Olá pessoas do mundo do sol, tudo bom?

Eu estou bem, obrigado! A vontade em escrever novamente aqui era muito grande, tão grande que por alguns vezes pensei em ir a algum lugar, mas me contive. Florianópolis anda com as noites muito turbulentas, é muito gringo junto e o verão não me faz muito bem…

Pelas mensagens que recebi nesse tempo que fiquei ausente, percebi que existe muita gente sedenta por novas histórias. Para todos os seres que se contactaram por mensagens comigo eu digo que estou bem. Aliás, umas das melhores coisas em ser um vampiro, é que independente do grau de “estrago” em que possa a vir se encontrar nossos corpos, basta algum tempo para ele regenerar e voltarmos a ter aparência que tinhamos no momento em que fomos  “abraçados”.

Por vezes encontro vampiros jovens (últimamente tenho visto muitos) e eu fico pensando,será que esses jovens de hoje são preparados para se tornar um vampiro? Será que eles conseguirão viver nesse mundo rodeado de novas tecnologias: TV digital, internet, homem em marte, água em outras estrelas… Não sei, a maioria dos vampiros ainda é muito tradicionalista, muitos nem sabem para que ser um computador.

Mas isso tudo é papo para os meus artigos que virão!

Fiquem bem meus amigos, blood kisses ^^