Hadrian Shaw, o mago vampiro

Kieran me disse que eu deveria ter um diário, e nele relatar todas as minhas experiências. Disse que eu estava predestinado a mudar tudo, só não sabia se isso seria bom ou ruim… Bem, já aprendi que não ouvir seus conselhos, pode trazer consequências terríveis, vou tentar me lembrar de tudo que já vivi!

Meu nome é Hadrian Shaw, ou pelo menos até aquele dia este foi meu nome… Nasci no ano de 1713, na pequena cidade de Luton. Passei grande parte da infância atolado nos mais variados livros… Meu pai sempre dizia que o estudo rígido, era importante, por mais estranho que fosse o tema. Os anos foram passando e tudo continuava inalterado, nossa casa vivia sempre cheia de visitas, meus pais gostavam muito de fazer jantares para receber alguns amigos. Alguns eram intrigantes, outros muito atenciosos, lembro-me bem de Kieran, em todas as visitas ele fazia questão de conversar comigo por algum tempo, interessado em meus estudos sempre me contava historias de bruxas, monstros e outras fantasias… Hoje eu sei que ele estava me testando e me preparando para o que estava por vir!

Quando completei meu décimo aniversario alguns fenômenos estranhos passaram a ocorrer. No início eram raros, e eu cheguei a pensar ser fruto da minha imaginação, mas a frequência começou a aumentar e os outros perceberam. Lembro como se fosse ontem quando meu pai me abraçou, e com lagrimas nos olhos disse que havia chego o dia, e que eu não deveria temer nada, que logo Kieran estaria chegando e que tudo ficaria bem. A chegada de Kieran era esperada, e para minha surpresa minhas coisas estavam prontas para a viagem, cheguei a me sentir rejeitado, pois pareciam estar se livrando de um peso… Mas com o passar do tempo, e os ensinamentos de Kieran eu pude entender tudo, pude ver o que causava medo em meus pais, e tive a chance de voltar até minha família, me desculpar por meus pensamentos, e agradecer por terem me colocado no caminho.

O treinamento…

Eu me esforcei nos ensinamentos de Kieran, em pouco tempo me tornei seu discípulo mais brilhante, minhas habilidades e poder cresciam a cada dia. Quando cheguei aos 18 anos Kieran disse que havia chego a hora, a hora em que eu deveria escolher meu caminho… Explicou, que os maiores Magistas precisavam escolher tornar-se mestres ou viver a sombra de seus mentores, e que eu não poderia fazer esta escolha, pois ele não permitiria que seu pupilo apagasse a própria luz. E dei inicio a minha jornada pelo mundo, em busca de conhecimentos e experiências que não encontraria em Londres. Em minhas andanças deparei-me com os mais variados tipos de despertos, Wairwulf, Wampir outros Magistas e algumas outras criaturas que nem estavam nos livros… Mas foi em Berlin que encontrei algo de extremo valor, seu nome era Dana!

Dana era uma joia rara, capaz de tirar qualquer um de seu caminho… Longos cabelos da cor do sol, olhos tão verdes que deixariam até mesmo as safiras com inveja. Porém eu não fui o único a deixar meu caminho! Sem que Dana ou mesmo eu percebêssemos, olhos famintos a observavam. Aproximei-me de Dana, e logo que nossos olhares se cruzaram ficamos congelados por segundos, que pareceram ser minutos, horas, décadas… Tentei falar algo, mas pela primeira vez em minha vida minha língua afiada me traíra, sem conseguir falar peguei em sua mão e pude notar um lindo sorriso se formando em seu rosto, e ali teve inicio uma nova fase de minha história. Porem nosso observador também tinha planos que iriam causar muito sofrimento a todos, mas por hora ele não se mostrou, devia ter notado o que eu era e decidiu agir com cuidado.

Não demorou muito para que nos envolvêssemos, Dana e eu, ela decidiu largar tudo e me acompanhar em minhas viagens e eu expliquei a ela que tudo que ela conhecia iria mudar, e aceitou sem pensar. Estava tudo tão maravilhoso que eu com minha juventude e inexperiência não percebi que um Wampir estava nos seguindo, e esperando o melhor momento para atacar.

O inicio da agonia…

Falei a Dana que eu precisava sair da cidade para praticar um pouco, e que não era seguro ela me acompanhar, a deixei em uma estalagem a qual estávamos hospedados e me dirigi à floresta, em minhas praticas acabei perdendo a hora e a noite caiu. Já haviam passado das 22h quando voltei à realidade, brincar com o tempo pode ser uma pratica muito arriscada… Recolhi as minhas coisas, e apressei o passo para encontrar Dana, mas tudo que encontrei em nosso quarto foram roupas rasgadas, um pouco de sangue e a janela aberta. Minha respiração ficou acelerada, minha mente entrou no caos, pela primeira vez em muito tempo eu não sabia o que fazer. Com os olhos cheios de lagrimas clamei pelo nome de Kieran, e ele pode me ouvir… O vento soprou em meu ouvido “Wampir”, e uma segunda lufada de vento “procure o sangue no vento”. Concentrei-me por instantes, colocando a mente em ordem e pensando na mensagem enviada, e finalmente entendi, invoquei o vento e o fiz me guiar ao cheiro de sangue estranho que exala dos Wampir. O vento me guiou ao cheiro, mas chegando lá encontrei apenas Dana inconsciente, o maldito a havia transformado e fugido, até os dias de hoje não consegui descobrir a identidade do maldito Wampir.

Estava claro que eu precisava de ajuda, eu precisava de respostas e não podia deixar Dana neste estado, juntamos nossas coisas e fomos para Londres sempre viajando a noite e eu tratava de esconder Dana durante o dia para protegê-la do sol. O pior foi a fome, ela precisava de sangue e não aceitava o fato de beber de humanos… Fomos o mais rápido possível atrás de Kieran, pois se houvesse alguma forma de reverter isso, ele seria a única pessoa que poderia me responder. Seus estudos do sangue nunca foram segredo para mim, mas confesso que nunca prenderam minha atenção. Então, depois de uma longa jornada enfim chegamos a Londres e fomos de encontro a Kieran.

O erro…

Contamos toda a história a Kieran, e após ouvir tudo atentamente em silencio, ele nos disse que não havia meios de reverter o que estava feito. Dana caiu em pranto e ao ver sua reação não pude aceitar as palavras de Kieran, questionei sobre sua pesquisa do sangue, que devia haver alguma forma de arrancarmos a maldição dos Wampir de Dana. Sua resposta foi fria e clara “A existência dos Wampir, assim como a nossa é obra dos deuses… E ninguém pode desfazer o toque de um deus, nem Wampir, Wairwulf, ou Magista”. Não aceitei esta resposta, e ouvi as seguintes palavras “Já fiz uma escolha por você minha criança, não posso escolher novamente. Se quer usar minhas pesquisas, vá em frente, mas se tentar desfazer a criação de um deus vai acabar morrendo”.

Passei dias estudando a pesquisa de Kieran sobre o sangue dos despertos, e cheguei a conclusão de que poderia curar Dana modificando um ritual de purificação de água com algumas alterações para fazer isso em sangue, nossa primeira tentativa foi um fracasso… Parecia que realmente Kieran estava certo, eu não tinha poder para desfazer o que um deus fez. Foi então que tive a ideia mais idiota de todas… “Eu não precisava purificar o sangue, bastava eu tirar todo o sangue de Wampir e colocar nela sangue humano limpo”. Estava tudo certo, o ritual que iria tirar o sangue e colocar o sangue novo estava preparado, demos inicio ao processo… Estava tudo funcionando, o sangue novo estava entrando no corpo de Dana enquanto o sangue Wampir começava a sair, porém ao invés de sair do corpo dela e escoar pelo chão, algo deu errado. Ele começou a vir em minha direção e sem que eu tivesse tempo de fazer algo, aquilo começou a entrar em mimatravés de meus poros. Uma dor terrível se espalhou por todo o meu corpo era como se eu estivesse morrendo por dentro, a dor foi tanta que não pude conter um grito, e após o grito chamas brotaram de todas às partes do salão consumindo tudo inclusive o corpo de Dana, um pouco antes de restar apenas cinzas de seu corpo houve uma explosão e perdi minha consciência.

O segundo despertar…

Quando recobrei a consciência a primeira coisa que fiz foi percorrer a sala em busca de Dana, mas nem sinal de seu corpo… Passei a olhar a minha volta e não havia nada queimado, estava escuro, mas estranhamente eu conseguia ver perfeitamente… Minha mente encheu-se de perguntas “Onde eu estou? Que fome é essa que estou sentindo?” Caminhei até a porta e ao abri-la deparei-me com um grande salão, um lugar bem conhecido, estava no local de treinamentos de Kieran… Passei a chama-lo incessantemente, precisava de respostas, no entanto ele não apareceu. Depois de um tempo uma porta se abriu e pude ver um rosto familiar, era Kaleb um dos pupilos de Kieran eu sabia quem era ele mas algo estava errado, a ultima vez que nos encontramos ele tinha apenas 15 anos agora era um homem adulto que já ostentava seus primeiros fios de cabelos brancos. Kaleb, o que esta acontecendo? Onde esta Kieran? Ele se aproximou de mim e abriu os braços oferecendo um abraço, aguardamos por muito tempo seu despertar Hadrian, finalmente a tarefa de zelar por seu sono teve um fim, e foi uma longa tarefa de 50 anos. Fiquei horrorizado com a revelação olhei para minhas mãos e então entendi tudo, eu fora punido pelos deuses com aquilo que tentei desfazer… Kaleb, e D… e pude ver seu semblante pesaroso apenas fazendo não com a cabeça. Me leve até Kieran…

O reencontro com Kieran foi devastador, seu olhar de tristeza mostrava o quanto ele desaprovara minhas ações, porem acabei descobrindo que também havia culpa naquele olhar. Naquele mesmo dia soube o que havia me tornado algo que até aquele momento nunca havia existido, ou era desconhecido para ele… Segundo as explicações eu continuava sendo um Magista, mas agora era também um Wampir, o estranho é que eu não conseguia mais manifestar meus poderes, e Kieran me explicou que isso ocorria pois eu precisaria aprender a controlar a minha nova essência e isso seria trabalhoso, pois até mesmo ele desconhecia como… Os anos foram se passando 1, 5, 10, 20 anos e a maioria das tentativas eram falhas, o Maximo que eu conseguia manifestar deixaria um recém desperto envergonhado, varias e varias vezes pensei em desistir e aceitar que era um Wampir e nada mais, porem Kieran nunca me permitiu isso! As coisas só começaram a finalmente mudar no ano de 1841, quando Kieran retornou de uma viagem e disse ter encontrado respostas que ajudariam a entender a controlar meus poderes. Levei mais 20 anos praticando com Kieran para finalmente conseguir dominar por completo os poderes Magistas somados ao Wampir.

A promessa…

Quando finalmente meu treinamento estava completo, Kieran veio até mim com um ar de preocupação. “Meu garoto, com o passar dos dias pude perceber o quão terrível pode ser a mistura dos poderes que você acidentalmente fez, estavas tão compenetrado em aprender a controlar, que nem percebeu que superou meus poderes a mais de 3 anos. Acredito que isso pode ser recriado, e por isso você precisa prometer que nunca vai revelar a ninguém isso. Se algum dia alguém descobrir você precisa fazer com que esqueça, ou deixa a existência.” Um dia o que você fez vai mudar tudo, apenas não sei ainda se para melhor ou pior. Até lá continue estudando o sangue para entender com exatidão o que ocorreu. Andei pelo mundo por mais 40 anos no ano 1900 já havia encontrado as respostas a todas as minhas perguntas… Descobri onde falhei, e descobri que Wampir, Magista ou Wairwulf não é uma doença que possa ser curada. É uma condição que pode ser no máximo controlada. Porém da mesma forma que ocorreu comigo, é possível brincar de deus e misturar as linhagens, mas os riscos são grandes. Até hoje sei da existência de um clã Wampir amigos de Kieran que conseguiram misturar a linhagem com Wairwulf, mas nunca alguém que tenha misturado às três.

Tempo de descanso…

Retornei a Londres e fui ao templo de Kieran, contei a ele minhas descobertas e minhas suspeitas, compartilhamos nossos estudos e então revelei a ele meu desejo… “Meu mentor e amigo, hoje entendo meus erros e meus pecados. Porem já estou vagando há muito tempo e decidi dormir para esperar um outro tempo, em que eu não seja uma ameaça tão grande para a ordem natural das coisas. Em suas mão deixo minhas descobertas, e meus sonhos. Porém darei lhe um fardo também… Farei um ritual que vai ligar nossas essências, meu despertar só será possível com a sua vontade, ou se algo lhe acontecer.” Me despedi de muitos amigos que viviam entre aquelas paredes e me entreguei ao torpor no ano de 1901.

Sono interrompido!

Pouco a pouco começo a recobrar a consciência… O que esta acontecendo, Kieran não clamou por meu despertar, mas sua energia está tão fraca, o que esta acontecendo? Já recobrei a consciência, mas ainda não consigo controlar meu corpo, espere velho amigo, você nunca me deixou desistir e fará isso agora?

Só consegui recobrar o controle de meu corpo fraco desprovido de sangue depois de alguns dias da energia de Kieran já ter se dissipado por completo, tenho que descobrir que mal levou sua vida!

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

155 Resultados

  1. Da mesma forma que confidenciei a Franz e ao próprio Hadrian “Este seria o melhor momento para ter Georg acordado. Sendo Kieran um de seus melhores amigos, certamente ele ficaria honrado em conhecer o seu maior discípulo”.

    Bem-vindo à família meu irmão!

  2. (w) O Doutor disse:

    Hadrian, pensa rápido: O+ ou O-???

    Vamos ver se esse é dos meus 😀

    Bem vindo, de qualquer forma 😉

  3. Cassandra disse:

    È sempre bom aumentar a familia…ainda mais quando sao tao unidos..gostei de ver..neste caso ler..rsrsrsrsr.
    Um abraço

  4. (w) Hadrian Shaw disse:

    É um prazer fazer parte desta família meu caro Ferdinand.
    Fico feliz poder conhecer todos vocês, e ser tão bem recepcionado. Mesmo depois de nosso primeiro encontro ser tão conturbado.

    Caro Dr. Aprecio os dois, mas tenho uma queda pelo O-.

    Bela Cassandra, perambulando pelo mundo por algum tempo, percebi o valor de uma família… Já estava na hora de encontrara a minha, acredito que Kieran esteja feliz em seu local de descanso 🙂

    • Aurora disse:

      Caro Senhor Hadrien, sou uma apreciadora de historiase sua me deixou extremamente curiosa.Descobri a pouco tempo que sou uma bruxa, e com isso fiquei um pouco assustada, tive que passar por um ritual, pois meus poderes haviam sido retirados de mim. Eu e minha miga Valentina (que também é uma bruxa), estamos passando por momentos muitos agitados. Estamos organizando meu casamento com um humano. Bem em um momento de raiva quase matei o meu noivo, e ela me disse que tenho qe tomar cuidado, por que os Antigos poderiam vir atraz de mim, para me silênciar. Tambêm a pouco tempo recuperei parcialmente a minha humanidade. Gostaria de sua opinião a respeito desse assunto.
      Desde já agradeço a sua atenção .

  5. Cassandra disse:

    Não tenho dúvidas…ao ler este blog notei o quanto vocês estão presentes uns para os outros. Bem vindo… será um prazer lê-lo também. 🙂
    Um abraço

    • (w) Maximilian Franz Henzollern disse:

      Educação entre a nossa raça é chave para vida longa minha cara.
      E para todos os emails estão sendo reposndidos, podem enviar para
      franz@vampir.com.br
      ou Inbox no twitter @franz_vampir
      Todos temos emails e twitter e o tal facebook do vampir (que ainda não aprendi a usar) peçam a Ferdinand ele deixará todos nossos contatos diponíveis a vocês.

  6. Cassandra disse:

    Sim….nem imagino como será viver tanto como todos vocês….é mesmo necessário haver uma certa aprendizagem, alem de uma óptima educação… 🙂

  7. Gabriela Rodrigues disse:

    além de educação também ter compreensão saber respeitar o espaço do outro e varias outras coisas porque conviver com familia não é fácil.

  8. (w) O Doutor disse:

    Só pq eu sou o caçula, todo mundo atura as minhas manias 😀

  9. Maiélen Feijó disse:

    Incrivel como a vida não é o que imaginamos para todos.
    Bom seja Bem-Vindo Senhor Hadrian Shaw.

  10. Cassandra disse:

    Serao manias… ou simplesmente travessuras Doutor…rrssrsrsrsrsr 🙂

  11. Maiélen Feijó disse:

    Para falar a verdade Doutor o adimiro um pouco, vc faz coisas que eu gostaria de fazer e sua risada é interessante.

  12. Maiélen Feijó disse:

    Doutor qual é seu tipo sanguinio preferido????

  13. (w) O Doutor disse:

    Hummm… lembrei do Haloween de 1982 em Indianapolis e dos gêmeos Karl e Megan… Saudade daqueles dois traquinas…. Nunca vi tamanha criatividade nas travessuras com aqueles que negavam os doces que eles queriam 🙂 Tudo com a minha orientação, claro.

  14. Cassandra disse:

    Criatividade sob a orientação do Doutor…nem quero imaginar…rsrsrsrsr 🙂

  15. (w) O Doutor disse:

    Nossa, meu filme está tão queimado assim? O que meus irmãos andaram falando a meu respeito?

  16. Cassandra disse:

    Ahahahahah… não … mas por aquilo que observei já deu para perceber Doutor… imaginação não lhe deve faltar. 🙂

  17. (w) O Doutor disse:

    Ainda relembrando os gêmeos vocês tinham que ver o que dois diabinhos de oito anos, dois litros de gasolina, uma caixa de fósforos e a ausência de doces podem fazer!
    Foi um dos casos que eu pouco tive que intervir…
    Os americanos tem uma coisa curiosa, levam bem a sério seus feriados pagãos…

  18. Cassandra disse:

    Bom parece que acertei… imaginação fertil, gemeos, e um bom orientador….dá nisso…rsrsrsrsr 🙂

  19. (w) O Doutor disse:

    Escreverei sobre isso… Mas antes um pouco de O- (meu preferido) bebido no crânio do pequeno Karl – uma das lições que aprendi, apreciar vitae no crânio alheio… proporciona visões residuais fascinantes. 🙂

  20. Janielly Rodrigues disse:

    Boa Noiteeeeeeeeee! Bem Vindo Hadrian Shaw! Desculpe mas não li todo o post, estou tão estressada que não consigo me concentrar, enfim quem sabe amanha 😉
    Ferdinand meu querido, mau cheguei e já me sinto embriagada com os novos membros. Oh God! Me ajude! ahahahhahaha 😛

  21. Cassandra disse:

    Agora deixou me sem palavras Doutor…rsrsrsrsr 🙂

  22. Janielly Rodrigues disse:

    Ja que os vampiros me abandonaram *magoada* Vou me recolher, se cuidem!
    E aquele Xeruuuuuuuuuuuuuuu <3

  23. Caros amigos, estava aqui perdido em meio a essas maquinas malucas e esta estranha tecnologia!
    Pois bem depois de varias horas acho que a minha ajudante teve algum sucesso, coitadinha, por vários momentos pude ver a aflição em seus olhos… Mas não é fácil entender computadores depois de passar 100 anos dormindo! Em agradecimento, prometi que ela não precisaria ajudar o Doutor!

    Para quem se interessar:
    twitter: hadrian_vampir
    msn: hadrian@vampir.com.br

  24. Caro Sr. Hadrian

    Bem vindo, e peço desculpas por minha demora em comentar o post de sua chegada mais como deve saber meus estudos tomam uma boa parte de meu tempo.

    Quanto ao aprender a usar as novas tecnologias acredito que muitas de nossas leitoras iram se sentir muito satisfeitas em lhe dar algumas aulas particulares. Não que isso venha a ser muito ortodoxo.

    Como todos do clan estão passando seus contatos aproveitando segue o meu
    e-mail: sebastian@vampir.com.br
    Twitter: Gerhard_vampir

  25. (w) O Doutor disse:

    tão polidos, educados… e sedentos. estes meus irmãos….

    • Janielly Rodrigues disse:

      E Num é seu doutor? Tão danadinhos, maaaas o que me causa curiosidade é o Sebastian.. Oh God tão intelectual e reservado ahhahahhahaaha

  26. Janielly Rodrigues disse:

    Booooooooooooooooom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa *berrando* Acordem seus preguiçosos!
    Ai meninos, vocês vão me fazer retomar meu twitter! ahahahahahaha

    • Janielly Rodrigues disse:

      Segui todos vocês no twitter, se não me seguir arranco as presas de vocês ok? rsrsrs
      E e-mail quase nunca utilizo, embora tenha que mudar devido a problemas com pessoas que nele estavam, mas ja deixarei aqui o meu novo: janiedolce@hotmail.com. Xeruu

  27. Olá bela Janielly.
    Fico lisonjeado com seu comentário. Diferente de meus irmãos acredito que um estilo mais reservado ajuda muito a nossa sobrevivência e também facilita muito meus estudos.
    Mais claro sempre que for possível irei disponibilizar informações sobre mminha pessoa.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Seus irmãos são um pouco relaxados se é que posso utilizar esta palavra para defini-los. Um vampiro como tu, é bem interessante.. Ferdinand sabe o quanto ja o atormentei perguntando sobre ti ahahahaha 😉
      Ai pessoas o novo e-mail deu merda, enfim montando mais um. mereço ¬¬

  28. Cassandra disse:

    Costuma se dizer que os reservados são os mais intensos.. e realmente quanto mais informados, mais bem preparados. 🙂

    • Janielly Rodrigues disse:

      Concordo Cassandra, tenho uma queda pelos reservados e nerds ahahahaha

      • Cassandra disse:

        rsrsrrsrsrsr…adorei o “Acordem seus preguiçosos”…Janielly…prazer. 🙂

        • Janielly Rodrigues disse:

          Prazer Cassandra, nem repare na minha maluquice, me espalho com facilidade ahahahah 😉

  29. (w) O Doutor disse:

    O que é um nerd? Desculpem, mas é meu lado anacrônico falando…
    Eu, particularmente, acho de extremo charme toda essa polidez… “Bela Janielly”… um cavalheiro, é o que meu irmão é!

    Sebastian sempre se mostrou um dos grandes eruditos da nossa raça, ainda carente de um conhecimento sobre os instintos mais primitivos do homem, mas certamente é alguém para se varar madrugadas com uma boa conversa.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Nerd= Intelectual rsrsrs
      Ele até conseguiu me fazer corar um pouco, mas só um pouco! rsrsr 😛

  30. Cassandra disse:

    Adorei… todos nós precisamos de um pouco de loucura..é muito saudavel…continue assim. 🙂

    • Janielly Rodrigues disse:

      é eu especialmente preciso 24 horas, pra não deixar que os acontecimentos tristes tomem conta de mim.

      • Cassandra disse:

        Bom costumam receitar 2 gargalhadas ao espelho antes de sair de casa todas as manhas…resulta…pois durante o dia o sorriso nao nos sai dos labios.. Janielly. 🙂

  31. (w) O Doutor disse:

    A propósito, Cassandra, estou preparando um relato fiel do Haloween com os gêmeos… A conversa com vocês ontem me deixou inspirado, e como disse, até bebi no crânio do pequeno Karl…

    • Janielly Rodrigues disse:

      Hummmm doutor, ja fico ansiosa, mas como retribuição digo que muito em breve terão mais um dos meus textos, depois de 1 ano sem escrever.. inspirada fiquei rsrs

  32. (w) O Doutor disse:

    Ah, se é loucura (e os prazeres que ela proporciona) que vocês procuram… marquem um horário, meu consultório está de portas abertas, e eu vou adorar saber o que se passa bem a fundo dessas suas cabecinhas depravadas e doentias 🙂

    • Janielly Rodrigues disse:

      Vais ficar traumatizado doutor, aviso prévio ahahah 😛

  33. Cassandra disse:

    Doutor posso garantir que nunca mais verei o haloween da mesma maneira depois de ler esse relato…rsrsrsrsr. 🙂
    Um abraço Doutor

  34. Cassandra disse:

    Janielly…traumatizado..rssrsrsrsrsr…acho k é ao contrario. 🙂

  35. (w) O Doutor disse:

    Hummmm… fazem mais de cinco décadas que procuro alguém capaz de me traumatizar… será que encontrei?

    • Janielly Rodrigues disse:

      Talvez Doutor, as vezes passam coisas nada normais em minha mente.. enfim, prefiro nem falar sobre ahahahhaa 😉

  36. Cassandra disse:

    Ja estou mais descansada.. a minha mente e um livro aberto..nao vale a pena o estudo..:)

  37. (w) O Doutor disse:

    Toda mente vale um estudo, Cassandra. As mais descansadas são as que escondem os segredos mais a fundo….
    e Janielly, o “normal” não me interessa… 😉

    • Janielly Rodrigues disse:

      Ta vendo Cassandra, deixa de medo, o pior que pode acontecer é o Doutor resolver utilizar seus instrumentos.. enfim faz parte 😉

  38. Cassandra disse:

    Doutor espero que nao consiga ler mentes á distancia…rsrsrsrsrsr

  39. Cassandra disse:

    Sempre que leio a palavra instrumentos me arrepio.

  40. (w) O Doutor disse:

    Tem medo do que eu poderia ler, Cassandra?
    Ahhh você vai adorar os instrumentos, querida. Mas acreditem, os exercícios psicológicos são muito, muito mais interessantes.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Cassandra você quem sabe, se o Doutor quiser, vou adorar conhecer o consultório dele 😉

      • Cassandra disse:

        Janielly depois me conta como é a decoraçao…nao sou assim tao curiosa para ir pessoalmente..rsrsrsrsrsr

  41. Cassandra disse:

    Bom o Doutor bem disse que eles estao bem fundo..nem eu mesma sei do que tenho medo. 🙂
    Exercicios psicologicos, interessante…instrumentos nem por isso…rsrsrsr

  42. (w) O Doutor disse:

    Ahhh uma paciente! Como pude me afastar do exercício da minha amada profissão por tanto tempo!
    Já estou preparando o divã, Janie.

  43. (w) O Doutor disse:

    Cassandra, querida. Gostaria de descobrir quais são seus medos? Tenho exercícios ótimos, que após uma conversa eu poderia aplicar. Além disso, você não precisa conhecer pessoalmente… ainda.

  44. Cassandra disse:

    Mas Doutor enquanto nao souber quais sao os meus medos…nao terei que os enfrentar , nao é verdade…nao será melhor os deixar bem la no fundinho da minha mente. 🙂

  45. (w) O Doutor disse:

    Talvez um dia você precise confrontá-los, em um ambiente não controlado, e então você falhará minha querida. A escolha final é sempre sua, eu sou apenas um instrumento para a sua iluminação.

  46. Os detalhes da mente sempre são fontes de otimos estudos, como salientou nosso caro Doutor.
    Cassandra mesmo uma mente que aparentemente é um “livro” aberto, pode conter grandes descobertas.
    Janielly conhecer o local de trabalho do Doutor é uma grande honra acredito que não tera nenhum arrependimento, mais cuidado dependendo doque meu irmão encontrar em sua mente ele pode ficar muito empolgado.

    • Janielly Rodrigues disse:

      rsrs É sebastian sei que terei muitas surpresas com o doutor ahaha
      Mas quando poderei bater um papo contigo hein? Muito me interessas saber mais sobre ti 😉

      • Bela Janielly não sei o que posso ter de interesante para uma dama como você, mas sempre estarei disponivel para uma boa conversa.
        No entanto peço desculpas antecipadas caso eu não possa responder todas as suas perguntas pois como bem sabe algumas informações devem ser mantidas em segredo :).

        • Janielly Rodrigues disse:

          Querido Sebastian, o Ferdinand sempre me diz isto, puxa minhas orelhas quando pergunto demais, enfim não tem problemas, o pouco pode se tornar muito amore 😉

          • A(not)vampire disse:

            O Ferdinand é assim mesmo, eu já percebi. Primeiro ela VICIA a gente com as suas histórias, depois conta várias coisas sobre ele – algumas SUPER íntimas -, e depois quando a gente vai perguntar alguma coisa ele usa de ironia pra dizer que não vai falar nada.
            Nada nessa vida faz sentido…

          • Geralmente o que conto são cousas que vocês podem saber, e quando me perguntam algo vão muito além disso. Como o Sebastian sempre diz: Segredos são vitais…

  47. Cassandra disse:

    Um ambiente nao controlado…nunca tinha pensado nisso…no fundo todos nos temos algo perturbador …talvez por saber disso evite conhecer o que me pode perturbar. 🙂
    A mente e muito complexa mesmo Sebastian…

  48. Vejo que meus irmãos madrugaram hoje!
    Terá sido o bom dia de Janielly? Ou a presença de Cassandra?
    O que podes me dizer sobre isso Dr.?

    Uma boa tarde para vocês!

  49. Janielly Rodrigues disse:

    Boooooooooooooooooooooaaaaaaa Tardeeeeeeeeeeeeee *berrando* Parem de comer seus molengas e deem as caras! rsrsrsrs
    Desculpem não ter prosseguido a conversa, estou no escritorio e hoje esta uma correria dos diabos aqui rsrsrs

  50. (w) O Doutor disse:

    Certamente que foi o bom humor da Janie, eu simplesmente não resisto a uma menina levada e bem humorada…

    • Janielly Rodrigues disse:

      É preciso ter bom humor o famoso:

      KEEP
      CALM
      AND
      NÃO
      MATE
      NINGUEM

      ahahahahahaaha

  51. Janielly Rodrigues disse:

    Boooooooooooooooooooooooooooom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa *berrando* Levantem seus preguiçosos! Vampirada mais folgada! Trabalhem Trabalhem! kkkkkkkkkkkkkk

  52. Tudo otimo na realidade.
    Não teria como ser diferente, após uma tranquila noite aonde tive a oportunidade de fazer apenas rotinas que são de meu agrado.
    E você o que pode me contar de interesante?

    • Janielly Rodrigues disse:

      Ah Trabalhei até umas 8:30 e fiquei assistindo, tava meio estressada rsrsrs Nada interessante rsrsrs

  53. Entendo, mas stress devido ao trabalho ou algum outro problema?

    • Janielly Rodrigues disse:

      o Trabalho e muitas outras coisas. junta tudo e eu fico uma fera rsrs

  54. Neste momento acredito que o Senhor Franz diria algo como.

    Em algumas situações, ser uma fera pode ser deveras interesante.

  55. A senhorita realmente acredita nisso?

    • Janielly Rodrigues disse:

      Sim Sebastian, digamos que eu fico totalmente diferente quando estou uma fera..

  56. Cassandra disse:

    E eles nao…janielly…rsrsrsrsrsrsrsrrs

  57. Entendo…

    Mais acredito que muitos adorariam correr o risco.

  58. Cassandra disse:

    Nada é impossivel … Janielly 🙂

  59. Eu poderia nomear todos, no entanto seria pouco etico de minha parte. No entando posso informar que não seriam apenas humanos interessados.

  60. Cassandra disse:

    Rsrsrsrsrsrsr…Realmente sempre ouvi dizer…”Cuidado com aquilo que desejas!”… Janielly. 🙂

  61. Veja meu exemplo. Sempre desejei ter conhecimento e principalmente tempo para poder obtê-lo.
    Hoje tenho muito tempo disponível mais sempre estou atraz de conhecimento.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Até mesmo um Wampir, tal como o humano pode se sentir insatisfeito e sempre querer mais.

      • Correto, no entanto a vida de um humano é breve.
        Nunca se prenda a algo que não lhe faz bem ou que não goste, é apenas uma perda de tempo.

        • Janielly Rodrigues disse:

          A vida de um humano só deveria andar pra frente, nunca voltar atrás ou pensar no que poderia ter feito, falado. Até mesmo pensar no passado. Apenas seguir em frente, deixando tudo para tras. Tento sempre fazer isto.

          • fabiana lee disse:

            é verdade janie sumida sinto falta de nossas confabulações de antes, eu realmente queria que isso acontecesse , pois nem sempre pode-de apagar o passado, e as vezes ele vem em nossa mente arrasando tudo ,,,, boa noite ,,,

  62. Cassandra disse:

    Se te agarrares muito ao passado Janielly, nao conseguiras avançar. Lembra te que tudo o que passaste..é o que te torna a pessoa que és hoje. Estamos sempre a evoluir mesmo quando nos espetamos contra a vida…rsrsrsrsrsrsr.

  63. Viva o presente, não se preocupe tanto com o amanhã
    Uma otima frase que me vem a mente neste momento é:
    O passado e o futuro parecem-nos sempre melhores; o presente, sempre pior.
    uma otima frase do grande William Shakespeare.

    • Janielly Rodrigues disse:

      Ele sabia do que estava falando… Adoro William Shakespeare

      • Não gosto de viver o momento, sem me preocupar com o futuro. Pois posso nao gostar do momento de amanhã!

        • Janielly Rodrigues disse:

          Sinceramente, eu não tenho me preocupado mais com nada, tem dias que prefiro não pensar, não me preocupar, simples 😉

    • fabiana lee disse:

      olá senhor Sebastian há quanto tempo não o vejo por aqui, o que andas fazendo de bom ? e como bem disseste , o futuro não nos pertence, temos que viver cada dia como se o mesmo fosse o útimo de nossas vidas, eu pelomenos faço isso rsrsrs …. boa noite querido

  64. Gabriela Rodrigues disse:

    certíssimo Hadrian, as atitudes de hoje se refletiram amanhã,por isso temos que ter cuidado com as palavras e atitudes,por que todo ato terá uma consequência .

    • Cassandra disse:

      Concordo Gabriela… mas apesar disso não devíamos pensar muito no futuro…a vida é curta, ninguém sabe se acorda no dia seguinte e por isso devemos tirar o melhor de cada dia que vivemos. Não digo viver como se o dia de amanha não chegasse, mas não deixar o presente passar tanto ao lado, por vezes adiamos coisas que mais tarde ja nao as concretizamos. 🙂

      • Gabriela Rodrigues disse:

        tambem concordo com vc devemos viver intensamente mais com consciência sabendo o que está fazendo, para que no futuro não se arrependa do que poderia ter feito ou do que fez.
        .

  65. Janielly Rodrigues disse:

    Booooooooooooooooooooaaaaaaaaaaaaaaa Noiteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee *berrando* Pulem Pulem Pulem!!!!!!!! kkkkkkkkkkkk

  66. A(not)vampire disse:

    Galego, estava lendo aqui uma história sobre caçadores do seu blog e não consegui entender direito uma coisa: porque eles fazem isso? ( Antes que você responda com ironia, eu sei que é pra matar, dã, eu quero saber se é porque eles acham que vocês são malvados, ou por uma questão de competição, se isso já histórico etc…).

  67. Janielly Rodrigues disse:

    E aí Galerinhaaaaa! Passando para dizer que invadiram meu twitter, consegui de alguma forma desativa-lo, após entrar em contato com o twitter. Merda!
    Novo Twitter, me sigam: @Janie_RM

    Xeruuuuuuuuuuuuuuuuu S2

    • Ola minha amiga vi sua mensagem no facebook tbm sinto sua falta bjos adoraveis de seu amigo Renne Signnore

      • Janielly Rodrigues disse:

        Renneeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee meu querido, que saudade! Me segue no meu novo twitter, pra gente atualizar as conversas!
        @Janie_RM
        Xeruuuuuuu :*

  68. Janielly Rodrigues disse:

    Toc toc, cadê todo mundo?

    • Olá Jani,
      Não sei onde meus irmãos se enfiaram este fim de semana… Eu fui a Florianópolis tentar encontrar alguns magos e ou bruxas, mas voltei decepcionado! Ou eles se escondem muito bem por lá, ou a famosa ilha da magia esta perdendo seu brilho!

      • Cassandra disse:

        Deve ser dificil Hadrian…depois de tanto tempo dormindo…acordar e ver tudo tao diferente.
        Um abraço

      • Janielly Rodrigues disse:

        Olá Hadrian, nossa amor que chato! O único que mantive contato foi o Sebastian, Doutor também evaporou.
        Sei como deve ser frustrante depois de tanto tempo ver que tudo mudou, é difícil se adaptar a certas mudanças…

  69. Historia otima meu caro amigo. Perdoe-me pelo meu afastamento dos sites tive alguns problemas em meus “nogocios” e tive que me ausentar mais agora voltei a ativa depois conversaremos melhor pelo twitter ou email abraços de seu amigo Renne Signnore

  70. Bruxinho disse:

    Legal! Você era um mago…

  71. Janie ja estou seguindo minha cara…espero que estejas bem sinto muito sua falta. Sinto falta das noites que conversavamos, do seu humor e da sua ira. Rs bjos de seu amigo Renne signnore

  72. Maiélen Feijó disse:

    Alguem on?????
    to com tédio 🙁
    queria conversar com alguem 🙁

  73. Bruxinho disse:

    Hadrian Shaw que tipo de magia você praticava. Elemental?

  74. Maiélen Feijó disse:

    (w) Hadrian Shaw qual elemento vc mais tem abilidade e qual vc tem menos abilidade????

    • Enquanto mortal eu possuía mais habilidades com os elementos da terra e do fogo, nos demais conseguia apenas algumas manifestações mais fracas… Provavelmente alguma limitação da humanidade. Porem hoje estou limitado apenas por minhas manias, costumes e vícios.

  75. Maiélen Feijó disse:

    Senhor (w) Hadrian Show com quantos anos vc tinha quando o inciddente aconteceu????Equantos anos tens agr??????

    • Por favor minha querida não me chame de senhor, isso me da uma ideia de velhice, ou alguém de muitas posses… Quando deixei minha vida mortal eu tinha aproximadamente 20 anos, contando os anos que fiquei dormindo hoje estou com 300 anos, quase uma criança.
      E você minha jovem, com quantos anos estas no momento?

  76. Maiélen Feijó disse:

    17 anos e louca para fazer meus 18 anos rsrsrsrs

  77. Alice Redfield disse:

    Olá amigos! Bem como podem ver sou uma novata espero que gostem de mim.

  78. fabiana lee disse:

    meu deus quantos comentarios , senti-me perdida a pouco , seja bem vindo Adrian , mais um menbro na familia , sabem é tão bom quando se tem uma família assim , onde o respeito é levado na mais absoluta consideração, há muito não sei o que significam esses laços de sangue e de companherismo… e que descubra ,meu caro o que tanto desejas encontrar , como foi dito no texto,,,

  79. Áquila G disse:

    Nossa Sr Hadrian,achei lindo na parte em que falas: “olhos tão verdes que deixariam até mesmo as safiras com inveja”.
    Bela história esta a sua.

  80. fabiana lee disse:

    Olá Adrian se é que posso te chamar assim não é ? a quanto tempo estás no clã de George , quase nunca ouvi falar de ti por aqui … se e´ que eu tenha ouvido

    • Olá Cara Fabiana,
      Entrei para o clã recentemente, na verdade nem cheguei a conhecer o próprio George… Mas como ela era muito amiga de Kieran, acredito que em seu despertar nos daremos muito bem!
      Você provavelmente não ouviu falar de mim, minha existência foi mantida em segredo por muito tempo, mas esses são dias modernos e tempos de mudança. Chega de esconder o inevitável.

      • fabiana lee disse:

        Verdade pra quê se esconder ? Creio que o futuro ou mesmo o presente lhe reservará muitas coisas que ainda pretendes descobrir….e muito obrigada por ter me respondido é sempre um prazer ter contigo caro Adrian,

      • fabiana lee disse:

        há pode me chamar de fabi rsrsrrsrs todo mundo chama rsrsr

        • Fabi, me mantive em segredo pois alguns sedentos por poder poderiam tentar recriar meu erro e sabe-se lá que atrocidades conseguiriam. Mas agora temos de recuperar o tempo perdido 🙂

          E o prazer é todo meu, podes me chamar quando quiser ter 😉

          • fabiana lee disse:

            muito obrigado por ter ne respondido sinto-me lisongeada, e sabes queria que me respondesse uma coisa querido , se ao caso puder , eu acho que tem um vampiro me seguindo não sei, é tudo muito confuso na minha cabeça ,uma voz disse pra mim que nao precisava que eu o proucurasse que ele sabia onde me encontrar , eu tenho muito medo e não sei o que fazer , sei que tens algo mais importante a fazer do que me escutar, mas ninguem acredita em mim dizem que eu estou louca e que vampiros nao existem eu penso diferente , eu to precisando muito da ajuda de alguem… é muito serio ,,, e desculpas se eu estou publicando isso aqui sei que não é de valia pra nenhum de vós mais é ,que é urgente !

  81. Cassandra disse:

    Olá Sr. Hadrian
    Uma coisa que me supreendeu bastante foi a sua idade. Faz me pensar como será dificil adaptar se a este seculo, depois de tantos anos dormindo.
    Um abraço

    • Cassandra,
      tem sido dias terríveis, ainda não consegui me adaptar muito bem. Mas meus irmãos tem tentado me ajudar com isso. O Doutor me fazendo ver a outra utilidade de tudo, mas não sei é pior que as explicações vindas de Franz hahahha

      Felizmente Ferdinand e Sebastian estão bem familiarizados com o mundo novo. 🙂

  82. Cassandra disse:

    Explicaçoes do Sr. Franz…rsrsrsrsrsrsrsr…realmente ate posso imaginar. Mas com o acompanhamento de todos eles acabara por se adaptar. 🙂

  83. fabiana lee disse:

    Franz á tanto tempo eu não ouço falar dele sinto falta do seu senso de humor, e caro Adrian nessa vida o costume é questão de convivência e experiência,(e creio que já tenha bastante )/e conhecer o novo e tentar se acostumar com ele é sempre questão de tempo,pois o novo sempre abre nossas mentes para possiblidades jamais pensadas,,,,besitos

  84. Prince Bobinski disse:

    Hadrian Shaw Um Split é difícil de encontra hoje em dia, pensei que era o único nesse pais.
    Hadrian Bruxos, magos e feiticeiros não são mortais. Ao contrario dos vampiros eles possuem de imortal é sua alma…. Pois quando morrem , se reencarnam. Podem se lembrar do passado e te tudo que aprenderam no tempo distante. Por essa causa que muitos dessas especies são fixados em vingança….
    A proposito só consigo controlar dos elementos Aguá e o Espirito….
    Beijos de Luz
    )O(
    Ha Namastê!

  85. ingred alves disse:

    Ola vampirs estão ?
    Depois de alguns meses venho comentar este post….
    Muito interessante a historia do sr.hadrian,,adorei mesmo!!
    Um beijo meus queridos 😉