Tag: polícia

Odeio o anoitecer – Parte 2 de 2

O clima estava pesado, Hector não é um tipo de vampiro dos mais tranquilos e eu não sou flor que se cheire, ainda mais quando me deixam puto por pouca bosta. Porém, quando o assunto é tacar a mão em alguns filhos da puta eu posso sempre contar com meus aliados/amigos. Eliot foi por terra usando sua velocidade vampiresca. Hector também utilizou sua agilidade sobrenatural, mas também estava invisível aos olhos humanos. Eu também usei minha velocidade acima da média humana, mas fui um pouco atrás e antes de chegar... Continue lendo

A vampira pin-up – pt3

Algum tempo depois eu me lembro de estar jogado ao chão e com a cabeça em cima de uma almofada. Quando sinto um empurrão na perna direita. Era Eleonor que estava toda desarrumada, eu por outro lado ainda estava nu e com sangue por todo o corpo. – O que havia acontecido comigo – Pensei confusamente. Então minha bela morena me ajudou a se levantar, empurrou as roupas para meu colo e disse para se arrumar. Ao nosso redor todos ainda estavam pelo chão, porém vários estavam machucados, muitos gemiam... Continue lendo

O gari serial Killer – Parte 1

Ferdinand o que tu fizestes no final do ano? Pois bem meus ávidos leitores… Segue parte do meu final de ano em meio a investigações e algunas cositas más… Oswaldo sempre foi um cara do tipo festeiro, daqueles que sempre anda cheio de amigos e esbanjando sorrisos. O seu único problema, que inclusive pode ser visto em muitas pessoas, é aquela famosa falta de limite. Fato que inclusive lhe rendeu alguns boletins de ocorrência na adolescência. Cousas poucas eu diria: Pequenos furtos, direção perigosa e um outro mais ousado envolvendo... Continue lendo

Caso policial: Sacrifícios diabólicos

Na semana passada meu ex-cunhado, o delegado e irmão de Beth, me ligou contando sobre um novo caso. Sempre que vejo seu nome na tela do meu smartphone, meu lado investigativo se expande e inevitavelmente eu abro um “sorrisão”. Então de imediato atendi e deixei que ele falasse, pois nossa última ação juntos não havia sido muito boa. – Ferdinand, preciso da sua ajuda em um caso extra oficial… Tais aqui perto? Acho melhor falar contigo pessoalmente… O papo foi rápido, ele não tocou em assuntos passados, mas assim que... Continue lendo

Adoro ver o sangue de traficantes

Nestas últimas noites vivi momentos interessantes junto de minha amada Beth. Momentos em que por vezes desejei ser mortal para poder passar um dia inteiro a seu lado, aproveitando cada segundo a seu lado. Claro que não fico me torturando por causa deste mísero detalhe, todavia achei legal falar disto, pois ouvi comentários aqui pelo blog com dúvidas a respeito do que Beth estaria fazendo. Enfim, deixando o lado humano de lado, este post é para falar de uma história interessante que me ocorreu a umas quatro semanas atrás, onde... Continue lendo

Poker e o desjejum do mês

Aposto o teu e mais 100! Ok ok “all in”… Tá, pago pra ver, mostra ai. Só isso? Minha dupla de damas leva! Assim começava minha noite de sexta, ganhando do pessoal no poker, adoro esse jogo. Pelo menos garanti a grana para o conserto da minha câmera. Jogar com os amigos uma vez por mês é muito bom para distrair e não cair na rotina no relacionamento. É algo que sempre deixei claro com a patroa, cada um tem de ter o seu espaço se não o bixo pega,... Continue lendo

TPM, surge uma nova caçada!

Humm esse perfume no ar… Os dias dela estão chegando, mais uma vez a Beth vai ter os seus “red days”. E o que isso importa? Bom, além do fato de que em breve ela vai estar super irritada, querendo bater em tudo que surgir no seu caminho, é também um momento em que um vampiro fica digamos mais “excitado”. Excitado, claro, no sentido de alimentar o seu demônio… Nesses dias é bom sair por algum tempo espairecer, trocar os ares e voltar quando a fera estiver mais calminha. Em... Continue lendo

Dias de trabalho… Instinto – Parte 2

Dias de trabalho… Instinto – Parte 2

Salve povo, Então, ainda estou cheio de trabalhos, e segue a continuação da história do doutor: Instinto – Parte 2 Mas que merda cara, olha o estado desse cara! – Disse Carlos Eduardo Guimarães, investigador da Polícia Civil de Florianópolis ao seu parceiro, Ricardo Augusto dos Santos. Investigador Carlos entrara para a polícia há cinco anos atrás, e nesse meio tempo viu a cidade em que nasceu mudar radicalmente. Ele já fora baleado duas vezes, uma em uma operação conjunta com a Polícia Militar, quando eles desbarataram uma quadrilha de... Continue lendo