O que fazer com um estuprador?

So existe uma coisa que me deixa enfezado: não conseguir concluir uma investigação… Nos últimos dias estive ajudando a polícia em um caso intrigante, estupro e morte de uma criança de 3 anos no sul do estado. O vagabundo pegou a menina de moto na frente de casa, levou para um mato perto de um campo de futebol, e lá estuprou a menina com requintes de crueldade a enforcando com as próprias roupas.

O que fazer com uma criatura dessas? Tu eu não sei, mas eu seguiria a seguinte ordem:

Amarraria o infeliz em uma mesa cirúrgica, abriria a barriga com um bom bisturi e costuraria dentro alguns insetos, vermes e algumas sanguessugas… A desculpa, já sei, fui cruel… Tudo bem depois de um tempo eu tiraria os pobres e indefesos animaizinhos de dentro do maldito humano…

Não, eu não me alimento de humanos assim, a menos que eles me surpreendam. Ai sim o sangue vale a pena, pois a adrenalina acrescenta um sabor inigualável ao sangue. Prefiro faze sofrer, fazer ver que existem coisas cruéis maiores do que aquelas que eles foram capazes de cometer. Sim meu querido leitor, o inferno existe e pode se apresentar na forma de um vampiro enfezado, então pense duas vezes antes de nos provocar.

Ainda não desisti e em breve conto mais sobre esse caso.

Por outro lado estou bem feliz, pois essa semana o layout novo do blog vai ao ar, está bem do jeitinho que gosto, bem clássico como nos anos 60. Agora se me dão licença vou me alimentar, Beth acabou de me trazer uma jarra cheinha do mais puro A negativo…

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Elena disse:

    Ola, queria saber como foi tudo, como voce esta lidando nao etou achando muita coisa aqui, nao olhei posts antigos, e quero saber como foi ser transformado, e se como nos livros voce sentiu muita dor, e queria saber em quais cidades de Santa Catarina voce ja esteve

    • Galego disse:

      Olá Elena, bem vinda!
      O blog possui todas essas respostas, mas vamos lá.
      Vampiros não podem ter filhos, a menos que sejam feitos talvez em laboratório com toda tecnologia de hoje. Mas te garanto que se for acontecer algo do tipo certamente será um grande problema.
      Já conheci muitas cidade de sc do litoral ao norte, sul e oeste. Atualmente não posso dizer onde estou, mas passei a virada em Florianópolis, conforme contei no meu último post.
      Bjs

  2. gabrielle goomes disse:

    EU GOSTARIA DE SABER QUEM TE TRANFORMOU GALEGO, FOI VC QUE QUIZ OU VC FOI FORÇADO. BJS