Crítica: livro Névoa do Tempo

Sabe o que mais me irrita nesse vários livros sobre vampiros que estão sendo lançados ultimamente? Eles estão transformando os sanguessugas em humanos!

Tendo filhos, trabalhando com profissões do dia a dia e até mesmo indo pra aula? Qual é gente, tudo tem limite…

Faço essa reflexão por causa de um lançamento que ví agorinha na internet. De mais um desses livros que deturpam a imagem dos vampiros, chamado Névoa do tempo.
De acordo com a Folha de São Paulo:

“Na trama, a escola Noite Eterna guardava um segredo de seus alunos novos. Não era um internato tradicional, mas um lugar para vampiros atualizarem-se e sobreviverem aos novos séculos. Bianca é a única que não se encaixa em nenhum perfil. Filha de vampiros, ela é humana até que mate alguém sugando-lhe o sangue.
Esse era o caminho que esperava seguir até se apaixonar por Lucas, um aprendiz de caçador de vampiro infiltrado na academia. O amor é recíproco, e os dois fogem após a escola ser atacada e incendiada.”

A trama é o terceiro livro da saga e para mim é mais lixo melodramático em meio a tantos outros que estão por ai.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

13 Resultados

  1. HeLToN disse:

    Cara nem me fale… esses dias eu estava comentando com um amigo, como que em poco tempo conseguiram fazer isso com uma história que tem mais de 4 mil anos… esses dias eu vi em um episódio do supernatural 6T 5º episódio “You Can’t Handle the Truth” nele mostra uns vampiros se aproveitando dos dias atuais, como hoje em dia os filmes e livros passam uma versão diferente de um ” vampiro ” eles aproveitam bastante… quem assistir vai entender o que eu e o galego realmente quer dizer… abs Galego

  2. Galego disse:

    Pois é Helton o que mais me indignada de verdade é a falta de originalidade ou de nexo mesmo. É como criar histórias de dragões que não cospem fogo sabe. Modificar alguns aspectos até que é possível e bem vindo como em qualquer romance, agora transformar vampiros em adolescentes mimados e que vão a escola é demais ¬¬

    • HeLToN disse:

      Então Galego, hoje em dia vampiro é bonzim vai a escola é ” vegetariano ” como voçê mesmo disse é mimado, pelo a mor de Deus… Pra tudo tem um limite né…

  3. Vi esse livro aí, Névoa do Tempo e achei uma boa merda, me desculpem o termo. Mas acho que a “saga” Crepúsculo AINDA consegue ser pior. Teletubbies são mais vampiros que os Cullen.

  4. leonardo disse:

    essa foi terrível primeiro caçador + vampiro= M
    filha de vampiro humana que vai virar vampira se matar alguem foi a coisa mais ridícula.
    escola pra vampiro….isso deveria ser uma comédia certo cara vampiro é um ser que tem traço humano beleza mais o instinto e uma coisa completamente diferente quero ve colocaram um vampiro em frenezi um brujah ou um gangrel (sem ofensas galego:p)na frente dessa autora vai vira jantar rapidinho

  5. Ms.Rochester disse:

    Os livros de hoje em dia são estranhos mesmo…Mas o que voce acha que ia acontecer,galego?Livros sobre vampiros escritos por humanos só podem ter algum pedaço humano em cada uma de suas obras! Se fosse um vampiro escrevendo o livro,com certeza nao teria tanta babaquice emocional,nao acha?KKKK a ideia de vampiros voltarem a estudar é meio retardada,se nem os humanos querem voltar a estudar,imagine os vampiros,que vivem mais tempo…
    Bem,esse livro só é um pedaço do melodrama,voce devia era ver o livro da P.C cast,House of the Night….Eu gostava até perceber a trama dramática dos livros…
    Acho que,numa boa,se voce quer ler sobre drama,vai pegar algum livro como o Sara,ou Emilia,que vendem em bancas de sebo…(livros romanticos,cheios de açucar),agora,estragar uma história de terror,que é o que deve ser feito quando o assunto é vampiro…
    Ai nao dá.Ninguem aguenta.

    • Galego disse:

      Nossa nem me fale eu fico horrizado a cada vez que vou a uma livraria. Só vejo melodramas e auto-ajuda, essa sociedade de hoje está meio perdida não achas?

      • Giulia disse:

        MEIO? Eu diria COMPLETAMENTE. Já não se fazem mais vampiros como antigamente. É triste. Ainda consegui gostar do Lestat de Lioncourt, que fez parte da minha infância, mas esses carinhas atuais… Ainda prefiro o Damon Salvatore. 🙂

  6. Thasy disse:

    Olá habitantes da noite, eu sou nova aqui, eu li seus comentários e tenho que discordar de vocês, eu não sou fã de Crepusculo, nem Noite Eterna, mas não acho que o fato de humanizarem os vampiros seja uma coisa ruim, é uma ficção, os autores tem liberdade para criar uma história que se passa em uma realidade alternativa, não acho que isso incomode os vampiros, a não ser que eles sejam o tipo se pessoas que passam o tempo pensando no que é dito a respeito deles, principalmente quando se trata de uma história ficcional, todos sabem a verdade, não é Meyer colocar em seu livro que eles brilham que vai fazer as pessoas acharem isso, acho que é pra quem gosta, eu acho legal de certa forma. Quem não curte não precisa ler, leia os que mantem os vampiros em sua essencia, se é que exite livro assim, só um livro escrito por um vampiro real poderia ser, mas parece que não temos escritores vampiros, pelo menos não conhecidos. Bem é isso, eu achei o site, estou perseguindo, mordidas.

  7. Thasy disse:

    *achei o site otimo!!

  8. Áquila G disse:

    Os livros e filmes tiram mio que a ralidade de como é um vampiro.Bonzinho,vegetariano,apaixonados…será que existe?