse homem até teria razão pra pensar maldade xD

  42. Baronesa disse:

    Como assim “Se fosse homem até teria razão pra pensar maldade”?? quer dizer que mulher também não pensa maldade….não acredito que li isso vindo de você Cadu ainda mais de voce que é umk poço de maldades menina!! háhá

  43. Doombringer disse:

    Por que “maldade”? Não vejo maldade nessas coisas, a não ser que seja BDSM ou coisa assim. ‘-‘

  44. Baronesa disse:

    lá vem o papo BDSM denovo….lol

  45. Não é isso Baronesa, digo, se fosse um homem dizendo o que você disse dava pra pensar maldade. Eu sei que mulher pensa maldade, sou uma prova disso xD

  46. Baronesa disse:

    há há ainda bem que admite dona Cadu!

  47. Gabriel disse:

    sério mesmo isso ou é tiração ?

  48. fabiana lee disse:

    E nao ha nada melhor do que aliviar as saudades com uma compania agradavel isso revigora qualquer um . Ultimamente eu estou assim solitaria e louca querendo alguem assim atencioso e gentil como voce sr galego e ultimamente esta dificil encontrar pessoas assim

  49. Doombringer disse:

    Naturalmente.
    Não tem coisa mais angustiante do que se sentir preso à alguém. u_u

  50. TheLordDarkneSs disse:

    TesnO

  51. TheLordDarkneSs disse:

    malz troquei as letras TensO”

  52. Baronesa disse:

    Voce estar “laçada” a alma de alguém não quer dizer que você esteja fisicamente com ela, as vezes temos laços que não estão presentes, mas não deixam de ser um vinculo…estão simplesmente em nossos corações.

  53. Baronesa disse:

    e o fato da pessoa ter o desejo de ser livre, nao quer dizer que não tem um vinculo com você. eu adoro ser livre mas isso não diminue o sentimento que tenho pela pessoas…

  54. Doombringer disse:

    Eu… não entendo bem.
    Pra mim esses laços com as pessoas são como ferramentas delicadas, tem que manusear com cuidado ou se quebram. Você precisa delas, mas não necessariamente elas precisam de você, então tem que fazer parecer que sim. No momento em que se consegue isso, tem que ter cuidado – pois uma ferramenta em desuso também se desgasta – usá-la e saber o momento de descartar.
    Mas vou pensar nesse seu ponto de vista, Baronesa.

  55. Isso seria um comentário racional ou emotivo?

  56. Baronesa disse:

    amor não tem nada a ver com presença e sim com sentimento, por isso ainda sentimos amor por pessoas que já morreram, porque não é a presença e sim o que a pessoa representou para nós

  57. Ui, filosofia da Baronesa.

    xD

  58. Baronesa disse:

    xD, é mais um de meus desvios de humor…por favor não reparem….

  59. Gabriel disse:

    Baronesa toda toda

  60. Baronesa disse:

    Saudades de você também Gabriel.

  61. Gabriel disse:

    hahahahaa

  62. fabiana lee disse:

    que fofo eu tambem sou muito emotiva gosto de um menino da minha sala ele fica me dando umas olhadas mais e nada e acho que nao porque se fosse ele chegaria em mim , bom baro esses laços que vc falou e a mais pura verdade agente nao sente amor somente pr quem esta conosco mais por pessoas que tambem estao longe de nos porque amor nao se ve se sente e e o sentimento mais bonito que um ser humano pode se ter um pelo outro acho que os vampiros tambem sentem isso se a ligaçao entre ele e a pessoa for forte o bastante essa e minha apiniao #momentolovehurts

  63. vitor perin disse:

    estou de volta depois de um breve período fora! 😛

  64. Baronesa disse:

    é o que eu penso Fabi, embora quando escrevi esse comment tinha tomado umas duas taças de vinho..hehe

  65. fabiana lee disse:

    kkkkk seu senso de humor e insuperavel minha cara

  66. fabiana lee disse:

    seja bem vindo de volta vitor meu caro

  67. Baronesa disse:

    obrigada querida Fabi, minha vida se baseia em viver intensamente e rir muito, embora tem dias que infelizmente isso não é possivel.

  68. fabiana lee disse:

    e as vezes acho que ninguem liga para mim #momentohurt ,
    bom mais tem dias que eu me sinto mais feliz como agora que eu estou aqui com voces …

  69. Baronesa disse:

    legal isso Fabi, mas não deixe de viver sua vida…

  70. fabiana lee disse:

    e isso ai baro eu nao ligo mais pra isso de as pessoas nao gostam de mim nao gostam de minha compania e tal quer saber chutei o balde !!!kkk

  71. Baronesa disse:

    isso mesmo. não quero nem saber, vivo intensamente!! rsrsr

  72. fabiana lee disse:

    e vero minha carissima

  73. vicktrine disse:

    nossa que historia romantica galego adorei

  74. ÁQUILA GOMES disse:

    É muito romantismo nessa historia com a sua querida amada Stephanie,sortuda ela não? Espero que dê tudo certo com ambos,mais se eu fosse ela(coisa que eu não sou)queria saber a verdade sobre vc.

  75. fabiana lee disse:

    bom e verdade sobre ele ela ja sabe nao toda ela mais o fato dela daber que ele e vampiro ja e meio caminha andado nao e mesmo ? kk

  76. ÁQUILA GOMES disse:

    Isso Fabiana a parte em que ela sabe que ele é vampiro já é meio caminho andado mais será que ela será como ele”vampira”?kkk
    Queria saber isso dela,será que ela vai ser ou não uma vampira, se o ama ela será…

  77. ÁQUILA GOMES disse:

    Isso Fabiana a parte em que ela sabe que ele é vampiro já é meio caminho andado mais será que ela será como ele”vampira”?kkk
    Queria saber isso dela,será que ela vai ser ou não uma vampira, se o ama ela será…minha opinião…

  78. ÁQUILA GOMES disse:

    Ah Fabiana não quero lhe ofender viu,não penses isso de mim,pois gosto muito de seus comentário que faz no blog.É que gosto de me expressar meio que fazendo confusão é dificil de mim entender.Se não ficar com raiva queria ter vc como amigo em meu email.

  79. fabiana lee disse:

    logico minha cara sera um prazer o meu email e esse biaangel192@hotmail.com

  80. Heloah Marie Chevallier Buddlaire disse:

    Hum… Sempre é bom ter alguém pra se divertir.
    Só não gostei da parte de ter chamado o calor solar de maldito, mas tudo bem.

  81. SthefannyDiniz disse:

    É bom saber que vc também sofre com os conflitos humanos!Dúvidas,insegurança,incertezas…E nada como um novo amor para esquecer um antigo!É sempre bom esses conflitos para nos lembrar como sertos sentimentos nos faz se sentir vivos…

  82. fabiana lee disse:

    sinto isso também minha cara mas, esse sentimento é meio confuso de se entender. mas para tudo dá-se um jeito não é mesmo?, e ao invés desse sentimento me fazer sentir viva está me matando a cada dia que se passa pois é muito difícil gostares de alguém, esse alguém não corresponder a esse sentimento é algo realmente angustiante, dá vontade de pegar uma faca e arrancar esse sentimento de dentro do peito de uma só vez para que o mesmo nunca mais volte á tona …

  83. fabiana lee disse:

    espero que este sentimento desapareça de uma vez