Divulgação – Os Vampiros de Dubai

Esses dias o André, entrou em contato comigo aqui pelo blog e mandou um link para um de seus trabalhos Os vampiros de Dubai.
Então, como sou sempre muito curioso resolvi ir atrás e dar uma olhadinha. Para minha surpresa encontrei um trabalho muito bem elaborado e com idéias interessantes que vale a pena compartilhar com vocês.

“Uma obra de ficção que retrata os estranhos acontecimentos ocorridos num complexo hospitalar
recém-inaugurado nos Emirados Árabes e presenciados por uma equipe médica.
Um paciente infectado por uma bactéria resistente vai mudar os rumos da humanidade
e uma nova raça irá surgir nos momentos de trevas.
Uma história de Terror repleta de Ciência, Suspense, Amor e Traição
que dará origem a uma nova geração de vampiros viajantes do tempo.
Acompanhem o início dessa jornada adquirindo o eBook.”

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

19 Resultados

  1. A história me lembra um pouco ao “Resident Evil”, eu achei interessante. Alem disso, eu gostaria de dizer algo que não tem nada a ver com o assunto: sabe, eu nasci sem unhas, com uma palidez estranha (tenho uma palidez anêmica até hoje embora eu seja estranhamente saudável)e os meus caninos são esquisitos. Sou um psyvamp (qualquer vidente diria isso)mas tenhos alguns sinais de que sou um dhampir (filho ou descendente de um vampiro)sei que um vampiro não pode se reproduzir da mesma maneira que um humano, mas eu me sinto um tanto confuso. Poderia ajudar-me?

    • Galego disse:

      Se existe uma coisa que me deixa puto da vida é essa nomenclatura: Psyvamp. Acho que isso rebaixa a situação dos vampiros a míseros humanos mortais. Pois bem, acho que tenho de explicar algumas coisas para ti. Não sei o que tens lido ou o te contaram, mas todos os humanos manipulam energia, uns sabem, outros não e ainda tantos fazem isso de forma diferenciada. Pegando para si mais do que o normal, que onde talvez tu te encaixes. Pense comigo e veja esse exemplo: quando uma pessoa está feliz ou triste ao seu lado isso não te influencia? São as energias além da visão se manifestando! Não veja isso como algo negativo de minha parte, mas como o conselho de cara que gostaria de ver as pessoas evoluindo.

  2. Doppelgänger disse:

    Concordo que a história tem alguns clichês logo de cara. Mas se o cara for bom escritor, dá p’ra ignorar isso, ou não.

    E essa parte aí: “(…) nova geração de vampiros viajantes do tempo.”
    Tomara que seja tipo uma metáfora ou terei pesadelos esta noite. ó-ò

    A proposito, nasci pelado, careca e sem dente. Seria eu um golum? (pensa)

  3. H. Cadu disse:

    Cara ,tomara que não seja um desse livros toscos envolvendo paixões entre vampiros e humanos ¬.¬
    Boa sorte então André 🙂

    • Doppelgänger disse:

      Pois o que me deixa mais preocupado não é o romance, mas as mudanças radicais que estão tentando fazer na lenda dos vampiros. Putz grilla, evacuar em cima de uma lenda que vem se desenvolvendo há séculos, coisa de gente anencéfala!

      Mas é claro, se a mudança tiver algum fundamento, pode ser bem-vinda. ‘-‘

  4. Obrigado por comentarem…

    “Os Vampiros de Dubai” é uma compreensão científica no ponto de vista biológico de um fenômeno ocorrido, com o objetivo de apresentar de uma forma mais real, a criação inicial desses personagens em nossa época. A lenda do vampiro é tradicional e será extremamente respeitada e tratada na segunda obra, onde o cenário é a idade média.

    Alguns trechos finais de “Os Vampiros de Dubai”:

    “O Conde André Victtor era um vampiro que possuía um poder especial. Em uma sala secreta escondida a sete chaves naquele castelo, ele levava os indivíduos que estavam sob o seu domínio psíquico para deslocá-los no tempo, deixando-os em outras épocas para sempre manter viva a continuação de suas espécies. Em uma noite de tempestade ele praticou um antigo ritual de magia cabalística e conseguiu transportar Andrews, Helena, Lucyel, Charles, Valkíria, Sammantha e Frederik para um passado distante. Todos eles foram parar no século XIV, bem durante o período da Santa Inquisição.”

    Essa geração de vampiros viajantes do tempo, serão seres sexuais e sedutores que se envolvem em romances, sofrem, matam, são perseguidos, enfim, tudo aquilo que faz parte da natureza humana e sobrenatural digna de um vampiro, que possa causar fascinação e sensibilidade naqueles que ainda conseguem assimilar essas virtudes…

    É isso aí…jamais alguém conseguiu agradar Gregos e Troianos…

    “Mas Eu vou conseguir… Sabe por quê ? Sou um Vampiro…”

    • Doppelgänger disse:

      Agora sim, clareou minhas idéias…

      Então esse tal “Vampiros de Dubai” deve ser caixão e vela preta! 8D

    • Paola Hübner disse:

      Nossa, agora eu vou ler mesmo. Interessante a história.
      Eu escrevo também, ou pelo menos tento ¬¬ Tenho muitas ideias pra esse tipo de assunto, mas nunca consegui terminar. Quem sabe preciso de alguem como inspiraçao. As melhores coisas saem da tristeza.

  5. H. Cadu disse:

    LOL
    Lendo agora o comentário do Andre,o livro ta me ”chamando”!
    Cara lendo a ”sinopse” ,parece ser uma literatura muito boa e meio que soa ”Entrevista com o vampiro”.
    Boa sorte Andre (de novo) e cara tomara que de pra eu ler seu livro(ô curiosidade que não mata gato,mas mata cachorro 😀 ).

  6. H. Cadu disse:

    Ah Galego,então se a questão de ”energia” enfluencia mesmo,acho que é por isso que todo mundo que se aproxima de mim sente uma forte energia negativa.

  7. Realmente estou curiosa para ler !
    Viagens no tempo e um assunto intrigante que desperta curiosidade em vários campos(Física , magia , literatura ) somado aos vampiros ,que criaturas são fascinantes e misteriosas ! combinação no minimo interessante !
    Quando tiver tempo vou procurar o livro !!!
    =D

  8. descobri hoje esta pagina e francamente estou amando e bom saber que nao estou so neste pais ensolarado.Galego vou te acompanhar por longos seculos

  9. ja pensei em montar uma pagina no seu estilo mas prefiro ser discreta e nao chamar a atencao mas adimiro sua coragem meu amigo.sorte na jornada

  10. Ms.Rochester disse:

    Lol,concordo com a maioria dos comentários escritos,até pq ja encheu ne gente? fala sério,esses livros babacas de vampiro que se apaixona por uma humana e vira o mocinho da história,nao tá com nada! ^ ^ mais fora da realidade possivel,tanto que o unico livro de vampiro que eu realmente gosto é o entrevista com o vampiro,mas ainda sim nao o tomo como verdade absoluta.

  11. =======================================
    “Os Sobreviventes da Santa Inquisição”
    =======================================
    Leiam a Sinopse da segunda obra que ainda estou escrevendo:
    *
    Após forjar a morte da princesa Valência, o Dr. Esteban é obrigado a morar com ela e seu filho em uma casa afastada da cidade, bem no alto de uma colina onde eram visitados somente pelos seus pais, o Rei e a Rainha da Espanha. Esteban e Valência iniciam um romance secreto entre si e pela cumplicidade de seus atos descobrem aos poucos o que eles são na verdade. Uma organização secular é instalada na cidade para executar as punições da Igreja Católica sobre as acusações apresentadas. Algumas mortes estranhas começam a surgir pela cidade e a suspeita desses crimes cai cada vez mais sobre a família do Dr. Esteban. Fernando se transforma em lobisomem e tenta matar o filho de Valência. A população exige que uma caçada noturna seja feita e que os acusados devem ser julgados pela Santa Inquisição. Lorenzo, um terrível juiz inquisitor persegue e decreta uma sentença de morte que contraria a ordem natural dos vampiros, podendo colocar em risco o futuro desta espécie. Durante o julgamento, Lorenzo é desmascarado e todos eles devem ir para a mesma fogueira. Agora somente um sacrifício vampírico poderia retirá-los daquela situação e os tornarem em “Os Sobreviventes da Santa Inquisição”.

    ^^@^^

  12. Jeff Andreoli disse:

    nossa Terror repleta de Ciência, Suspense, Amor e Traição…\o/
    eu quero ler…aaaaaaaaah \o/ hahahah ^^

  13. Áquila G disse:

    Estou curiosa,gosto delivros com varias emaçoes…legal.

  14. Áquila G disse:

    Estou curiosa,gosto de livros com varias emoçoes…legal.