Dia após dia de um vampiro

A maioria das pessoas que têm curiosidades sobre vampiros devem se perguntar o que nós fazemos quando não estamos “chupando sangue” ou lutando contra feras místicas e sei la batendo nos mocinhos, que querem salvar suas donzelas desamparadas.

Cara é muito simples nós temos uma vida normal, cada um a sua maneira. Eu vou falar de mim por que é mais fácil, mas eu já vi vampiros dentistas, donos de empresas, garçons, políticos, vagabundo, bandidos, tem de tudo. Na verdade tirando o fato que não comemos comida nem tomamos sol somos iguais aos humanos.

Eu sou fotógrafo, ganho o suficiente para pagar minhas contas, as vezes da pra tirar um troco a mais pois meu estilo de fotografia é  diferente. Eu faço produções que remetem a um estilo gótico, coisa que você encontra aos monte pelo google. Coisa que tu olha e pergunta quem foi o insano que criou isso. Prazer, muitos deles fui eu que produzi…

Mas enfim com a grana eu pago a gasolina, comida para o meu cachorro e mais algumas besteiras.

Além de bater fotos eu namoro uma “mulher”, ela sabe que sou um vampiro, no começo me chamou de louco mas depois eu fiz ela se acostumar. Um dia eu transformo ela num de nós, mas primeiro ela precisa se mostrar digna do dom.

Humanos, podem ser chamados de mortais, rebanho, gado… Eu particularmente os chamo de humanos, não rebaixa tanto e sei la mostra que tenho respeito. Afinal ninguém sabe o dia de amanhã… ( Alguns sabem )

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. WALKYRIA disse:

    oq uma pessoa tem q ter p ser digna do ‘DOM’?

  2. De fato “alguns” “sabem” o dia de amanhã…principalmente se tiverem um dom, mesmo que indesejado…:/…
    …Ahh…vc tem um cachorro?…aproveito para fazer uma perguntinha (lógico que vc só responde se quiser): Os animais podem ser influenciados por vc(s)?

  3. Allice disse:

    Q da hr!!!
    Então o Galego n é livre?!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Tem Uma Mulher!!!