Entrevista com o Doutor

Sim minhas deliciosas leitoras aqui uma entrevista inédita com o Doutor, lembram-se dele? Das histórias sádicas, dos momentos intensos em meio as vontade e desejos ocultos…

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

165 Resultados

  1. Gabriela Rodrigues disse:

    confesso fiquei com medo dessa risada,eu que nao gostaria de ser uma paciente dele,rsrsr

  2. A(not)vampire disse:

    Concordo Gabriela, mas na verdade eu também acabei ficando irritada. Pqp, esse cara nunca para de rir?! Enfim, acho desnecessário dizer que alguém deveria ter trancado ele num hospício (se ele fosse humano) e jogado a chave fora.
    Galego, quem é o criador do “doutor”?( entre aspas porque esse cara não é doutor porra nenhuma)
    Espero que as próximas entrevistas sejam mais longas, e os entrevistados menos maníacos.

  3. JuliaBittencourt disse:

    Confesso que eu fiquei rindo que nem uma idiota aqui. ( a risada dele é engraçada haha)

  4. Cassandra disse:

    Céus ! Adoro-vos…mas esta entrvista veio reforçar a minha ideia de que esse mundo nao é mesmo para mim…rsssssssss.
    Um abraço.

    • Depende minha querida, não é só de loucuras ou sangue e perversões que existem em nosso mundo. Prometo trazer algumas histórias mais tranquilas em breve 😉

      • Julia Bittencourt. disse:

        aaah mas é exatamente as loucuras que são o “bam” das histórias…. Adoro lê-las… muito mais interessante que os diários dos meus irmãos uashuahsuahs

  5. (w) O Doutor disse:

    De fato, não entendo e talvez nunca entenderei o comportamento de alguns mortais. Vocês riem tão pouco! Talvez uma consulta comigo possa faze-los olhar o mundo de uma ótica diferente, e quem sabe, apenas quem sabe, após esse encontro vocês passem a rir mais diante das coisas cotidianas que acontecem em suas vidas mortais patéticas não?
    Ah… droga, me senti o Jigsaw, aquele amador, tentando fazer as pessoas valorizarem mais as suas vidas! Ok, vocês entenderam a mensagem.

    Pois bem, aqueles que questionam minhas perícias enquanto médico psiquiatra, bem como minhas faculdades mentais, o mesmo convite: Uma consulta, e suas vidas jamais serão as mesmas. Isso eu prometo 😉

    • Eis me que meu amigo doutor deus as caras por aqui… Bem-vindo meu amigo e divirta-se!

      • Allice Taranti disse:

        “Uma consulta, e suas vidas jamais serão as mesmas. Isso eu prometo ;)”

        É logico que n seria a mesma, ja estaria morta!
        -.-‘

        Esse cara tem de ser internado num hospício e não sair mais!
        Pour l’amour de Dieu….

        De preferencia que queime o hospicio com ele dentro, pra ter certeza que eu vou dormir tranquila

        ‘-‘

    • Sr. Doutor, Bem vindo.
      Faço das palavras de Herr Di Vittore as minhas.
      No entanto se me permitir um conselho, cuidado com o que sugeres, nunca se sabe quem ira aceitar sua proposta.

    • fabiana lee disse:

      Rsrsrsrs pois é ferzinho cade on doutor com aquela risada contagiante …. sumiu …. eu iria convidá-lo pra tomar um vinho comigo será que ele aceitaria ?

    • Anna Beatriz disse:

      Querido Doutor, adoraria ter uma consulta com o senhor, mas tenho um pouco de medo de bisturis. Caso use um comigo não seja tão cruel.

  6. (w) O Doutor disse:

    Ora, meus caros Sebastian e Ferdinand… eu jamais faria uma proposta se não tivesse a genuína intenção em cumpri-la. Aguardo ansiosamente por pacientes dispostos a embarcar em uma jornada insólita na psiquê humana 😉

    • A(not)vampire disse:

      Eita D:
      Eu já pedindo à Deus pra nunca cruzar o caminho do homem e já tem gente “disposta a embarcar em uma jornada insólita na psiquê humana”?
      Vish…

  7. Cassandra disse:

    Bom…como disse adoro vos…mas com todo o respeito prefiro declinar a consulta …as vezes precisamos de ser um pouco loucos para lidar com a nossa propria existencia…sendo assim prefiro nao me curar..rsrsrsrsrsrsr
    Prazer Doutor… prazer Sebastian

    Um abraço Ferdinand

  8. (w) Julie Davonz disse:

    But you guys rsrs…I love 🙂

  9. (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

    Eu saio 30min para buscar nossas companhias e vocês me aprontam uma dessas? ….. Na próxima estarei junto!

  10. (w) O Doutor disse:

    Companhia? Ah… vc fala dos humanos… Um pacote com seis para mim, obrigado 😉

  11. Cassandra disse:

    xiiiiiii….. agora piorou….rsrsrsrsrsrssr… ou melhorou conforme o ponto de vista… 🙂

  12. (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

    Sempre trazendo alegria e diversão aos amigos wampir, e também as belas crianças do dia meu caro Doutor, elas nos proporcionam momentos extremamente agradáveis =X …

    • (w) O Doutor disse:

      …uhum… principalmente quando cobertas por chantilly 😉

      • Rani disse:

        alguem enterna esse cara! Literalmente vou pular na cama de pai e mae e n saiu mais. Eu acho q ja parei de pensar em encontar um vampiro pessoalmente dizer um oi e depois de passar alguns segundos olhando para ele ou ela me mandar dizendo um bay ate nunca mais. Ha e espero q ele nao morre em sao paulo, e aliais e mais facil ,ne? Se alimentar em um lugar onde morre tanta gente, ei aquele acaso q teve la onde disem q viram um chupa-cabra matar um monte galinha era um de vcs ou era mesmo um chupa cabra?

  13. A(not)vampire disse:

    Doutor, você escolhe seus pacientes aleatóriamente ou tem um critério pra isso? Só por curiosidade…

  14. Cassandra disse:

    Agora fiquei sem palavras..Chantily….uauuuu….!

  15. Cassandra disse:

    Bom…e com a cereja no topo…ainda melhor…..rsrsrsrsrsr…ou duas conforme o sitio onde se deseja. 🙂

    • (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

      Wampir+Humanos com Chantily isso que minha cabeça doentia entendeu? =X

  16. Janielly Rodrigues disse:

    Sinceramente? Risada irritante, dá agonia nos ouvidos e não dá medo! rsrsrs

    • Lenna P. disse:

      Muito bom.:-)
      Risada engraçada, lembra um pouco a minha quando estou mais travessa.

  17. (w) O Doutor disse:

    Criança, eu não “escolho” meus pacientes, eles vem até mim ou então os encontro carentes de iluminação. Em breve vocês lerão algo que me aconteceu recentemente, e talvez entendam que não existe critérios e nem amarras, uma consulta tb nem sempre remeterá ao que vocês imaginam… por favor, não me comparem com personagens caricatos do cinema, considerem uma consulta como uma viagem dentro de si mesmos… vocês serão levados onde jamais estiveram antes, o que restar de vocês depois disso, é aquilo que vocês realmente são.

    Franz, meu querido, vc nunca provou chantily com O+ (minha combinação preferida), experimente uma incisão delicada na virilha de sua presa… deixe a vitae misturar-se com o doce… e beba diretamente da fonte.

    • (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

      Perfeito, será minha ‘refeição’ da noite, hoje estou me sentindo um tanto quanto humm como direi, sem vergonha? sem noção ou apenas EU 😀

      • A(not)vampire disse:

        Franz, com todo o respeito, as vezes eu tenho a impressão de que você só pensa em festa :S

    • Maiélen Feijó disse:

      Nesse o+ eu posso ajudar e tbm adoraria ser sua paciente. A dor mostra a nós que ainda estamos vivos msm com o coração parado a dor mostra que ainda temos uma alma dentro de nós.

      • Maiélen Feijó disse:

        A e sem esse negocio de virilha vamos se dizer que ainda sou moçinha Ok. Mais com o sangue O+ eu dou sem nada em troca só não no lugar aonde o Doutor falou.Rsrsrsrsrs tenho a criação antiga com meus 17 anos ainda sou moçinha e até achar o rapaz que eu me apaixone,vou continuar assim esperando o me Romeu rsrsrsrsrs.

      • Allice Taranti disse:

        Maiélen, vc é doente!
        Ou usuaria de drogas…
        ‘-‘

  18. (w) O Doutor disse:

    Janielly, minha querida, apareça em meu consultório. Terei um prazer enorme em te ensinar pelo menos dez novos significados para a palavra medo, e uma infinidade deles para a palavra dor 😉

  19. Janielly Rodrigues disse:

    UAU que recepção! Franz querido, continua o mesmo de sempre! Claro Doutor, será um prazer entender os significados da dor e do medo, principalmente sendo o senhor a me ensinar! 😉

    • (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

      Como sempre uma menina levada =X

      • Janielly Rodrigues disse:

        Eu? Jamais Franz! Apenas uma garota aplicada e curiosa, ja que ele se dispoe a tal, porque não hein? ahahhahahahahaha Janie Angel, não te esqueça ahahahahhahaa

      • Isis disse:

        Curioso, sempre imaginei que Seres como vcs, tivessem uma voz diferente, sei lá, algo diferente dos humanos… Porém não!! Engraçado o que nossos pensamentos criam!! Jurava que existia algo diferente em vcs… E ouvindo a sua voz… Tive a desilusão.. De não ser como eu imaginava!!

  20. Cassandra disse:

    Ok…ok…acho que agora nunca mais vou ver o chantily da mesma maneira ….mas entendo…gostos nao se discutem…rsrsrsrsrsr.

  21. Sou apenas eu ou o rumo desta conversa está indo de definição de medo e dor para escolha do menu.
    E pensar que tendo um Dr. no post teriamos um nivel mais academico a conversa.

    • Cassandra disse:

      ahahahah…bom aqui ja é hora de jantar realmente.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Sebastian, só quiz dar uma graça ao post, pois achei ilária a risada dele, apenas me misturando com o Doutor.

  22. Janielly Rodrigues disse:

    Bom, já que estou por aqui, ja estou de saída, mesmo assim…
    Ferdinand, porque não reativa o bate-papo no site? Acho que seria melhor, para podermos nos comunicar tanto com vocês, como outros membros em tempo real. Só uma opinião tá.
    Até mais ver queridos.
    E aquele Xeruuuuuuuuuuuuuuuuuuuu :*

  23. A(not)vampire disse:

    Não que eu ache você fútil Franz, apenas festeiro. Começa a lembrar meu tio, antes de se casar XD

  24. (w) O Doutor disse:

    Eu ia usar aquela ferramenta que o Franz me apresentou e eu ainda não me adaptei… mas estava eu aqui pensando no menu do dia, digo, da noite… ouvindo música… quando me peguei sorrindo para um verso de um dos célebres artistas brasileiros que vocês humanos produziram. Não consegui não me identificar com a canção…

    “e na vida a gente tem que entender, que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri” 😉

  25. Cassandra disse:

    A lei da selva…uns presas …outros predadores…é a lei da vida tambem, Doutor… 🙂

  26. (w) O Doutor disse:

    A questão, minha querida, é para qual nível da cadeia alimentar vc escolhe estar. E acredite, não se trata de presas, garras e poderes… e sim daquilo que você carrega em seu lado mais obscuro.

    • Cassandra disse:

      Pergunta dificil essa?… realmente nunca pensei seriamente nisso….assim de repente penso logo que quero estar do lado vencedor …mas na verdade terei estofo para isso…ainda nao sei, mas vou descobrir. 🙂

  27. (w) O Doutor disse:

    O lado vencedor? Não seria essa também uma questão de ponto de vista? Vejamos o sádico e o masoquista, por exemplo… não seria o masoquista o vencedor por proporcionar o prazer ao sádico? Ou seria o sádico o vencedor, por dominar o masoquista? Lembre-se, criança, vc não está no topo quando sua vontade persevera ante as demais, e sim quando você conhece a mente alheia mais do que ela própria.

  28. Cassandra disse:

    Se for por esse ponto de vista…nao serao os dois vencedores?

  29. (w) O Doutor disse:

    Ou os dois perdedores, escravos de seus próprios desejos… 😉

  30. Cassandra disse:

    Sim… tem toda a razao… Doutor 🙂

  31. (w) O Doutor disse:

    Mas ainda provocando vc com a discussão… se somos metade instinto, metade razão, porque consideramos fraco a entrega aos desejos? Não seriam os desejos, mesmo os mais obscuros, a manifestação máxima de nossos instintos? Pense, criança, pense…

  32. Cassandra disse:

    Muitos nao pensam que seja considerado fraco nos deixarmos levar pelo instinto…provavelmente é nos incutido que é errado e nos contemos…. a liberdade e muito dificil de conquistar…. ou entao temos medo de arriscar…

  33. (w) O Doutor disse:

    Novamente chegamos nessa palavra que eu tanto gosto de estudar… o medo. Quase tudo leva a ele.
    A liberdade, criança, é o perfeito equilíbrio entre razão e instinto, é por isso que estudo o comportamento de meus pacientes, a dor por si só é reveladora, libertadora… mas acredite, o que vem depois disso é muito, muito mais interessante.
    Você precisa estudar seus limites, fazê-los se ajoelhar ante sua vontade… e então talvez, somente talvez, você encontre a resposta para os questionamentos que fizemos a pouco.

  34. Cassandra disse:

    Falando de medo e dor…eu pessoalmente posso enfrentar varias coisas que me assustam…mas isso nao é medo…a dor…já é algo algo que considero aterrador…sera que posso dividir as duas coisas ..ou estao intimamente ligadas?

  35. (w) O Doutor disse:

    Primeiramente você precisa descobrir se vc teme a dor, ou a idéia de sentir dor. São coisas distintas. Um simples exercício e descobriríamos isso rapidamente… Eu pessoalmente, acharia revelador observar suas reações ante a dor iminente. 😉

  36. Cassandra disse:

    ahahahaha…Bom …nessa tenho que discordar Doutor. 🙂 Mas admito que ja me fiz essa mesma pergunta…”Se temo a dor?”…Cheguei ao ponto de tentar descobrir se seria totalmente submissa ou nao … Mas testar os meus limites, essa é a resposta certa…..sim é o que farei. 🙂

  37. (w) O Doutor disse:

    Costumo dizer que testar os limites é como caminhar sobre a lâmina de uma espada, um escorregão, e você pode imaginar o resultado… Seus questionamentos são o primeiro passo para as respostas, criança. Gostei de vc, qual seu tipo sanguíneo mesmo? 😉

  38. Cassandra disse:

    Ahahahahahah…Doutor…nao sei mesmo…rsrsrsrsr..Obrigado por este bocadinho, tambem gostei. 🙂

  39. Janielly Rodrigues disse:

    Eu sai e o papo ficou bom? Ah doutor ja me sinto enciumada! rsrsrs 😉
    Alguém vivo ou morto? Talvez os dois? rsrsrs

  40. Suellen Dahmer disse:

    Não que eu tenha medo de ti Dr,muito pelo contrário te acho fascinante, e devo admitir que quando conheci teus contos no site, parei de ler os posts do Ferdinand por um tempinho, e busquei as continuações dos teus contos,inclusive indaguei a o Ferdinand se um dia você voltaria, e
    voilà aqui esta tu.
    Bem deixo evidente o convite de que se um dia quiser testar seus limites, é os meus, pode me usar como um experimento.
    suellendahmer@hotmail.com

  41. Certamente quando iniciei este projeto em 2008 estava claro em minha mente que a minha não vida e de meus irmãos despertaria muitos desejos. Do mais simples inspirado pelo furor do aprendizado, até o mais humano que provém da vontade de estar próximo ou amar.

    Meu clã sempre foi adepto desta convivência pacífica, ao menos com quem merece, porém confesso que ultimamente venho me afastando novamente da humanidade.

  42. Cassandra disse:

    Mas por vontade própria, por obrigaçao … ou somente desilusao com a humanidade?

    • São muitos os fatores Cassandra, mas digamos que de tempos em tempos você precisa escolher um lado da moeda. Neste momento eu estou do lado dos meus, entendes?

      • Cassandra disse:

        Compreendo…é por esse motivo que as familias existem…para nos apoiar e nos ajudar quando nos perdemos…fico feliz… pois pelo que observei ….Ferdinand esta em boas maos.
        Um abraço

  43. karol4133 disse:

    O sangue AB- não é tão raro, bom, pelo menos na minha cidade não é raro…

  44. (w) O Doutor disse:

    Meu querido Ferdinand tem uma visão interessante sobre a convivência pacífica!
    Janielly, criança amada, não há necessidade de ciúmes, mas se resolver brigar com Cassandra me avise, que providencio meta-anfetaminas para prolongar a luta e facas cegas para aumentar a dor 😉

    Ah, minha doce Suellen, de fato estive quatro anos ausente. Já enviei para Ferdinand um relato onde em algum momento devo explicar o que eu estava fazendo esse tempo todo. Porém agora resolvi voltar, estava com saudade dos meus queridos amigos e irmãos de clã. E pelos posts recentes de Ferdinand, penso que ele está precisando de mim, não é mesmo, querido amigo? Sobre seu anseio, querida Suellen, de participar dos experimentos, terei um imenso prazer em doutriná-la em meus estudos. Procurarei você mais breve do que imagina…

  45. (w) O Doutor disse:

    Um excelente entretenimento, especialmente se for em um terreno extremamente liso, com trajes mínimos…

  46. Cassandra disse:

    Facas? ..gosto mais de amar do que lutar…rsrsrsr…talvez numa outra oportunidade…é que nao sou muito ciumenta… 🙂
    Um abraço Doutor

  47. Janielly Rodrigues disse:

    Sorry amores, estava atendendo cliente, to no trampo rs 😉

  48. (w) O Doutor disse:

    Isso aqui ficou mto silencioso… vou usar aquela outra ferramenta que muitos ja consideram antiquada – tb conhecido como msn – pra escolher o cardápio da noite 😀
    Franz, vai um pacote de seis pra hoje?

  49. (w) O Doutor disse:

    Acredite, se eu caçar em uma das suas lindas casas lhe darei um prejuízo um tanto quanto considerável. Especialmente com relação a reputação do lugar… digamos que eu prefira situações mais…. inusitadas? em especial daquelas que estão sempre dispostas a aprender uma lição ou duas 😉

    • (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

      Podemos providenciar sempre, manipula ‘situações’ é deveras fácil para nós, mesmo sem os poderes da mente, aliás tenho os usado cada vez menos, os mortais estão tão simples nesses tempos ‘tecnologicos’ que não faz sentido ler oq pensam….

      • Cassandra disse:

        Bom Franz aconselho a começar a ler novamente….por vezes pode supreender-se com alguns pensamentos..ou nao…rsrsrsrsrrs

  50. A(not)vampire disse:

    Franz, você nunca responde meus e-mails 🙁

  51. A(not)vampire disse:

    Obrigada, vou tentar o marquesfranz@gmail.com 🙂

  52. A(not)vampire disse:

    Acabei de enviar, espero que dessa vez funcione…

  53. Hellena Lamonier disse:

    o sorriso dele me da arrepios. serio eu ficava sozinha numa casa de 300 m quadrados e os Pit BulLs do meu pai que insistiam latir tentando se livrar das correntes num barulho infernal e eu com meu pinchar isso aos meus 7 anos e jamais fiquei com medo mais esse ser ai, que se denomina Doutor tem o dom de me dar calafrios de temor com o simples sorriso

    Valeu*

  54. (w) O Doutor disse:

    Vocês já provaram a vitae temperada pelo medo?
    O medo é apenas o gatilho que nos leva a superar nossos limites, certa vez me alimentei – não antes sem inquiri-lo – de um velho praticante de artes marciais. Questionei-o se, depois de tantos anos, ele ainda sentia medo de lutar. Eis que, pois, em uma forma bastante peculiar de sabedoria, ele me disse que se não sentisse medo já teria morrido. Pois o medo era o gatilho que fazia com que ele lutasse melhor.
    Algumas pessoas acham que meus estudos se limitam a bisturis afiados, muito sangue e muita dor… Convenhamos, crianças, não saí de um filme tarantinesco de segunda categoria. A risada confesso que soa um pouco estranha, mas não temam a verdade por trás dos meus estudos, do contrário, a abracem, e encontrem o acalanto para todas as suas dúvidas. Hellena, seu nome me traz boas lembranças… passei meus últimos quatro anos na companhia de uma Helena, não a de Tróia, mas poderia levar nações a guerra com sua beleza, uma pena que se revelou tão somente uma cadela miseravelmente simplória. Enfim, cenas do próximo capítulo….

    • Sim meu nobre amigo, quem acompanha minhas histórias por aqui sabe que tenho um forte apreço pela caça e nesta, pelo sangue dos miseráveis que fogem de meu meu demônio…

    • Hellena Lamonier disse:

      Gosto de você, mesmo que tenha medo”, ler seus comentários me toca o coração( como uma flecha afiada mais não letal) e que pena da sua Helena, conheço um Doutor, um Herói digno dos de Troia, de glorias, um ser amável e que faria qualquer um dar a vida por ele, mais como homens são idiotas … preferiu se afastar pra proteger o diaxo que eu que não fui!

      Fim*

  55. Janielly Rodrigues disse:

    Pra ser bem sincera, a risada dele me fez ter um ataque de riso ahahahhahahaha 😉

  56. (w) O Doutor disse:

    Mas nesse caso em específico, ocorre a relação, que em algumas culturas chega a ser sagrada, entre predador e presa. Ao perseguir sua presa em fuga você estabelece uma relação única entre você e ela, da próxima vez que isso acontecer, preste a atenção em dois detalhes, Ferdinand, no olhar da sua presa, e no sabor de sua vitae… perceberá que não se trata de medo, no momento final, o sabor é o de entrega, com um leve toque de adrenalina.

  57. (w) O Doutor disse:

    Pois é Janielly, a intenção era essa, não entendi o pq do medo das pessoas 🙂 Acho que só você pegou o espírito… mesmo porque estávamos todos em uma linda confraternização vampírica 🙂

  58. (w) O Doutor disse:

    e, como dizem os jovens… eu sou tão bonzinho… só que não 😉

    • Janielly Rodrigues disse:

      Oh sim, tu és otimo doutor, voce apenas tem gosto diferentes.. Eu não convivo com o medo, apenas sou taxada de esquisita ahahahaha 😉

  59. (w) O Doutor disse:

    Mas lá no fundo deve ter algo que você teme… nem que seja o medo de ser taxada de normal, e por isso o comportamento esquisito.
    Humm… toda essa conversa está me dando fome…

    • Janielly Rodrigues disse:

      Deu fome em mim também vou ali assaltar a geladeira ahahahhaa

  60. (w) O Doutor disse:

    e eu vou ver o que tem de novo no hospício… digo, geladeira 😉

  61. Nathaly V. disse:

    vou nem comentar…

  62. christb17 disse:

    Olá! Qndo parece que esta tudo “morto”, novos seres aparecem!

  63. Janielly Rodrigues disse:

    Saudades do Doutor 🙁

  64. ChetFriedrichAlighieri disse:

    Ao contrário de muitos, me encontrei rindo após alguns segundos que o Sr.Doutor começou a dar sua entrevista. O que posso dizer, sua risada me pareceu extremamente Histérica!!!
    Quando ao debate sobre o Medo em geral e S&M , posso dizer que meu único medo é o de ter de falar com outras pessoas cara a cara, ou o que os psicólogos e psicanalistas chamam de “Fobia Social´´. O medo chega a ser tanto que ao sair na rua é sempre preciso usar roupas mais largas, que cubram parcialmente meu rosto e minhas mãos, e totalmente meu corpo por exemplo…
    Não vou dizer que não possuo vergonha desse medo puramente infantil, porque eu estaria mentindo, obviamente. Chega a ser extremamente desagradável se sentir mal ao redor de pessoas normais, que na maioria das vezes não querem nada comigo. Mas…O que eu posso fazer? A maioria dos medos é irracional, não é?

    Quanto a S&M,não tenho nada a dizer sobre o assunto. Obviamente, uma pessoa que possui Fobia social não tem muita experiencia nos quisitos relação sexual e afins. (-.-)

    Mas já que estamos aqui, uma pergunta para o Sr.Doutor e os Wampirs do Blog: O que acham de Sigmund Freud e sua psicologia que muitos chamam de “Ílusória e Barata?´´

  65. Maiélen Feijó disse:

    Senhor (w) Ferdinand Wulffdert di Vittore tem 2 ou 3 pessoas conversando no fundo dessa conversa não é??????? Bom se meus ouvidos ouviram bem e se for verdade que tem as tais pessoas conversando, quem são??????? Desde já agradeço sua paciencia por ler esse comentario 😉

  66. Lola Mariah disse:

    Nusss….mais que legal
    amei amei, quero uma consulta com esse doutor….risada ilária
    xiiiiiiiuuuuuuuuuuuuuu #blé

  67. Áquila G disse:

    Muito contagiante a risada do doutor,toda vez que ouvia a risada dele confesso que eu abria um sorisso.Hj vcs estão até mais soltos,lembrei-me dos primeiros post meio com vergonha.

  68. fabiana lee disse:

    Meu caro doutor eu estava aqui só prentando atenção em sua espalhafatosa e contagiante risada , mais venha cá , me responda uma coisa , que tipo de iluminção seria essa de que tanto falas aos seus” pacientes” e aos leitores , que tipo de benefício isso traria á alguém que buscaria ajuda em um médico pisiquiatra….. e poque a dor traria essa tal iluminação? por um acaso seria mais uma espécie de purificação? não sei? deixo a ti minhas dúvidas ….

  69. fabiana lee disse:

    nossa falando nisso meu caro doutor ontem a noite, voltando pra casa,senti um vulto passar perto de mim , e por onde ele passou ficou a marca dos sapatos , sabe , não sei se foi o medo que eu estava sentindo, mais foi bem real ,e eu ando procurando respostas que até hoje não encontrei, e as coisas que acontecem comigo ,estão me deixando paranoica , poderia me dar um conselho? Sei que aqui não é nem um tipo de divã, e os comentários não são nenhuma sessão de psicanálise , só estou atrás daquilo que não me deixa viver em paz …….. beijosssss a todos,,,

  70. Aeron disse:

    De fato o Dr. tem um riso contagiante. (~Como muitos outros disseram)
    Achei divertida essa entrevista. O Dr. fala sobre S&M sem pudor, isso chamou minha atenção.
    Muito sexy, embora assustador…

  71. lucy waldorf disse:

    apenas acho isso muito viciante assim como essa risada muito boa hahaha ,é como se ele estivesse fazendo algo digo(bebendo 0+ hahaha

  72. aradyna disse:

    kkk risada cabulosa essa em kkk quando escutei ela me deu vontade de rir junto haushauhush

  73. Jeferson Andreoli Hayashi disse:

    Meu Querido Galego…
    fico Show o VampiroCast….HA HA HA

  74. Krysta Ritkoff disse:

    Me passa seu facebook por favor Ferdinand Wulffdert di Vittore

  75. Krysta Ritkoff disse:

    Obrigada

  76. Krysta Ritkoff disse:

    Gostaria de conversar com voce Ferdinand, mas nao quero que todos vejam, quando voce esta online no facebook? Gostei do site, mas tenho muitas curiosidades… Espero que voce possa conversar comigo e responder todas as minhas perguntas. Boa noite.

  77. Krys disse:

    Ok, tbm acho ruim digitar no celular…

  78. ingred alves disse:

    Olá,,adorei a entrevista.
    Me encantei com a voz e a risada do doctor,,espero um dia poder marcar uma consulta com você…

  79. ingred alves disse:

    Brincadeira…não gostaria nem de arriscar rrsrsrs

  80. Sel disse:

    Caro Ferdinand, eu sei que faço perguntas tolas, mas minha curiosidade me atiça e muitas vezes me apego aos detalhes, assim conheço melhor as pessoas. É o meu jeito! Bom, indo para as perguntas: Vc tem cavalos? E, vc nao dorme muito? Pois vejo que tu respondes coisas ao longo do dia e a noite tambem. É insônia, nao?! Bem, para terminar, te admiro por ser tao educado, inteligente e outras coisas mais. Hoje em dia é dificil encontrar pessoas assim… que repeitam as diferenças… Entao é isso, agradeço desde ja!! Beijos!

    • Sim, já tive cavalos antigamente e hoje temos apenas alguns pangarés na casa de Georg. Quanto ao meu sono o papo é longo, mas digamos que ele é desregulado e ao todo eu devo dormir umas 6 horas por dia, sempre intercalando dia e noite 😉

  81. Lili Lefay disse:

    Olá,
    Interessante, ótimo ponto de vista. Sombrio e hilário. *–*
    Gbye Di Vittore.

  82. Lella Moraiss disse:

    Sério, pela primeira vez vi um post na qual os membros Wampir participam e conversam como leitores normais ! ‘-‘ Bizarro… A propósito.. confesso que o design do site está cada vez mais foda* (desculpe o palavrão, feio, e antiético kkkkk) mas se compararmos o design de 2008 com esse aqui…. Okay, sem comentários ! Parabéns Príncipe.

  83. Lella Moraiss disse:

    Owwwwwwwwn s2 u.u não vem me bajular não Príncipe ! Hahaha, sei que não precisas de dinheiro ! u.u

  84. fabiana lee disse:

    cade esse povo sumido rsrsrsr ?

  85. Anna Beatriz disse:

    caro doutor, confesso que fique com um pouco de medo dessa sua risada, mas entretanto amaria ter uma consulta com o senhor. E sobre o livro 50 tons de cinza, tenho quase a mesma opinião.
    Minha amiga quase morreu de susto, mas eu fiquei extremamente exitada. Aproposito sou O positivo, mais minha irmã e AB.
    beijos.

  86. Allice Taranti disse:

    Eu comecei a rir junto com ele

    ‘-‘

    Vc me lembrou um personagem do Bleach…!

    ‘-‘

  87. Allice Taranti disse:

    Ai depois de ouvir umas 300x a entrevista, começo a tentar ler os comentarios dele, no proprio sotaque. dele…!

    “Paaaai, me interna no hospicio!?!?”

  88. angelike balron / apelido angel disse:

    adorei este doutor principalmente esta risada hehehe a entrevista foi muito boa parabéns

  89. angelike balron / apelido angel disse:

    sim querido os papos dos botecos são as melhores eu tenho ob- quer provar ? hehehe amei o que falaram a respeito , não sabia que meu sangue era tão especial rsrs

  90. Katrina Menson disse:

    Namoral que risada demaais ! :O Não é matar .. E aprender sentindo dor ( ILUMINAR) :O KKKKK ADORO QUANDO ELE RIR ! ( 50 tons de cinza é amador) kkkkkkkkkkkkkkk Tesão? kkk namoral FERDINAND Que voz sexy ! hauhsuahs

  91. Valentim Petrova disse:

    Caramba, eu que achava minha risada esquisita. Mas o senhor ganhou Doutor.
    O+ jura, gelei aqui.
    Faça uma descrição de como seria uma consulta com vc? Preciso de um psiquiatra mas se eu for num desses normais do dia a dia (homo sapiens) vou ser enternado no mesmo lugar que as lindas deste site querem colocar você, rsrsrs.

  92. yan d garcia disse:

    poxa,qria tanto viver entre vcs,ele parece ser tão engraçado,poxa ,se tivesse alguma chance de eu ser um de vcs………………

  93. Ana Julia Petrova disse:

    Realmente encantei-me com o jeito do Doutor! Eu ria junto ele! Kkk