Uma visita inesperada

Mais uma vez a doce e fatal bruxinha Evelyn, que aliás eu não mencionei como participante deste site em meu último podcast, nos traz uma parte da sua história com Juan.
Eu já lí duas vezes essa história e queria a opinião sincera de vocês.
Evelyn sua malvada, por favor nos diga o que aconteceu com esse humano curioso…
Se fosse comigo eu já teria o lanchado em alguma noite em que eu quisesse uma boa sobremesa kkkkkk

Uma visita inesperada

Juan decidiu que era hora de encontrar Evelyn. Acordou cedo naquela manhã e saiu apressado em direção ao endereço na avenida Verdun.

Na porta do hotel Juan chegou a formular a frase e puxar o ar para pedir um taxi, mas desistiu. Achou que um taxi poderia chamar atenção em uma área residencial e decidiu que iria de metrô. Checou com os recepcionistas do hotel qual era a estação mais próxima do endereço e saiu apressado.

O caminho era longo, o número 44 da Avenue Verdun era do outro lado da cidade.  Mas o mexicano não tinha pressa, eram 7 horas da manhã, e uma visita inesperada a esta hora seria um suícidio amoroso.

Ele queria chegar cedo para andar ao redor do bairro, observar o movimento e principalmente, as janelas da casa de Evelyn.

Pensou também em fazer perguntas em padarias ou pequenas cafeterias que fossem agravadéis, mas achou que fazê-las em inglês, chamaria muita anteção da vizinhança.

Juan aproveitou o passeio, parou uma ou duas vezes para obervar lugares e seguiu tranquilo no sentido oposto do tráfico que começava a se formar.

Mais de meia hora depois de sair do hotel, o mexicano chegava ao local que suas instruções indicavam.

Verificou o nome da rua, notou que estava perto do número e resolveu caminhar. Passava das 7:30 da manhã e os poucos comércios do local ainda nem faziam menção de abrir suas portas.

Na camonhada o mexicano viu uma pequena praça e sentou em um banco de onde era possível também ver a rua. Ali o tempo passou voando.

O dia estava maravilhoso, céu azul, nenhuma nuven e uma adoravél brisa de outono que mantinha o ar fresco e a temperatura agradavél. Era um dia perfieto para estar ao ar livre.

Aos poucos as pessoas começaram a circular, algumas crianças com mochilas, algumas mães com carrinhos de bebês, pessoas apressadas e casais de idosos bem arrumados que seguiam na mesma direção.

Juan observava de longe, prestava atenção também ao tráfico de veículos e um carro preto chamou sua atenção. Perto do carro muitas pessoas caminhavam e seguiam na mesma direção que os casais de idosos tinham passado.

Já era quase 9 horas da manhã e o sol forte refletido de uma janela atrapalhava sua visão. Alguns minutos se passaram e o carro se aproximou o suficiente para que ele entendesse melhor o que estava acontecendo.

Dentro do carro, uma coroa de flores e um caixão.

Quando o cortejo chegou na altura da praça, Juan se levantou em respeito ao luto das pessoas e ficou de cabeça baixa enquanto as pessoas caminhavam silenciosamente. Uma coisa chamou atenção do homem, a maioria das pessoas do cortejo, possuiam a maior parte do cabelo branco, e apenas uma pequena e jovem família caminhava logo atrás do carro fúnebre.

A direção do cortejo era também a direção que ele deveria tomar, como ainda era cedo, resolveu esperar mais um pouco, mas desta vez em um charmoso café que ficava numa esquina próxima.

Eram 10 horas da manhã quando Juan resolveu que estava na hora de encontrar Evelyn. Confirmou a direção que deveria tomar no mapa e saiu do café.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

31 Resultados

  1. Heloah Chevallier disse:

    História encantadora.

  2. Marie Claire disse:

    Que relação teria Evelyn com o cortejo Herr Ferdinand?

  3. calion disse:

    Gostei dos detalhes.
    Ancioso pelo restante da história. Tem mais não é ?

  4. Marie Claire disse:

    Bon Jour Herr Ferdinand! Sim, lí as outras histórias de Evelyn e ví que ela e Beth são muito amigas. Na verdade, como a o texto ficou em suspense, tive a impressão de que no decorrer da trama Juan verá que o tal cortejo tem alguma coisa a ver com Evelyn.

  5. ÁQUILA G disse:

    Concordo com o Calion Sr Galego,pois estou anciosa pelo resto da história para saber pq Juan deveria ter tomado a mesma direção do cortejo ?

  6. The Fallen disse:

    por favor ; continue …
    essa curiosidade em saber oque aconteceu com o curioso esta clamando um final da historia .

  7. Janielly Rodrigues disse:

    Coragém Juan! kkkk
    Acho que ele está com medo da Evelyn.. Bem feito que manda achar que nós mulheres somos iguais e que esse joguinhos idiotas funcionam com todas.. rum!
    #Anciosa pelo restante da historia!
    Bjs

  8. Ciallmhar, O Cinzento disse:

    Mas qual a relação do cortejo na história? D:
    Curiosidade eterna… u.u

  9. fabiana lee disse:

    juan ja tomou um belo fora de evelyn mais agora ele esta correndo atras mais agora creio que ja e meio tarde mais nunca se sabe parece que a historia tem continuaçao bom esperar e esperar …bela historia

  10. fabiana lee disse:

    by by ate breve breve visita ao site

  11. Heloah Marie Chevallier disse:

    Esperamos o final dessa historia.

  12. ÁQUILA G disse:

    Srta Marie,estás sumid,a estou sentindo falta de sua pessoa de seus comentários.Espero que esteja tudo bem.

  13. Mel_Vamp disse:

    Eu preciso Ver o restante da história!É CATIVANTE! ME DÁ ATÉ… HM… FOME! Xauziin vou morder uns coelhinhos por aí…

  14. Samuel Heiderich disse:

    Realmente uma história que nos aguça a curiosidade, do antes a nível de relacionamento entre Juan e Evelyn, e após o que virá se este encontro planejado por Juan ocorrer ou não. O cortejo exerce que peso na situação? Creio que este facto nos pende ao suspense de forma impecável. A imaginação foi solta e a procura pelo “Tomo II” expressa o quão cativante o é.

  15. fabiana lee disse:

    nossa que linguajar mais culto samuel nao estou nessa perfeiçao que tendes a densenvolver mais com meus esforços conseguirei alcanlçar tal feito nenho acompanhando a historia desde o inicio e a acho fascinante bem ate meus; caros gal se e que posso chama-lo assim pois creio que nao tenha impeto a pronunciar teu nome por abreviaçoes

  16. fabiana lee disse:

    bem meus erros estao bem proeminentes ao escrever e que a pressa me consome acabo dando essas desafinadas gramaticais bem ate heloah minha cara tenho um compromisso inadiavel ;;

  17. fabiana lee disse:

    herr ferdinand esta ausente desse recinto bem poucos os comentarios de sua pessoa bem tenho me mente que esteja tratando de assuntos inadiaveis bem espero sua presença de volta ao ambiente

  18. Marie Claire disse:

    Caro Sr Samuel, como tens passado?
    Como bem o disseste a Srta Lee, é uma pessoa culta e com extrema facilidade para se expressar. Comentários inteligentes e organizados. Isso tudo aliado a educação que demosntras me aguça a curiosidade, não a curioidade leviana mas sim a sensação de que és especial em algum sentido. Peço que perdoe-me por tal abordagem caso vos pareça inconviniente.

  19. fabiana lee disse:

    nao nao tenho enorme prazer em falar contigo minha cara es muito culta e distinta quem dera ser como voce com tamanha facilidade e muita destreza ao se expressar estou apenas engatinhando nessa jornada da escrita perfeita pois tenho tamanho ardor ,e vontade de ser assim pois acho culto e belo o modo que se expressam pessoas assim como voçe tenho um tamanho apreço pelo lord que o mesmo tem ati minha cara ele tem muita estima por ti bem tenho que retirar tenho um compromisso inadiavel agora tenho de me apressar ate mais minha car foi um enoeme prazer troacar essas palavras contigo

  20. Marie Claire disse:

    Boa tarde, o prazer é meu caríssima. Tua vontade em aprender lhe abrirá portas nos caminhos da vida, tenhas certeza.

  21. fabiana lee disse:

    muito grata sra marie estoy lisongeada com tus palabras o conhecimento que temos e adquirido aos poucos com muito desenpenho e perseverança estou apenas começando esta deveras cansativa e trabalhosa jornada

  22. queria saber em Que relação teria Evelyn…

  23. Heloah Marie Chevallier Buddlaire disse:

    Sr. Jeff. É o que todos nós queremos saber.

  24. Heloah Marie Chevallier Buddlaire disse:

    Sim, respondido, e a história terás uma continuação?

  25. fabiana lee disse:

    pelo que vejo senhora heloah acho que tera sim nao e sr galego? ou ferdinand?

  26. LuckSP disse:

    Bom dia a todos! Gostei da historia em questão, o que sera que Juan tem haver com o cortejo… Isso finca a minha curiosidade… Qualquer boa historia é uma polêmica aos nossos olhos imaginários… Fico a aguardar a continuação desse belo romance. obrigado a todos…

  27. fabiana lee disse:

    bem vindo luck fique a vontade

  28. Elena Bella disse:

    Nossa que História.