Espirito: uma possessão – pt2

Alguns dias e noites se passaram desde a possessão de Ari naquele humano deslocado. Daquele momento em diante eu foquei meus esforços numa pesquisa acerca da região e obteve alguns resultados. Nada muito relevante se compararmos casos mais cabulosos vistos em tantos outros locais.

  • Ainda nessa?! – Comentou Pepe com ar de curiosa.
  • É… – Olhei  para o nada a medida que o som da letra saia desanimado da minha boca.
  • Nossa Fê que desanimo, vou te ajudar… manda ai o nome da rua.

Ela pegou o endereço e ficou por uns 20 min navegando no smartphone. Ficamos um para cada lado jogados no sofá e quando eu já estava distraído com um seriado qualquer, ela deu um salto empolgada.

  • Olha isso aqui, vou te mandar pera ai…
  • “Ossada encontrada em escavação de terreno é levada para universidade…” Como tu achas essas coisas?!
  • Sorte talvez, mas prefiro dizer que são os termos certos na busca, meu caro!
  • Ótimooo, preciso… aliás você tem cara de universitária ne… Me ajuda nessa?
  • Lá vou eu…
  • Relaxa só precisa dar um pulinho lá e ver se acha os ossos.
  • Ahhh super fácil, vai nessa hahaha!

E lá foi minha pupila por algumas noites no campus da universidade citada na matérias que ela havia encontrado em suas buscas. Do meu lado eu continuei as pesquisas e não havia nada de mais relevante se comparado com esses casos.

Inclusive num dos dias fui dormir meio frustrado pela falta de informações, quando entre um sonho e outro fui possuído.

A possessão nos meus sonhos

“Eu estava numa maca ou cama de solteiro, meus braços e pernas estavam amarrados e por mais força que eu fizesse era impossível se soltar.  A pouca luz que vinha das frestas de uma porta ao meu lado me mostravam um lugar que parecia pequeno, mas seco.

Os minutos se passavam e eu divagava nos meu pensamentos, alguns deles nem eram meus, como se eu tivesse outro passado, sim eu era outra pessoa ali e estava em meio a uma possessão. A lembrança de um garoto negro, perto dos 3 ou 4 anos correndo e brincando dentro de uma casa era nítida.

Uma mulher branca aparecia por vezes e na presença dela o garoto ficava nitidamente com medo. Por vezes ele se escondia dela e por vezes ele apanhava… Senti as pernas formigarem em alguns momentos como seu mesmo estivesse levando a surra dele.

Estive por muitos minutos naquela maca, até que a porta se abriu e uma forte luz iluminasse o lugar. Aquilo me cegou temporariamente, até que em minha frente surgiu uma figura misteriosa, suas feições me lembravam alguém familiar…Em suas mão uma faca grande… Eu tentei falar ou gritar, mas da minha boca não saiam sons, apenas gemidos internos, como se ela estivesse colada…”

Acordei sufocando, como se minha respiração estivesse voltando… como se eu fosse humano novamente… como se eu estivesse sendo sufocado por alguém ao longo da possessão… alguém familiar.

12 comentários

  1. Que intrigante isso, será que esse garotinho quis te passar alguma informação, algo que te ajudasse a desvendar este mistério ? Sabe uma vez eu sonhei com uma moça loira muito bonita, de olhos azuis o seu nome era Angelique e o sonho se passava numa cidade em Paris, mas não lembro o nome, ela pedia ajuda e algo estava atrás dela, ou alguém, eu tive esse sonho por duas vezes e quando acordei parecia que eu não estava mais em mim, parecia que eu estava em outro lugar, era eu mas ao mesmo tempo não era estranhei as roupas o lugar … Foi muito estranho isso depois fui dormir e voltei de novo pra minha consciência …

    • Pelos detalhes ue me passou o teu sonho foi. super intenso também… As vezes temos isso, independente de sermos sobrenaturais ou não os sonho me intrigam. Confesso. Acho que deveria tentar procurar o lugar que estava em Paris, vai que é teu destino?

      • Nossa será … ? Mas o que mais me intriga foi de o porque eu ter sonhado isso, mas vou investigar mais sobre … Se for ou não o meu destino vou descobrir 🙂…

    • Sim bia, isso teve muito cara de ser uma paralisia do sono e é realmente bem estranho, as vezes os ”sonhos” tentam nos mostrar algo ou até nos avisar de alguma coisa talvez, isso foi bem intrigante fe.

      • Acho que nunca saberemos haha, mas acho q pode ser possível sim Fe, ansioso aqui pela parte 2, sempre leio todas as historias, tento comentar na maioria porém me falta tempo, mas acompanho tudo que você lança

      • Acho que nunca saberemos haha, mas acho q pode ser possível sim Fe, ansioso aqui pela parte 2, sempre leio todas as historias, tento comentar na maioria porém me falta tempo, mas acompanho tudo que você lança, abraço!.

      • Bom, pode ser ou não depende do que está acontecendo, se ao decorrer do dia as coisas acontecem sem que vc esteja dormindo pode ser que isso queira te mostrar algo mais relevante… Sabe uma vez eu estava deitada prestes a dormir e eu vi no canto da parede um homem todo de preto e ele também usava uma jaqueta vermelha e tinha um piercing no nariz, me lembro como se fosse hoje, ele me chamava e dizia que o meu destino estava próximo mais próximo do que eu imaginava, cara, eu não conseguia falar bem me mover, foi sinistro sério .. mas depois nunca mais aconteceu…

Deixar uma resposta