O número

Mesmo muito decepcionado com a visita ao bairro proibido, Juan insistiu em verificar também o endereço que correspondia ao núnero de telefone que Evelyn fornecera no check in do hotel.

Agora dando ouvidos aos avisos de Miguel, Juan confirmou com o serviço de auxilio a lista de Paris o endereço correspondente ao número de telefone, 01 56 20 25 70, que ela registrou e o endereço que correspondia ao nome completo dela, Evelyn Dobois. Os dois indicavam o mesmo lugar, Avenue Verdun número 44.
Durante uma conversa com Miguel, o mexicano exalava esperança. Contente com a correspondência dos endereços, Juan insistia que o outro endereço deveria ter sido um engano ou uma pegadinha de Evelyn.
“Era só uma brincadeira dela” dizia Juan, “Ela só está me testando, quer saber o quanto a quero.”
Miguel continuava desconfiando e tentou fazer o companheiro entender isso.
“Talvez não seja isso, ela pode não querer ser encontrada.”
“Não! Tenho certeza que ela quer me ver. Por que então deixaria o nome e o telefone corretos?”
Juan estava cego. Não conseguia se perdoar por ter demorado a aparecer em Cancún e acreditava que a mulher havia se enfurecido com sua “estratégia de conquista”.
Muitas vezes enquanto rolava na cama do hotel em Paris tendanto dormir, se perdia em pensamentos que diziam a ele que ela não era uma mulher como as outras, que jamais ele deveria ter sido tão imprudente e utilizado a mesma “tática” que fez tantas outras cederem aos seus encantos antes. Mas Juan ainda era um garotão, jovem, sedutor e desacostumado a ser rejeitado, nunca escaparia da sedução de uma mulher madura e bem resolvida feito Evelyn.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

45 Resultados

  1. Galego disse:

    É impressão minha ou vocês também acham que a Evelyn está sendo muito sacana com esse tal Juan? Evelyn querida, não nos deixe com água na boca, conte logo o que Aconteceu com esse tal Juan… rsss

  2. fabiana lee disse:

    bom eu nao sei bem te dizer galego mais depois do que ele fez com ela ele bem que mereceu tudo isso eu nao to errada?

  3. Rais disse:

    é verdade

  4. Janielly Rodrigues disse:

    Galego a Evelyn táh certa..
    Uhuuu mostrou pra esse Don Juan de quinta que nem todas as mulheres são iguais!
    AdorooO ô coisa bouua!

    Afinal, faz tempo que não entro no site.. e ai povo como vcs estão?

    Bjs

  5. fabiana lee disse:

    e o povo ta indo bem

  6. Sabrina disse:

    oi pessoal
    ( sem assunto)

  7. Lin-Kun Cadu disse:

    Cai fora vocês aí u.u Eu que dei o apelido de ”Don Juan”, créditos são meus u.u

  8. pra mim, a Evelin ta só de sacanagem, ela quer uma vingançazinha, coisa de mulher que não sabe perder, mas foi pro cara aprender.

  9. Lin-Kun Cadu disse:

    Gladiador, mulheres são seres estranhos, ciumentos, possessivos e extremamente vingativos. E depois vem reclamar que eu sou machista ¬¬

  10. Janielly Rodrigues disse:

    Cadu, calma nós tmb não somos tão ruins :$
    kkkk
    Gladiador, acretide é so o começo.. sou mulher.. já fiz isso.. kkkk
    Bjs

  11. Lin-Kun Cadu disse:

    A maioria que eu conheço é fútil ‘_’

  12. Janielly Rodrigues disse:

    Vixeee tá ruim.. kkkkkkkkkkk

  13. Rais disse:

    kkkk

  14. Rais disse:

    Olha, a gente só é incompreendida

  15. Lin-Kun Cadu disse:

    Não é incompreendidas e sim fúteis. Não todas é claro.

  16. fabiana lee disse:

    as vezes sou quando quero ou, nao …

  17. fabiana lee disse:

    Eu não sou palavra
    Eu não sou poema
    Sou humana pequena
    A se arrepender
    Às vezes sou dia
    Às vezes sou nada
    Hoje lágrima caída
    Choro pela madrugada
    No mundo em que vivo
    No meu peito ferido
    Que chora lagrimas de sangue quando se lembra de voce
    A paixao nao correspondida somente gera feridas no meu coraçao que ainda chora por voce .
    Sonho distante pra sermos amantes e nao se arrepender ,o amor e o batante? nao sei dizer,somente sei que te amo sem saber nao sei pra onde vou nao sei o que faço com essa dor que me mata aos poucos e me faz sofrer em silencio em te ver, mais agora sei que a cada dia meu peito implora mais,e o meu coraçao ainda chora lagrimas de sangue por voce,,,, FABI

  18. fabiana lee disse:

    e povo nao deu pra mandar o o poema pro email do galego mais eu espero que vcs gostem ta eu atualmente estou meio sem imaginaçao entao escrevo a primeira coisa que vem a minha mente … e esse poema foi o primeiro que veio em minha mente ….entao…

  19. Baronesa disse:

    A Evelyn não é uma mulher comum, é uma mulher de opinião, gosto do jeito dela e acho que está certa.

  20. Baronesa disse:

    embora eu esteja com uma dózinha do Juan…(que dó que dó)

  21. adoro quando as mulheres são ciumentas, possessivas e extremamente vingativas…\o

  22. Evelin faz o cara aprender um pouco…hehehehehehehehe

  23. Janielly Rodrigues disse:

    Finalmente alguém aqiee que goste de mulher assim!
    #adoroO
    bjs

  24. Baronesa disse:

    como nós…heheh

  25. Lin-Kun Cadu disse:

    Jeff roubando aí minha frase ò.ó

  26. Baronesa disse:

    essas frases são de dominio públco Cadu…tudo nosso!! xP

  27. É non, o que ser meu é meu e o resto que se exploda xD Direitos autoriais, não viram a parada da(o) PIPA e SOPA? ehauehaue

    #NADAAVER

  28. Baronesa disse:

    sem chance…acho que tambem é de domino publico aquele seu poema sabe…………

  29. fabiana lee disse:

    ta falando do meu poema baro a ta eu nao sou muito boa em escrever poemas bom porque o galego nao responde um duvida se quer minha poxa eu sou tao burra assim a ponto dele nem querer responder minhas duvidas pois o site e um espaço aberto para comentarmos e tirarmos nossas duvidas entao, mais tambem nao faz mal nem minha familia liga mais pra mim pra que uma pessoa que so conheço por umn site ligaria ?

  30. Nããão Baronesa, véi na boa. Deixa só o Lupino dá as caras aqui que ele tá fodido ù.ú

  31. Baronesa disse:

    Risada do meu idolo Saga de Gêmeos para você CADU
    HIHIHIHIHEHEHEHEHEHAHAHAHAHAHA!!!! xP

  32. Risada do mau e grossa/ UHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA ^^

  33. como assim eu to roubando suas frases?? ^^ hehehehe

  34. Baronesa disse:

    xD tá todo mundo meio “mal” hoje…myahahahaha…

  35. u.u Isso mesmo, roubando frases.

  36. Só eu que tô relax hoje? ‘_’

  37. Baronesa disse:

    é segunda feira Cadu, fico sempre assim no começo da semana. :/

  38. fabiana lee disse:

    todo dia eu to assim so de sentir o cheiro das pessoas eu passo mal “espera ai eu to enjoando o cheiro das pessoas ? ” e e isso mesmo noi que voa bruxao hiiii ate eustou falando isso agora isso virou febre hein ” cassilds

  39. fabiana lee disse:

    viram que eu nao to falando coisa com coisa ne galego vc ja veio em goiania caso vc nao tenha comentado em seus posts ou caso eu nao tenha lido , ? sei la

  40. fabiana lee disse:

    cade o pvo deste site hein? gelego seu sumido nem fala ne

  41. Baronesa disse:

    pois eu acho que o
    Sr. Ferdinand ta falando até demais, esse linguarudo… rsrsrs.
    mas eu amo ele ♥ é nosso vampiro preferido!!

  42. fabiana lee disse:

    e ate que ele nao ta atao sumido assim nao

  43. ÁQUILA GOMES disse:

    Nossa que história…

  44. Heloah Chevallier disse:

    Que história dramática.