Hoje fui a um churrasco, sim aquele ato de por a carne em um espeto e esperar assar, ou queimar… Foi um convite do mecânico da minha moto. Gente simples, mas que possui um papo muito interessante. Por que diabos o Galego está falando sobre isso? Bom, é que na verdade é mais uma das coisas do dia a dia pelo qual um vampiro precisa passar.

Atualmente, ir a um churrasco para um homem é estabelecer o seu grau de amizade com seus conhecidos: “Opa o Galego veio, gente fina” Por mais que eu seja o cliente chato. Sim, as vezes minha moto possui arranhões, peças faltando e lá está o mecânico… Eu queria fazer uma propaganda dele mostrando seus serviços e nomes, mas é difícil… Imagine a filhinha dele, entrando na internet daqui uns tempos e encontrando o nome do pai ligado ao vampirismo??? Não, não isso não seria bom. De qualquer forma, deixo aqui o meu manifesto de que ainda existem mecânicos bons, principalmente os que trabalham em um certo bairro chamado Trindade…

Nada de carne, nada de chop, apenas sangue. Triste dieta, sempre o mesmo gosto…

Na verdade hoje só passei aqui para fazer certa demarcação de território, em breve trarei o fim da história da vingança, texto no qual trabalho neste momento e que muitos imploram o fim. (Ok pessoas eu sei que está demorando)

Kisses^^

Galego