Vampiros e os seus dependentes…

couple

Era pouco depois do anoitecer, eu ainda sentia o calor do sol que estava por de trás das montanhas e lá estava minha sede. Lá estava o meu eu malvado, me cutucando e me lembrando do gosto do sangue daquela pobre alma.

Faziam mais de dois meses que eu havia rompido o silêncio do seu sono, quando invadi aquela casa em busca daquele perfume maravilhoso. Será que devo procurá-la de novo, estará ela só?

E fui à busca de mais alguns segundos de puro prazer e nutrição. A casa tinha daquelas janelas com vidros com forro de madeira e estava aberta no segundo andar. As cortinas brancas balançavam por causa do vento e novamente eu sentia o perfume invadindo minhas extasiadas narinas. Olhei em volta e não vi ninguém, muito menos senti a presença de algum outro da família ou imortal. Pulei o baixo muro, atravessei o florido quintal e silenciosamente escalei até a janela que emanava o perfume dos deuses.

Sim sim, o perfume aumentava de intensidade, minhas narinas enlouquecidas queriam mais daquele manjar. Foi então que a vi. Deitada em sua cama de lençóis escuros de ceda e lendo um livro… Seu rosto demonstrava surpresa, mas de tal forma que ela parecia gostar do que estava vendo… Aproximei-me então, deitei ao seu lado e fiz carinho em seu cabelo escuro e cacheado. O perfume vinha de seu colo, mais especificamente do meio de seus seios de porte mediado que insistiam em fugir de dentro da camisola.
O beijo foi inevitável e quase resultou na sua morte, se não fosse o lado humano que sempre surge pedindo que a vida continue… Lambi a ferida, deitei seu corpo de forma confortável, cobri suas vergonhas e beijei de leve a sua testa antes de sair…

Foi assim que criei minha primeira dependente, que nada mais é do que uma pessoa do qual nos alimentamos de vez em quando. Uma espécie de fonte viva ou ainda uma forma sustentável de sobrevivência. Afinal por que esperar por uma doação se podemos ir direto a fonte…

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

24 Resultados

  1. monica disse:

    liiiindo! adoro a maneira como escreve! muito forte, carregado de sentimento, profundo, inspirador….lindo! vejo que tem uma forte veia de escritor! pode ser que um dia tambem ouça falar de mim!! quem sabe mais depressa do que iagina!! 🙂 Beijo

  2. rita disse:

    Mas quantos dependentes tu tens????esses dependentes sabem o que lhes tas a fazer???como tu os escolhes???já houve alguma situaçao de confronto????bem parece um excerto de um filme…..pede continuaçao eheheheh bye bye

  3. Galego disse:

    Olá Monica… nossa, muito obrigado, ontem eu estava inspirado rsss… Livro seu, humm será um prazer ler, aliás lera é uma cosia que se faz muito quando se tem uma eternidade inteira pela frente ^^

    Rita minha querida, tenho dependentes sim não sei quantos, mas com certeza muitos menos do que já tive. Até os anos de 1940 ou até mesmo um pouco depois a vida noturna não existia, hoje as coisas andam difíceis e se tu me entende não posso mais pular as janelas assim tão fácil… se for em forma etérea “meio nevóa” é muito desgaste a toa… Mas eu posso continuar a história sim, quem sabe eu fale um pouco mais dessa nossa relação sem palavras…

  4. rita disse:

    eheheheh ta dificil para todos 🙂 mas esses “dependentes” como ficam depois da tua sede estar saciada???como os escolhes nao me dizes te???vais continuara a historia…eheheh ficamos a espera 🙂 bye bye

  5. monica disse:

    Oi! Bem, esta é provavelmente a ultima vez que lhe escrevo! Humm….é muito mau pra mim, mas sinto que é o que deve ser feito! Porquê?…. Isso fica no segredo dos deuses! Pelo menos pra si é melhor assim…menos uma a chatear….. :-/ Isto é muito mau pra mim….muito mesmo… Não imagina quanto!!!! Sinto que voltam a por-me algemas na alma!! Tenho pena de não ter recebido algumas respostas….mas é a vida!! Prioridades….. Apenas lhe peço algo muito importante pra mim…..Não julgue mal os seres humanos que desejam ser vampiros….motivos muito fortes podem ter, para desejar tal destino!!! Ate ao meu ultimo suspiro, é isso que vou desejar!!!!! Por muito que digam, e por muito que façam!!! Adoro viver…adoro a minha familia…o meu companheiro…os meus amigos…mas este não é de todo o meu mundo!!! Enfim…Adeus!! Tem a melhor eternidade que conseguires….é o que lhe desejo!!! Beijo muito especial! Ate um dia…quem sabe!

  6. Galego disse:

    Pocha eu sou tão ruim assim? Por que muitas pessoas entram por aqui e depois de um tempo dizem adeus?

  7. rita disse:

    O que se passou com a monica ????ela nao parece estar la muito bem….:(

  8. monica disse:

    Oi! o problema não é de todo seu! Quem me dera que pudesse saber…… Mas acredite que é melhor assim!! Quem sabe de vez em quando eu consigo dizer algo, como aconteceu hoje! mas não prometo nada!! Desculpe-me! ………….. Se eu pudesse…. se me pudesse ajudar….. desculpe!! Adeus!!!

  9. Galego disse:

    Então Rita, como vocês gostam de dizer: “Juro” que não fiz nada com a Monica… Na verdade sempre que posso tento conversar com as pessoas e rabiscar algumas dicas.
    Espero que a Monica fique bem, e não posso fazer nada se ela não falar o que está havendo…

  10. rita disse:

    Pois se ela nao falar nao a podes ajudar…..mas voltando ao tema responde as minhas perguntas please????e já agora quantas vezes precisas de te alimentar???bye bye

  11. Galego disse:

    Oi Rita… depende, se utilizo muito os meus poderes alimentação deve ser em espaços de tempo menores, mas por exemplo se não faço nada além de dormir e escrever no blog por exemplo ^^ Consigo ficar até três semanas sem ir atrás de um pescocinho alheio…

  12. suf_brandao disse:

    ola, gosto muito do site. é apaixonante e até viciante a forma como escreves. Só comentei para dizer que sou adepta do site

  13. Ster disse:

    Galego seu vampiro safadinho uheuheuhuehue com todo respeito claro nao quero virar sua proxima dependente huehueheue .Eu gosto de suas histórias e ao contrario da Monica nao vou parar de comentar qui.Monica amiga para que querer virar uma vampira eu sei que nada tenho com sua vida mas, voce comentou no blog eu li e sou de da minha opinião ,Ser um vampiro como o proprio Galego sempre diz nao é um mar de rosas as coisas nao sao como nos filmes e a verdadeira história sempre se repete aquela que as pessoas se arrependem mas no caso de se tornar uma vampira nao tem como se arrepender poq nao tem volta. Entao viva a vida como lhe foi dada Mon Amour…

    • Galego disse:

      Ster, por vezes as pessoas tem problemas e por algum motivo não conseguem enfrenta-los. Quem sou eu para resolver os problemas dos outros e já tenho tantos…

  14. Ster disse:

    Nem me fala uheuhuehuehue verdade ….

  15. Ster disse:

    Eu sinceramente nao sei oq as pessoas pensam , acham que do nada vai aparecer um vampiro lindo dizendo olha garota eu vou te morder e seus problemas vao desaparecer e voce tera uma eternidade pela frente.. Meoooooooo Vamos cair na real Os problemas vao continuar e se nao aumentarem . temos que encarar as dificuldades e aceitar nossas vidas como elas sao ou tentar concerta la de modo normal.. Fui uheuhuehe

  16. Ster disse:

    Mas, Galego essa sua história ai em cima e verídica ou só é uma história?

    • Galego disse:

      Oi Ster, é um pouco romantizada e cheia de detalhes mas faz parte do dia a dia sim, Alguns chamam de doadores, outros de rebanho, eu já penso em viciados ou algo do tipo. Além de envolver muita sorte, pois eles podem a qualquer momento perder o enquanto e nos atacar.

  17. Zuleica disse:

    ^^hummm^^

  18. Leo disse:

    Há pessoas que acordam de manha e sentem que algumas coisas lhes estão faltando, bem, isso acontece um pouco comigo. Acho que estou um pouco na mesma situação da monica… Eu gosto das pessoas em meu redor, gosto de conviver, mas tá sempre faltando qualquer coisa!

  19. Ster disse:

    Tipo quando voce diz atacar quer dizer matar voce Vampiro ?

  20. Ster disse:

    Leo ta te faltando algo deixa eu te morder uheuheuheuhue to brincandoo bjksssss