Ordem do Dragão (Sárkány Lovagrend)

Para os viciados por histórias segue abaixo um pequeno resumo da história da Ordem do Dragão, contada por um de seus membros, minha cria Sebastian.

Para se contar a história da Ordem do Dragão ou Sárkány Lovagrend (húngaro), é preciso recorrer a história da própria Hungria, aos primeiros anos do século XV ou especificamente ao ano 1408 durante o reinado de Sigismund.

Nesta época a Europa enfrentava o fim do feudalismo, a decadência do império Romano, a nobreza estava perdendo seu poder para os comerciantes e precisava conceber alguma forma para proteger suas terras e o seu poder. Este poder ainda era divido com a igreja católica e foi dela que surgiu a ideia inicial de fundar uma sociedade secreta para proteger os nobres.

A história reconhece Sigismund von Luxemburg, imperador da Húngria de 1411 a 1438, como fundador da Sárkány Lovagrend. Isso é uma verdade parcial, pois todos os membros sabem que o grande idealizador da ordem foi o seu amante Ladislaus.

Ladislaus era conhecido por suas ligações com várias sociedades secretas. Encontram-se referências suas entre o povo cigano e também com a ordem de São Jorge, sendo esta última a que garantiu a base para a criação da Societas Draconistrarum (latim).

Inicialmente a sociedade era composta apenas por 24 cavaleiros reais, que dentre várias funções simples, era responsável também por proteger os nobres húngaros e agia como uma espécie de policia secreta da época. Com o passar dos anos vários nobres europeus aderiram ao clube e ele cresceu de forma moderada.

A entrada dos vampiros nesta sociedade ocorreu em meados de 1510, e conforme o tempo passou vários membros conhecidos de nossa sociedade adentraram a ordem como o desaparecido Conde Drácula e também o meu padrinho nessa ordem o Franz.

O que a ordem prega? Hoje em dia muitas coisas, mas acima de tudo o seu principal objetivo sempre será a própria proteção de seus membros, sejam eles humanos ou não.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

35 Resultados

  1. Ms.Rochester disse:

    Vivendo e aprendendo,como todo mundo diz.Mas uma coisa que nao consegue entrar no meu cérebro sao essas relaçoes Homossexuais.Nao que eu seja preconcndo de uma familia conservadora,racista e homofobica,eu sou a uca que tenta sair do contesto.
    O texto foi escrito de maneira bem explicativa,adorei,até porque é bom ler coisas faceis depois de uma manha inteira na sala de aula ouvindo o professor falar abobrinha.Mas nessas horas eu fico pensando,quantas organizaçoes ezistem no mundo,e quanto tempo eu vou precisar da minha vida para aprender o bastante sobre todas elas?Acho que se me fosse dado a escolher o que eu quero estudar durante a vida inteira,eu nao saberia o que responder..
    Bom,amei,continue assim Galego. ^^

  2. Ms.Rochester disse:

    (Reescrevendo o texto acima,minha net tá uma bosta e comeu as letras.)

    Vivendo e aprendendo,como todo mundo diz.Mas uma coisa que nao consegue entrar no meu cérebro sao essas relaçoes Homossexuais.Nao que eu seja preconceituosa mas sendo de uma familia conservadora,racista e homofobica,eu sou a uca que tenta sair do contesto.
    O texto foi escrito de maneira bem explicativa,adorei,até porque é bom ler coisas faceis depois de uma manha inteira na sala de aula ouvindo o professor falar abobrinha.Mas nessas horas eu fico pensando,quantas organizaçoes ezistem no mundo,e quanto tempo eu vou precisar da minha vida para aprender o bastante sobre todas elas?Acho que se me fosse dado a escolher o que eu quero estudar durante a vida inteira,eu nao saberia o que responder..
    Bom,amei,continue assim Galego. ^^

  3. Paola Hübner disse:

    Essa relaçoes sao realmente estranhas pra cavaleiros e etc…
    Temos um exemplo tambem no Retrato de Dorian Gray, que o autor Oscar Wilde era homosexual, bom, cada um com o seu gosto ou preferencia sexual.

    Gostei da aclaraçao e história 😉
    Uma pregunta, essa ordem ainda existe??
    Morro de vontade de ver um vampiro, poxa, porque alguem nao aparece pra mim? 🙁

  4. Galego disse:

    Então gente essa questão da homosexualidade já foi tão discutida, achei que essa geração já estivesse mais tranquila sobre o assunto. Aqui no Brasil sinto muita “caretisse”… Sério na Europa e até nos EUA o assunto já foi mais do que batido e a relação de pessoas do mesmo sexo é comum. Na Europa mesmo, que conheço mais, esse papo quase nem existem mais e preconceito somente nos regimes autoritários e fechados.
    Não acham que o Brasil vive um falso moralismo sobre esse assunto e outros? Bom, o papo deste post é outro, mas tendo em vista que o próprio Sebastian é gay eu precisei falar a respeito…

    • Paola Hübner disse:

      Aki to mais q acostumada a ver, sem preconceito, mas aki eles já ate aprovaram o casamento gay D:

      Heey garotinho voce nao responeu minha pergunta u.ú

      essa ordem ainda existe??

    • bel aita disse:

      Bem já que a questão é homoxessualismo gostaria de dizer que moro em uma cidade pequena aonde muita gente me olha torto. Não que eu seja homoxessual mas quaze todas minhas amigas são lesbicas assumidas e gays. Sabe eu me sinto mal com tanta discriminação porque as pessoas olham para eles de um jeito tão estranho. Ser homoxessual ou não não quer dizer nada sobre o carater das pessoas e discriminação não ta com nada!!! Adorei o post abraços a voce e ao sebastian

  5. perthnauthiz disse:

    Olá, Galego
    Como sou novo aqui
    Peso sua permissão para opinar nos debates futuros…
    Agradeço desde já.
    Ass: Perth Nauthiz

    • bel aita disse:

      bem vindo… tambem sou nova aqui mas confesso que amo esta minha nova moradia.

      • Perth disse:

        Obrigado My Lady…
        Também estou me sentindo em casa…
        Vendo assim ate parece que tenho sentimentos.
        At+ espero te encontra aqui mais vezes.
        Kiss Blood

        • bel aita disse:

          Perth aqui a galera é de boa. Todos tem muito respeito e nosso querido GALEGO a cada dia que passa faz dessa casinha virtual um cantinho de refugio de muitos aonde temos espaço livre para sonhar viajar expor nossos sentimentos. Você sempre que quizer tc comigo pode me deixar recado ou atè mesmo me mandar email que é http://www.wampybel@hotmail.com . kisses kisses

  6. Galego disse:

    Olá Perth! Bem-vindo puxe uma cadeira e sinta-se em casa… Não tenho nenhuma lista de regras, mas sempre peço para que o bom senso reine em meio a tantas pessoas diferentes, Aqui temos pessoas do mundo todo e o que pode ser piada em alguns lugares, pode ser xingamento em outros. Abs =)

  7. Ms.Rochester disse:

    Eu nao quis Ser grosseira só que as vezes esse assunto me desconcentra de maneira terrivel.Nao sou contra os homosexuais galego.Desculpe se eu criei alguma polemica inadequada nesse post.

    • Galego disse:

      Não não imagine eu é peço desculpas se dei essa impressão. Foi na verdade um fato que venho acompanhando nas minhas idas e vindas pelo mundo… Fica “de boa” rss

  8. Amanda Souza disse:

    Parabens pelo blog,mas refiro voce na grafica kkkk

    Bjão “Galego”..

  9. Priky disse:

    Oi Galego estou lendo tudo, as historias e os post , mas ainda tenho tantas perguntas…kkkkkkkkkk a e escutei suas gravacoes ( ki voz sexy).\
    Livros , filmes todos esses materiais sao legitimos?Ou sao verdades misturadas com ficcao?Sei que as mulheres sao as mais atraidas para esse assunto pelo apelo erotico e apaixonado que um vampiro inspira, por esse motivo gostaria de saber se esses materias sao pra atrair mesmo…alguns vampiros devem ser escritores presumo…bom nao quero te atrapalhar mas, se puder me escreva…
    P.
    Espero Bjs

    • Galego disse:

      Bom, são muitas verdades contadas com emoção eu diria que são para atrair sim, por que não? Sou um renegado, não tenho medo… Quero que o mundo me conheça 😉

  10. Priky disse:

    Vc nao vai falar comigo?
    me excluiu?

  11. enzo ferreira disse:

    oi priky. tal vez o galego le responda melhor, mas no q eu ja vi em filmes e ja pesquisei em alguns sites, sim os vampiros tem um podr de atração pq os vampiros são predadores e els atariem as presas por isso as mulheres se setem mais atraidas. e sobre vampiros serem escritores tbm queria saber sobre isso

  12. Aí Galego e vc deu um pega no Sebastian? rsrssrs brincadeira mas n resisti, cara cada um faz o que quer da sua vida sexual, da pra quem quer e comam quem quer, afinal de contam todos somos livres, agora o que pegando demais aqui no Brasil é esta questão de baterem nos homossuxuais aí ja está de mais.

  13. Lin-Kun Cadu disse:

    heuaehaueha Concordo contigo cara xD

  14. ei Cadu, finalmente alguem on line no site.

  15. Lin-Kun Cadu disse:

    Eu entrei agora xD Meu notebook tava dando pau ¬¬

  16. disanvilore disse:

    Boa Noite à todos … Peço licença para participar, não somente deste blog, mas deste assunto.

    À quem escreveu o texto “Ordem do Dragão (Sárkány Lovagrend)” e aos demais amigos daqui.

    Sou um homem bastante cético. Mas o meu ceticismo ultrapassa a imaginação dos que acreditam e imaginam em muita coisa.

    Penso que a imaterialidade é relativa. Na verdade, não existe. O imaterial é uma questão de ponto de vista em relação ao fenômeno.

    O sólido, o líquido e o gasoso, são as expressões “primárias” da matéria, em nosso prisma de visão. Mesmo assim, mesmo sabendo disto, ninguém pensa, ninguém sai falando por aí que está “mergulhado em um mar de matéria”. Mas os gazes que respiramos (oxigênio, nitrogênio, etc) misturados, constituem a matéria gasosa. É fato e nós o chamamos no dia a dia, de Nada. O Nada é matéria gasosa que nos mantém vivos.

    Tenho absoluta certeza que não para aí. Não neste nível. Outras tantas matérias existem, mas há, PELO MENOS, três condições possíveis para percebê-las. Ou seja, estar em condição “paralela” a estas matérias.

    1 – Morrendo, ou seja, perdendo o corpo material orgânico. (com certeza, não queremos tão cedo);
    2 – Tendo a sensibilidade psíquica, preparada, desenvolvida, educada, para sentir (afinal são muito mais delicadas do que uma brisa “de vento”);
    3 – Uma Inteligência mais desenvolvida, nos trazer, nos ajudar na aproximação de nossa percepção enquanto condensa a “matéria sutil”.

    Então, já ouvi falar, já estudei, mas ainda não consegui entender a “materialização” (leia-se condensação) de um corpo inteligente (Homem) nas condições e leis da existência de um corpo inteligente como o nosso. Assim, ainda não consigo entender a existência temporária, transitória, de um vampiro.

    Não estou dizendo que é mentira. De maneira alguma. Mas ainda preciso de mais dados neste computadorzinho mental que é minha cabeça.

    Porém, os vampiros da dimensão mais próxima a nossa. Com certeza estão aí presentes, estão aqui presentes, estão em todos os lugares, sugando a matéria de nossas emoções, desejos, ou até mesmo, sugando aquele “aroma” do que ingerimos.

    Se todos nós fossemos dotados de uma visão interdimensional desenvolvida, certamente, ficaríamos loucos do que veríamos.

    Por outro lado, amigo que escreveu este texto, peço que nos fale mais, que escreva mais, sobre detalhes desta história. É muito importante para mim. Até agora, foi o que melhor descrito sobre o assunto eu encontrei na net.

    Um grande abraço a todos.

  17. Jonatan disse:

    Bem Vindo disanvilore, naum intendi vc acredita ou naum em vampiros ??

  18. Gabriel disse:

    disanvilore, nunca vi ninguém colocar de forma tão extensa porém, inteligente, a dúvida primária na real condição de existência do ser vampiro. Olhando pelo plano físico somado ao biológico, tudo aquilo a que temos acesso no decorrer da nossa vida, realmente é algo impossível de aceitar: um ser de vivência incondicionada à natureza humana mas com tempo indeterminado de permanência nessa dimensão. Realmente são coisas opostas, não há uma ligação lógica para isso mas aí, caro colega, entra aquilo que provavelmente desafiaria mais ainda sua percepção de tempo e espaço, o plano astral. Ele, é o principal elo entre o ser vampiro e a sua condição parcialmente humana. Bem vindo ao sobrenatural!!!

  19. calion disse:

    Sobre a existencia de vampiros neste plano,em termos mas grossos, podemos dizer que é magica. rsrss

  20. Lord Frederick disse:

    Caríssimos,

    Aqueles que já mantiveram conversas comigo, sabem que me refiro a nossa longevidade ao fato do modo de nossa vida orgânica. Não sairemos bebendo sangue sem a real necessidade de alimentação (salvo alguns Clãs, debate entre os Wampirs). De mesmo modo, a transformação não dar-se-a por mordidas e a contaminação do organismo por algum “vírus”. A questão é um tanto mais complexa e o que posso lhes adiantar é que nossa sobrevivência da-se em nutrir nosso organismo que atua mais lentamente que do humanos. Quanto aos nossos dons ou como preferimos, habilidades, estas são desenvolvidas ao longo dos anos e através de determinados ritos que um organismo “vivo” como o humano jamais conseguiria resistir.

    Compreendido até aqui? Duvidas?

  21. José Pereira disse:

    Sim, agr as coisas ficaram claras. Eu nao tenho nenhuma duvida….

  22. Doglas B. disse:

    Ual… interressante

  23. Allice Taranti disse:

    Eu tenho umas pequisas sobre a ordem
    Se quiser envio por email pra vc, Fer!

  24. Realmente assuntos antigos voltam a serem reativados com o tempo.

    • Allice Taranti disse:

      Sim sim!
      E quando o assunto é reativar bate – papo em posts, me chama! So especialista nisso!
      u.u