Bom começo de noite e semana e todos!

Hoje escrevo um #FanArt diferente, alem de publicar algumas fotos da Bel uma das leitoras mais participativas do blog, eu vou fazer alguns comentários sobre os últimos dias.

Hoje é um dia importante pois fazem 14 dias desde que me alimentei pela última vez e preciso dizer que não estou com fome. Como eu já disse em outros momentos eu necessito de alimento a cada duas semanas em media e fico muito feliz quando sinto fome depois de todos esses dias.

É extremamente difícil prever quando precisarei de sangue e isso me faz cair numa rotina. Todavia as vezes eu tento bater o meu recorde como agora, afim de aumentar minha resistência a maldição. Quem sabe um dia eu conseguirei vencê-la? Sabe-se lá, porém não custa tentar…

Bom não quero estragar o FanArt da Bel, mas como ainda não tenho um espaço melhor para divulgar esses textinhos curtos eu preciso usar os que tenho.

Uma notícia boa é que estamos estudando uma versão nova para o blog com mais interações. Estamos estudando essa nova estrutura a mais de 3 meses e já estamos bem avançados. Portanto aguardem novidades para muito breve =)

Enfim um poema de minha querida Bel:

DELIRIOS…..

Sabe as vezes acho que estamos dançando e parece uma valsa compassada, requintada dança com passos regulares; mas que tédio! Em outras vezes já estamos dançando tango, apaixonado ritmo; corpos entrelaçados, ciúme, sangue, morte… tão envolvente misterioso e assustador! Mas no entanto o que mais me preocupa é quando não estamos dançando, quando me parece ao menos que estamos de mãos dadas caminhando lado a lado. Querido esta amanhecendo, e eu te esperando… Espero que você estejas bem, o céu esta se tornando azul marinho logo ele ficara dourado, os pássaros estão acordando mas os humanos ainda repousam  e eu estou aqui desfrutando da companhia de uma coruja assistindo a madrugada, a mente em disparada; correndo contra pensamentos sombrios pensando em presas ternas e saborosas do alto da torre de uma igreja em ruínas… Sonhe querido; sonhe…Solte-se; acredite que qualquer momento de qualquer forma todos temos o direito de amar Deixe em seu delírio ser encaminhado para o pais dos sonhos ou para a terra do nunca. Querido humano em sua terna idade, você já é um vencedor, querido com seus fantasmas e correntes você ainda consegue caminhar, querido com todo seu esforço para se adaptar você cativa a tudo e a todos. meu amado tente entender estamos em um baile de mascaras tente entender , todos os dias caminhando por entre mortais com nossas fantasias, nossos sonhos enjaulados em gaiolas de ouro nos tornando cinzas e renascendo a cada segundo. Estamos em uma terra estranha aonde sempre seremos estrangeiros aonde nunca seremos bem vindos, aonde cortamos nossas asas para não atrapalhar a passagem. Querido a janela de seus olhos é de puro cristal sonoro límpido e assustador. Mais do que olhos de ressaca, mais do que doces expressões, olhares de reprovação. As vezes humilde peregrino  uma doce e inocente criança mas querido quase sempre esses olhos observam uma rosa se nome adornada com outras rosas esmagadas e esses olhos enxergam através da seda da carmim das penas de pássaros do granito da estátua. Quando será nosso próprio encontro meu querido? Quando dançaremos de novo?Valsa?Tango? Tocando as mãos como Romeu e Julieta, talvez apenas uma troca rápidas de olhares. Sinceramente meu querido espero que estejas bem, e que minhas garras não tenham te ferido muito. Não sou muito boa em alcançar voo com uma carga sobre minhas patas, ao menos que eu va devorar em seguida… Meu querido espero que seus cortes ja tenham sarado espero que quando acordares pense que foi so um sonho e te espero adormecer novamente para mais uma vez a gente dançar…