Sonho de verão, numa noite quente…

Estava escuro, já passava das 10 da noite, seu coração batia, o vento cantava e as folhas dançavam na linda noite de verão, aquela linda brisa quente batia em sua saia vermelha, fazendo o doce embalo, do ir e vir. “Já é tarde, estou atrasada!” pensou a bela dama de olhar aconchegante, começou a correr, carregava em seus braços, os livros que pegara emprestado de seu amado, Sebastian… Olhou o relógio, os ponteiros marcavam 10h30min da noite, já não precisava mais correr, encontrou seu par:
– Por que estava correndo? Aconteceu alguma coisa? – Ele perguntou lhe preocupado.
– Tive um mau pressentimento, senti que devia chegar logo… – ela disse, deu lhe um sorriso, ele retribuiu e abraçou-a; dali saíram em encontro ao romantismo, uma noite quente cuja poesia e o doce aroma do amor lhes presenteariam mais uma vez, por estarem na bela campainha da noite amiga…
– Como esta guria pode ser tão linda?  – Ele pensou
– Corri, porque não quero te perder, demorei muito para te encontrar… – Ela pensou, sentia-se sortuda…
E assim esse casal magico andava em direção ao lugar especial, que nem eu mesmo sei! Pois esse local é secreto, onde só eles podem ter acesso, onde só os seres que amam podem encontrar, quem sabe um dia a gente não encontre também né!?
E assim eu sonhei…

Por Verônica Antonio

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Miss Red , Vê , qual você prefere ? disse:

    *–*

  2. Allice Taranti disse:

    *-*²

    Essa guria escreve bem!
    *-

  3. Ana disse:

    Lindo… *.*

  4. fhal disse:

    Ja lindo, mas extramamente perigoso. Vampiros amam ate um certo ponto e depois tem que deixar seus amores mortais pois ainda nao encontraram sua alma gemea digamos assim. Eles sentem o cheiro da amada eterna e durante os seculos vao procurando pela sua cara metade . Quando notam que a mulher nao e a que esperam se separam delas sentindo enorme sentimentos de vazio e as deixam a viver suas vidas de mortais ate que encontrem o par perfeito. Tragico ne, mas e a pura verdade. Boa noite a todos meus amigos do blog. Fhal.

  5. Maila Cardoso disse:

    Nossa, que lindo, bem profundo, escreve muito bem!