Wampir Os vampiros existem!

Reflexões sobre 2016

O tempo passa como um condenado para algumas pessoas, certos indivíduos reclamam disso, outros aproveitam seu passar e alguns simplesmente esquecem o andar das horas. Vampiros não podem se dar ao luxo de ignorar o passar do tempo. Pois ele marca as horas do dia e principalmente as horas da noite. Momento no qual podemos sair de nossos refúgios e fazer o que for preciso para manter a sobrevivência. Essa na verdade é uma explicação didática, passada de vampiro para vampiro e indica a melhor prática, para se lidar com... Continue lendo

A Carta: prévia do futuro livro “Erner”

Alguns meses depois e o conteúdo daquela carta ainda me intrigava. Nada estava explícito, mas, nas entrelinhas daquelas palavras vindas de uma época distante, eu poderia prever o que diziam. Em certas horas do dia, naqueles na qual consigo tirar um tempo para o descanso, algo que me tem sido raro, me vejo sobre as velhas lembranças que de tempos em tempos batem à porta. É fato que todo e qualquer vestígio sobre minha verdadeira origem, família e suas histórias, deveriam confortar meu coração de pedra, o coração que não... Continue lendo

Gone – Parte (eu já nem lembro mais)

Quanto tempo não? Pois é, mas eu Lilian estou aqui vez ou outra pra contar as minhas aventuras, andanças, meus momentos bons e over também para todos vocês. Como demorei muito para escrever preferi resumir o que aconteceu antes e trazer todos para a minha rotina mais atual. Onde começo? Bem como sabem na última parte eu estava na Ordem mantida lá dentro como passarinho na gaiola (Odeio isso, odeio, no more!), conheci o então famoso e carismático (#SQN) Jonathan, vampiro antigo, sábio, gato e que eu apelidei de elfo... Continue lendo

Gone – Parte IV

– Direta Lilian! Coloque o braço alto! Vamos você é boa nisso, concentre-se! – Treinos e mais treinos, parecia até que eu iria entrar em algum campeonato de luta subliminar com todo esse treino – Se você falar mais um “ concentre-se” eu juro que vou embora daqui! Porra! – eu tentei mais dez vezes o movimento das espadas duplas e nas dez vezes Jonathan achou que ainda não estava bom o suficiente – Tire a sua mente do mundo lá fora! Esqueça agora o que tem lá! – fácil... Continue lendo

Numa noite qualquer…

Numa noite qualquer, daquelas que o tédio se sobressai, resolvi dar uma de minhas voltas sobre a luz da lua, e para não parecer poético demais, sobre a luz dos postes também… Era madrugada, e enquanto grande parte dos humanos se encontrava em sonos pesados lá estava eu, caçando confusão e bons pescocinhos para morder. A verdade é que me encontrava em uma daquelas fases “revolts” onde o desejo de arrancar a cabeça de alguém se torna mais forte. E sim, me sinto muuuuuito mais legal assim. Lorenzo que era... Continue lendo

Walking night

Múltiplas personalidades eternas

O ano eu não lembro, mas certamente foi numa primavera ou outono qualquer entre minhas idas e vindas pelo Rio de Janeiro. Provavelmente entre 1940 ou 1950. Não lembro se já falei por aqui antes, mas odeio essas épocas do ano. Pois o clima tropical do Brasil não nos permite primaveras quentes nem outonos gelados. Fica sempre aquela bosta de clima com várias estações ao longo do dia. Meu temperamento nesta época era muito variável. Em certos momentos eu era pura alegria, noutros eu queria destruir a cidade ou até... Continue lendo

Acorde-me

Sentindo o meu caminho em meio à escuridão Guiado pela batida de um coração Não sei dizer onde a jornada vai acabar Mas sei onde começar Dizem-me que sou muito jovem para entender Dizem que estou preso em um sonho Bem, a vida vai passar por mim se eu não abrir meus olhos Bem, tudo bem por mim Então, acorde-me quando tudo estiver acabado Quando eu for mais sábio e mais velho Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo E não sabia que eu estava perdido Então, acorde-me... Continue lendo

Vampiro Élfo

Gone – Parte III

Sabe qual é a melhor parte dessa loucura toda de me isolarem? É deixar pensarem que eles possuem algum controle sobre mim! A ironia disso tudo é aquela merda de sempre, quando você acha que está “por cima da carne seca” na verdade você está embaixo, pois se eles acharam que eu ficaria infeliz com essa situação toda, meus caros eles se enganaram completamente! Vão ver a disciplina que eu vou levar! Enfim vamos ao que interessa? Uma semana havia passado desde o dia em que recebi a noticia sobre... Continue lendo

Gone – Parte II

Daniel POV Depois de um tempo afastado da Ordem eu achei que voltaria aqui por algum motivo bom, mas infelizmente não era isso que iria acontecer, a minha volta aqui talvez fosse uma das mais dolorosas da minha existência, hoje eu iria colocar minha pequena para hibernar e dessa vez o tempo era indefinido, só que alguma coisa me dizia ter algo muito errado acontecendo por aqui. Quando nós entramos na fortaleza fomos recebidos por alguns bons amigos, Trevor, Michael e para minha surpresa Jonathan havia acordado após 200 anos... Continue lendo

Casa

É impressionante como eu nunca faço nada

É impressionante como eu nunca faço nada. É sempre a confusão que vem até aqui. Falo isso para o meu psiquiatra, Mas é claro, ele não entende…. Estava eu naquelas minhas noites de desapego, sabe aquelas onde você sai mal arrumado, com cara de sono ou de poucos amigos? Pois bem, às vezes faço isso simplesmente para não ficar em “casa” e acumulando poeira. Claro que eu poderia fazer um milhão de outras coisas, mas colocar uma motoca na estrada, carregando uma mochila cheia traquinagens é sempre a melhor opção... Continue lendo