Wampir Os vampiros existem!

“De férias” na fazenda

A fazenda é um lugar distante dos grandes centros e apesar da vila que há por perto, ficaremos ainda por muito tempo afastados dos agitos dos grandes centros. Aqui temos o local de descanso dos mais antigos, alguns amigos de meu senhor, tal qual ele próprio e minha doce morena Eleonor. Neste complexo há também alguns galpões onde guardamos toda a tralha acumulada ao longo dos anos de existência, a maioria tem valor sentimental, mas há também itens de valor, que requerem cuidados especiais como cofres e monitoramento constante. O... Continue lendo

Milagre de Natal

Antes de ler o relato a seguir recomendo a leitura das partes anteriores: Parte 1 – Aventuras de final de ano Parte 2 – Aventuras, investigações e péssimas escolhas Parte 3 – Se você brinca com fogo, você brinca com o inferno Parte 4 – Quem tem medo do lobo mau? Parte 5 – Milagre de Natal Assim que o próprio capeta tomou conta de minha carne eu perdi uma parte do controle. Quase sempre que estou nesse estado eu lembro de flashes o que é ao mesmo tempo bom e perturbador para minha... Continue lendo

Quem tem medo do lobo mau?

Passei o dia entre sonhos loucos, as pernas magrelas da Lilian e barulhos de todo o tipo. Ouvi o padrão convocar os fiéis para missa das 7:30. O caminhão de gás tinha uma musiquinha estúpida, diferente dá clássica que se ouve em outros lugares do Brasil. Muitos tratores, caminhões e carros passaram próximos a nós e tantos foram os transeuntes com os assuntos mais diversos. Inclusive a audição especial nos permitiu perceber que alguns da cidade já sabiam de nossa estadia. O recepcionista noturno saiu do trabalho de manhã e... Continue lendo

Se você brinca com fogo, você brinca com o inferno

“If you’re playing with fire. You’re playing in hell.” Diz a música e na minha cabeça os pensamentos não eram muito diferentes. Porque diabos alguém resolve capturar, sequestrar ou como queira chamar, o que fizeram com minha cria, ainda mais nessa época do ano? Odeio pessoas sem espírito natalino… Separei algumas balas de prata, lubrifiquei minhas pistolas e consegui coletes novos. Haja vista que minhas coisas estavam um tanto quanto empoeiradas. Lilian passou boa parte daquele final de tarde afiando sua katana e da maneira tradicional com uma pedra. Provavelmente... Continue lendo

Aventuras, investigações e péssimas escolhas

Anos atrás perdi um grande amigo e irmão de existência. Joseph era um cara pacato. Estava sempre disposto a bons papos, tinha gostos peculiares com relação à arte, música e não media esforços para conseguir o que queria. Tanto que, sua última aventura provocou o fim de sua existência neste plano. A existência vampiresca nunca foi fácil e quem divulga tal comportamento merecia no mínimo um bom choque de realidade ou talvez um belo choque elétrico… Quando se corre atrás dos desejos sempre temos dois caminhos: o normal é o... Continue lendo

Aventuras de final de ano

Muitas aventuras se iniciam num lugar peculiar, onde um determinado grupo de indivíduos interage… no nosso caso estava Lilian, Franz e eu, Ferdinand, na fazenda de meu criador e atual sede de nosso clã. Nas conversas, aquele papo de final de ano que consegue contagiar até mesmo os vampiros mais calejados. Ano que vem vou adotar outra identidade, tentou explicar Franz. Eu já penso em montar um negócio ou pelo menos um grupo de motoqueiros, falou em tom de piada Lilian. Não importa aonde vocês vão ou que nome adotem,... Continue lendo

Reflexões sobre 2016

O tempo passa como um condenado para algumas pessoas, certos indivíduos reclamam disso, outros aproveitam seu passar e alguns simplesmente esquecem o andar das horas. Vampiros não podem se dar ao luxo de ignorar o passar do tempo. Pois ele marca as horas do dia e principalmente as horas da noite. Momento no qual podemos sair de nossos refúgios e fazer o que for preciso para manter a sobrevivência. Essa na verdade é uma explicação didática, passada de vampiro para vampiro e indica a melhor prática, para se lidar com... Continue lendo

A Carta: prévia do futuro livro “Erner”

Alguns meses depois e o conteúdo daquela carta ainda me intrigava. Nada estava explícito, mas, nas entrelinhas daquelas palavras vindas de uma época distante, eu poderia prever o que diziam. Em certas horas do dia, naqueles na qual consigo tirar um tempo para o descanso, algo que me tem sido raro, me vejo sobre as velhas lembranças que de tempos em tempos batem à porta. É fato que todo e qualquer vestígio sobre minha verdadeira origem, família e suas histórias, deveriam confortar meu coração de pedra, o coração que não... Continue lendo

Gone – Parte (eu já nem lembro mais)

Quanto tempo não? Pois é, mas eu Lilian estou aqui vez ou outra pra contar as minhas aventuras, andanças, meus momentos bons e over também para todos vocês. Como demorei muito para escrever preferi resumir o que aconteceu antes e trazer todos para a minha rotina mais atual. Onde começo? Bem como sabem na última parte eu estava na Ordem mantida lá dentro como passarinho na gaiola (Odeio isso, odeio, no more!), conheci o então famoso e carismático (#SQN) Jonathan, vampiro antigo, sábio, gato e que eu apelidei de elfo... Continue lendo

Gone – Parte IV

– Direta Lilian! Coloque o braço alto! Vamos você é boa nisso, concentre-se! – Treinos e mais treinos, parecia até que eu iria entrar em algum campeonato de luta subliminar com todo esse treino – Se você falar mais um “ concentre-se” eu juro que vou embora daqui! Porra! – eu tentei mais dez vezes o movimento das espadas duplas e nas dez vezes Jonathan achou que ainda não estava bom o suficiente – Tire a sua mente do mundo lá fora! Esqueça agora o que tem lá! – fácil... Continue lendo