Wampir 8 anos no ar!

bolo aniversario
Bolo de aniversário com velas

Não sou de comemorar aniversário, confesso que já fui muito festeiro, mas nos últimos anos o tempo me serve apenas para separar o dia da noite. Apesar disso eu entendo que os ciclos anuais são muito importantes para os humanos e isso me faz lembrar que o site está de aniversário na semana que vem.

Fazia um pouco de frio em 2008 quando iniciei este projeto e já contei aqui como tudo começou numa mesa de boteco. Aonde eu estava com alguns amigos e um deles me sugeriu este espaço na internet, para divulgar meus tantos pensamentos e histórias.

O frio daquela época não é importante. Aquele amigo com boas ideias, eu já não vejo mais. Sem falar da Beth, minha ex, que deve estar em algum canto do globo praticando suas bruxarias. Eleonor, está descansando junto de meu mestre Georg. Sebastian, arrumou uma esposa chamada Claudia e tomou seu próprio rumo. Joseph, que se foi há alguns anos ainda me faz muita falta e Franz se parece cada vez mais com um velho ranzinza.

Apesar disso, transformei Pepe, que virou minha assistente pessoal. Lilian e Becky surgiram e viraram aliadas importantes de nossa causa. Sem falar de H2, Hadrian, Hector e Eliot, que são o mais próximo de uma família para mim.

Todavia, o que eu realmente gostaria de registrar neste, que é o 606° post deste site, é o fato de que muitas coisas mudaram no mundo. A internet não é mais a mesma de 2008, os blogs não são mais novidades, as criaturas que frequentam o site são diferentes a cada mês. O tema “vampiros” foi banalizado, em função de romances mal escritos e por fim, eu mesmo mudei muito a ponto de vir menos aqui.

Relaxa, isso não é uma despedida!

Estou apenas respondendo o que muitos me perguntam por e-mail.

O meu grande foco atualmente é o Wattpad, onde tenho publicado os capítulos do livro Ilha da Magia. Escritos semanalmente com o objetivo de contar minha historia de forma cronológica. Desde a época em que era humano, passando pelos momentos mais importantes, até a noite em que hibernei nos anos 50. Tenho material, histórias e acontecimentos para mais dois livros ao menos e prometo que tentarei me desapegar dos direitos para que eles ganhem vida nas livrarias.

Por hora, meus confidentes. Obrigado por me seguirem aqui, no Wattpad e nas redes sociais.  Principalmente, pela paciência no Twitter, lugar onde eu adoro reclamar dos humanos ^^

Além disso, fiquem tranquilos, que este espaço estará no ar por muito tempo ainda!

Küss,
Ferdinand Wulffdert di Vittori

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil. Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos. Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: http://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. gen_scarlet disse:

    hey, so da pra imaginar como deve ser irritante a forma como o tema de vampirismo tem sido banalizada ultimamente nos últimos anos contudo gostaria que soubesse, que seu site funciona como uma das poucas chamas capaz de existir acima de tal banalização

    agradeço pelo cometimento que tem com o projeto apesar das inúmeras desavenças que humanos podem criar por nossos mal entendimentos perante sua especie obrigado por continuar com o projeto todos esses anos!

  2. Katiane Conceição Ramos disse:

    oq vc diz sobre varios blogs ensinando feitiços para joves se tornar um vampiro sera que funciona

    • Olá, eu respondi aqui noites atrás: “Quanto aos rituais eu já falei algumas vezes aqui, que são besteira. Não achas que algo tão complexo e que envolva morte e afins estaria assim tão fácil na internet? Se alguns dia disponibilizarem isso por aqui eu sinceramente espero estar em outro mundo, pois o planeta viraria um inferno. No mais da uma lida nos posts antigos e me segue no twitter, sempre ponho as novidades primeiro por lá.”

  3. Emilly_Sous_7 disse:

    Nossa… “descobri” o blog em 2010. Simplesmente me encantei. Lembro-me que a primeira história lida foi da transformação de Eleonor. E ficava imaginando “será verdade o que essas pessoas relatam?”, e com o tempo me dei conta de que verdade ou não, não importaria. Com a chegada dos outros wampir, acabei perdendo o ritmo das postagens. Mas sempre que possível venho aqui novamente, lembrar dos velhos tempos…

  4. Eu quero vira uma vampire maid nao sei Como eu amor vampiro e Como eu fasso em eu quero eu livre