Tag: morte

Numa noite qualquer…

Numa noite qualquer, daquelas que o tédio se sobressai, resolvi dar uma de minhas voltas sobre a luz da lua, e para não parecer poético demais, sobre a luz dos postes também… Era madrugada, e enquanto grande parte dos humanos se encontrava em sonos pesados lá estava eu, caçando confusão e bons pescocinhos para morder. A verdade é que me encontrava em uma daquelas fases “revolts” onde o desejo de arrancar a cabeça de alguém se torna mais forte. E sim, me sinto muuuuuito mais legal assim. Lorenzo que era... Continue lendo

goth cry

GONE

-Hey! Wake up sleepbeauty! ( Bom dia bela adormecida!) -What the fuck Steve? (Mas que porra Steve!) -Come on! It’s late! Get your ass from the bed!( Ah fala sério! Está tarde! Sai dessa cama!) -No! ( Não!) -Don’t be a fucking kid! Get up man! ( Não seja uma criança! Levanta!) -Why? (por que?) -Let’s get out! Have some ride Lili!( Vamos sair Lili! Vamos andar de moto!) -Oh for fucks sakes! ( Ah minha puta que pariu!) -Comeeeeeee Liliiiiiiii!!! (vamossssss Liliiiiiii!!!) -Okay okay… Let me put my pants... Continue lendo

Casa à noite

O mistério do lobisomem – pt4

Já leu a parte anterior? Cheguei com a Lobisomem numa casa de chás, ervas, produtos naturais e demais materiais relacionados a flora e fauna. Estava na cara que o lugar pertencia a uma bruxa. “Pelo menos eles estão conseguindo se misturar com os humanos” – Pensei comigo. – Olá boa noite, infelizmente já estamos fechando – Informou uma garota, meio gótica na faixa dos 20. – Boa noite, precisamos falar com a Madame… – Falou Claire, indo direto ao ponto. – Ela não fica mais aqui, senhora. – Ok, entendo... Continue lendo

Lilian à Reunião – Final 2 de 2

“Me experimente, beba minha alma Me mostre todas as coisas que eu não deveria saber Quando há uma nova lua em ascensão Eu morreria por você, meu amor, meu amor Eu mentiria por você, meu amor, meu amor (Me faz querer morrer) Eu roubaria para você, meu amor, meu amor Eu morreria por você, meu amor, meu amor Nós queimaremos na luz” E aqui eu estava de novo, entre a cruz e a espada, a vida e a morte, de frente para o Ceifador dos vampiros em pessoa, Gabriel, o... Continue lendo

Lilian à Reunião – Final 1 de 2

“Não adianta ficarmos aqui pensando no que fazer Dani!”, minha frustação era nítida, tentava achar mil e uma formas de matar Pierre, mas tinha um porém, os Regrados, sim eles, vocês já devem  ter ouvido falar neles. E como eu não quero a atenção deles voltada para a ordem, prefiro pensar em algo que não me venha dar problemas. “Eu não sei como podemos dar um jeito nisso…Preciso de uma luz!”, enquanto estávamos parados em um bar Country ali pelas redondezas, senti  meu celular vibrar, vi que era um número... Continue lendo

Capítulo 4 do livro Ilha da Magia

Todo mês eu penso no que vou lhes falar sobre o capítulo que estou entregando. Afinal, são momento de minha vida/morte jogados a todos os ventos e isso sempre me emociona. Não me emociona no sentido de chorar num canto feito uma menininha birrenta, mas sim no sentido de que me vem a mente cada parte do que vocês estão prestes a ler. O conteúdo a seguir contém “spoilers”, não prossiga caso não tenha lido as outras partes. Nesse capítulo nós ainda estávamos na velha Desterro, passaram-se semanas desde a... Continue lendo

Vida, morte e suicídio

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. Charles Chaplin Noites atrás fui procurado por um(a) de vocês por e-mail, onde me questionaram sobre a questão do suicídio e a relação morte/vida, no qual enfrentam os vampiros. Resolvi então gravar um VampiroCast para dar minha opinião sobre o assunto (preciso melhorar meus equipamentos, desculpem a má qualidade). O assunto suicídio é sempre um tabu em muitas... Continue lendo

Fui traído! E agora? – Final

Diante as revelações feitas por Franz, que foi a fundo na mente de Débora, ficou claro o que ela havia feito… Era uma noite fria e típica de junho no hemisfério sul. Débora se despediu e desligou rapidamente o Skype. Alegou que estava com muito sono e precisava descansar para acordar cedo no dia seguinte e fazer o que eu havia lhe pedido. Porém, aquilo foi uma mentira para se livrar de mim e ir para uma reunião importante com outro acionista da empresa. Ela havia se arrumado mais do... Continue lendo

Após a transformação, como é a “vida” de um vampiro?

Sempre me fazem esta pergunta: Ferdinand como é a vida ou morte depois de ser transformado em um ser da noite, vulgo vampiro? Obviamente isso é muito abrangente e dificilmente faço um detalhamento por e-mail. Salvo aquelas vezes em que simpatizo com quem me escreve. Em função disso e como hoje estou com muita insônia, resolvi dedicar parte do meu tempo on-line para vos falar um pouco mais da rotina de um vampiro. Seus afazeres, seus benefícios, malefícios e tudo o que mais que envolva as noites de um ser sobrenatural... Continue lendo

A Vingança de Rebecca – Parte II

Eu acabei recordando o tempo em que era apaixonada pelo único professor de Francês que tive na adolescência, sempre tinha apenas professoras, até descobrir que ele era um psicopata, mas isso é outra longa história… E naquele momento, eu ainda não conseguia acreditar no que meus olhos estavam vendo. Observei o que acontecia por alguns minutos, pensando no que faria em seguida, de que forma reagiria quando percebessem minha presença. Recostei-me na porta e olhando para minhas unhas, falei com desdém: – Meu querido Senhor, por que não me chamou... Continue lendo