Recebo muito e-mails perguntando se realmente sou vampiro, isso é engraçado pois as vezes até esqueço que tomo sangue. É sério  como eu já disse a necessidade de sangue é menor do que essa que aparece nos filmes, não é todo dia que eu chupo um pescocinho. Mesmo por que eu já disse que isso é coisa de gente das cavernas. Nada melhor que uma boa bolsa de sangue geladinha nessas noites de calor…

Meu dia a dia é algo simples, já tive uma vida revolta, em meio a batalhas, em meio a brigas, disputas. Já tudo que alguém que sonha em ser vampiro já poderia ter feito. Como nasci a alguns séculos atrás, quase três para falar a verdade, eu vi a terra passar por diversas fases inusitadas. Coisa que rende muitas histórias, este é o motivo principal desse blog. No entanto hoje eu vou falar um pouco mais do meu dia a dia. Para que vocês tenham noção de hoje vivo tranquilo.

Minhas noites tem em média 11 horas quando estamos próximo do equinócio de inverno e 10 horas mais perto do verão, querendo ou não este é mais um castigo, quem vive de dia tem muito mais tempo para fazer as coisas, sem contar que pode usar a noite. Eu também posso usar o dia para fazer as minhas, mas eu fico cansado. É a mesma situação de humano, chega uma hora que tu não aguenta e precisa tirar um ronco.

Alguns vampiros que se aproximam se sua besta interior conseguem passar muito tempo sem descansar, mas eu ainda prefiro ter essa fragilidade antes de virar um monstro por completo. Mas vamos ao assunto antes que eu me alongue demais em minhas opiniões.

21:00 – Acordei! Tá certo eu poderia ter acordado antes, lá pelas 19, mas eu geralmente faço algumas coisas de dia e alongo meu sono.
É hora de lavor o rosto escovar as presas, arrumar a cama e se preparar para o trabalho. Não tenho empregada, Maria a última, começou a me incomodar com seus decotes e depois de umas duas seções de “vem cá me da um pouco do teu amor” eu a dispensei por piedade e por que não estava mais limpando a casa corretamente. Mochila preta com equipamentos fotográficos, camiseta de algodão, colete verde escuro, calça jeans e All-star preto esse é o meu kit diário nos  últimos 5 anos. É na verdade um disfarce pois a maioria dos fotógrafos da noite que conheço se vestem assim…

21:20 – Olho meus e-mails, para confirmar o local do ensaio de hoje e além disso não tenho notícias de minha namorada que está na Europa[bb]. Isso é um pouco preocupante pois ela ainda não é uma vampira…
21:30 – Vou para garagem, ligo a luz e lá está minha companheira, uma boa “Old School” classic de 1500 cc. Ligo ela e é sempre o mesmo som que arrepia. Abro a porta da garagem e me surge a bola de pelos do meu cachorro. “E aí como foi o dia” “Nada demais, umas cadelas ai e umas voltas pelo quarteirão” “Tá bom então garanhão, deixei uma comida pra ti la na varanda”… depois de algumas lambidas e de um oi rápido eu saio. Apesar de já estar acostumado com essa telepatia com os animais eu as vezes ainda me pego pesando: “Porra eu tava falando com um pastor alemão?”. E fico com cara de bobo.

22:30 – Começa uma secção de fotos com uma modelo no sul da ilha. Bela moça, 14 anos e já parece um mulherão. Cada vez mais essas crianças parecem mini adultos… Mas tudo bem o lance é ganhar essa graninha rápido. Fotos pra la fotos pra cá…

3:00 – “Valeu galera vo pra casa separar as melhores e já envio para vocês” “Fulana anotasse o login e senha para fazer FTP?” “Sim, sr. Galego” “Abs té mais galera”

4:?? – Estou em casa no meu notebook separando as melhores fotos, e enviando para o Bureau tratar… … … … …

5:12 – “Eita, cansei” penso comigo “Lanchinho?” “Já esta, tarde”

5:20- Vou para o banho faço aquele tradicional choque térmico… “Droga vai amanhecer daqui a pouco”… …

5:40- Faço uma breve ronda ao redor da casa, meus sentidos aguçados não percebem nada. Tranco as portas, janelas e durmo feito um anjinho ^^

14: 00- Acordo para falar com o pessoal do Bureau e enviar as fotos para a agência de publicidade.

15:00- Volto a dormir…