Vampiros, vivendo as escondidas!

Boa noite minhas doces crianças coradas do dia.

Primeiramente gostaria de acalmar aos que estão me oferecendo ajuda, colo, casa, comida e roupa lavada nos últimos dias. Garanto que estou bem e do fundo do meu coração, que um dia já bateu, agradeço.

Hoje quero retomar o assunto “vivendo as escondidas”. Esse assunto foi bem debatido na primeira vez que falei sobre falsificação, roubo de identidade e afins. Na verdade não estou deixando claro que faço isso, muito pelo contrário, evito a todo custo, mas as vezes é necessário para sobreviver durante os séculos.
Retomo esse assunto pois consegui descobrir um cara que é genial, para não dizer insano. Ele vive escondido e o pior, apronta traquinagens sempre que pode. Estou falando de Richard Ringheim ele é uma espécie de fugitivo, que viveu a infância em orfanatos e aparentemente não tem medo de nada. Vive escondido e é procurado por várias instituições policias da europa por desfalques e falsificações.
Vocês não sabem como fico feliz e empolgado ao ver gente corajosa escancarando as fragilidades alheias na cara de todos. Esse cara me fez pensar: Será que realmente existe um lado certo da história? Sim meus caros, existe! Existe o lado que é a visão de cada um, afinal o que é certo para alguém não é necessariamente uma generalidade. Lógico que existem regras comuns a todos, se não a bagunça seria geral, mas vocês hão de convir comigo que as regras foram feitas para os idiotas e burros que não sabem respeitar a individualidade alheia. Sendo assim se você for acima da média pode ver acima das nuvens.

Vejam os vídeos abaixo e se deliciem com as histórias do Burlão!

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...