Dia a dia no japão…

Cara to adorando esse “paíszinho“. Digo no diminutivo como forma de carinho… É muito massa aqui, eu to aprendendo a gostar de tecnologia, é algo como futebol para os brasileiros. Mania nacional.

É uma pena que esse mês não existam festas por aqui: “Kaminazuki: o mês de outubro é conhecido pela ausência de divindades. Segundo a tradição xintoísta, neste mês, os deuses se reúnem no Grande Santuário de Izumo, sudoeste do Japão, dedicado à divindade Ôkuninushi-no-Mikoto e, por isso, não há motivo para festividades.”

Vou sentir falta da “October” de Blumenau e daqueles belos pescoços, com sangue a base de pura cerveja alemã.

Acho que vou ficar aqui até o fim do mês, mas preciso pedir permissão ao príncipe… Apesar de eu ta pouco fudendo pra ele, é melhor estar por aqui com o visto em dia.

Amor da minha vida se tu tiver vendo meu blog, eu to com saudades hehehehe Mas eu te ligo ainda hoje, Bjão…

Ta, vou lá ver se consigo uma boa refeição, até mais… “sayonara” 😛

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...