Livro: Ilha da magia – Amor vampiro 2 de 4

Lovely shadows

Vampiros são humanos que foram transformados, uma mudança de comportamento que vai além da realidade cotidiana humana. São diversas mudanças biológicas e sobrenaturais, que transformam o seu ser em termos de aparência e principalmente sentimental.

Claro, que praticamente todos, incluindo eu, tem suas rotinas reviradas do avesso, mas isso não é motivo para que a índole seja transformada. Então se o caram tem tenÊncia a ser violento, ele será ainda mais. Situação similar no sentido do amor. Tal sentimento tão avassalador não será banido da vida do vampiro, somente se ele o quiser.

A Suellen, trouxe estes e vários outros sentimentos a minha realidade. A vontade de estar junto, de conhecer mais, de dividir cada pedaço da vida junto de alguém!

Leia o capítulo Amor vampiro – 2 de 4 diretamente no Wattpad e de graça!

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. scarletseeker disse:

    a essência de um ser não muda nos planos inferiores independente dos fatores que lhe acompanham nos planos inferiores. no final tudo que importa, é fazer oque você como um ser individual acredita ser o correto

    • scarletseeker disse:

      sem se importar com os conceitos de bom ou ruim obviamente, pois estão apto a mudança, são conceitos abstratos que não se sabe no que cada um realmente implica na infinitude do universo.

    • Ferdinand W. di Vittore disse:

      Acredito que eventualmente o fator bem vs mal deve ser conflitado com o amago do consciente. Somente e assim para estimularmos o inconsciente a agir por conta própria. Isso obviamente é um conceito empírico e difere de quaisquer elementos históricos ou regionais. Ademais tudo são experiencies inerentes das traquinagens dos passos corriqueiros 😉

      • scarletseeker disse:

        interessante posicionamento, quando paro pra pensar nas questões do famoso, bem vs mal me pergunto em que realmente se enquadra esses conceitos. é aparente de que tais conceitos possuem N significados que são desconhecidos para a maioria dos seres, talvez estes sejam simplificados para o entendimento do consciente ainda que o inconsciente seja capaz de discernir em sua amplitude o que o abstrato representa, mais se nos focarmos apenas no abstrato ignoramos a chance de aprender com o concreto

        lhe enviei uma mensagem no blog em relação a seu texto “qual o peso da sua mochila” que realmente demostra sua sabedoria e a compreensão que só esta presente naqueles com experiencia

        • Ferdinand W. di Vittore disse:

          Irregeneravelmente, há conceitos que simplificam demais ideais ou experiências. Todavia, há nisso uma lógica que vai além das mentes menos favorecidas e obviamente há estímulos de diversas partes, que objectivam a ignorância das massas. Não obstante, atualmente há a internet e que poder foi dado as massas…

          • scarletseeker disse:

            é uma ideia um tanto perversa mas, o mesmo pode ser dito da atual expressão que acompanha este “poder” em realidade a ignorância pode ser vista como um mecanismo de proteção a uma mente pouco estimulada, que por sua vez, entra em conflito com a aquisição de “direitos” que muitos possuem, graças a internet…

          • scarletseeker disse:

            infelizmente, como disse este é um pensamento que é mal visto, por buscar viver por suas verdades pode ser atingido por energias negativas provenientes dos que não possuem seu objetivo claro…

  2. Lella Moraiss disse:

    Como sempre me deixando de boca aberta com essas histórias.. “Quem é vivo sempre reaparece?” Hahaha ;*

  3. Artur Laizo disse:

    Muito bom.