Eu aclamo

Eu aclamo

Onde está meu ego? Perdido entre as sensações que nego? Ou será que realmente, o monstro sou? Nunca liberto-me do pavor, À alguém, eu conto meu temor… À alguém, eu faço as preces, Para encontrar sentimentos alegres. O desejo sanguinário dentro de mim, nunca...