O Manipulador: a história de Rebecca – Parte I

A Rebecca W. Erner me procurou há um tempo atrás e gostei do que ouvi dela. Portanto, nada mais justo do que liberar um espacinho para ela falar por aqui também. Espero que gostem de suas histórias!

O Manipulador, A História de Rebecca – Parte I

Abri os olhos. Olhei para um céu pálido e triste. Dores. Fechei os olhos. Abri os olhos novamente, e percebi árvores que cresciam sem fim e que pareciam debruçarem-se sobre mim. Tentei levantar, mas meu corpo parecia morto. Aos poucos, fui podendo fazer alguns movimentos até conseguir me recostar em um daqueles enormes troncos. Respirei fundo. Não conseguia me lembrar o que havia acontecido, e nem onde estava, percebia apenas que não era minha cama quente e macia.

Tentei manter a calma e identificar o que havia acontecido comigo, pernas raladas e com cortes profundos que ardiam de maneira insistente. Um dos meus braços parecia estar quebrado e eu não podia nem pensar em movê-lo, e percebi que também havia cortado a cabeça, mas aparentemente, não parecia ser algo pior do que em todo o resto do meu corpo. O que havia acontecido comigo? Eu realmente preferia não lembrar ao pensar nas possibilidades. Tentei levantar, e quando finamente consegui, andei alguns metros e caí outra vez. Tive que começar esse processo de tentar sair daquele lugar várias vezes, até conseguir identificar uma luz à frente. Caminhei vagarosamente em direção a luz que parecia nunca se aproximar, até identificar que… Aquele era o meu automóvel!

Então, eu lembrava. Lembrava de tudo. Ou quase tudo. Estava confusa. Lembrei de Alice que voltava da festa comigo. Eu não havia bebido, e voltávamos tranquilamente. Teríamos sofrido um acidente? Mas como eu havia parado em um lugar tão distante do automóvel? Alice ainda estaria lá? E então, quando me aproximei melhor, pude vê-la. Sentada no banco do carona, também tão machucada quanto eu, em seu corpo sem vida parecia dormir, até que… Seus olhos se abrem esbugalhados e, ouço uma voz aterrorizante que diz:

– É hora de acordar minha pequena!

Então caí novamente.

 

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Ana Julia Petrova disse:

    Não entendi muito bem Ferdinand, esta Alice, virou vampira? Pois estas dizendo que os seus olhos abriram-se! Interessante, já estou curiosa para a próxima parte!!

  2. Aeron disse:

    Gee, que excitante! 🙂
    Estou curiosa. Será que esta moça, Rebecca, vai contar uma história sobre um Mesmer? O nome é bem sugestivo.

    Hey Fe, há quanto tempo.
    Como andas?

  3. Sellene Bernard disse:

    Que interessante. Ansiosa para saber mais dessa história…