Truque de mágica

Certa vez, ainda nos primeiros anos na faculdade em Paris, Evelyn estava tentando chamar a atenção de um rapaz. Ela não tinha a menor intenção de casar-se com ele, apenas queria se divertir um pouco.
Ele também estudava na Sorbonne, fazia qualquer coisa bem diferente de História da Arte e eles apenas se cruzavam nos corredores.
Às vezes Evelyn o via no café que frequantava nos arredores da faculdade. Sentou-se algumas delas em seu campo de visão, chegou até a distraidamente esbarrar em seu braço, mas nada.
O rapaz simplesmente parecia ser imune aos pequenos truques dela.
Os meses passaram e a única coisa que ela conseguiu foi tornar-se conhecida através de amigos em comum.
Começou quando um dia ela abordou o rapaz e um amigo, fez uma pergunta qualquer sobre um movimento do diretório estudantil. Enquanto falava, Evelyn olhava ambos e não mostrava interesse. A resposta veio do amigo, que prontamente se pôs um passo a frente e explicou onde e quando ocorreria a manifestação. Ela não estava interessada de maneira alguma em participar, mas como era um assunto que tocava todos da universidade, qualquer aluno de qualquer curso poderia ter mais informações. Ela não queria cometer uma gafe e perguntar sobre arte à alunos de administração, como já tinha visto o tal rapaz saindo da sala do diretório estudantil, tinha certeza que ele não estranharia a pergunta.
Evelyn estava certa, ele fazia sim parte do diretório, mas não era um membro atuante, o amigo por outro lado era o vice-presidente. Assim ela conseguira a atenção do cara errado.
Quando já estava agradecendo e despedindo-se meio frustrada, mas sem deixar transparecer, a sorte lhe deu um sorriso. Ane, uma de suas colegas de aula aproximou-se e abraçou os rapazes, adivilhe só, eles eram vizinhos. Bingo!
A colega até que era um tanto agradavél, bem menos fútil que as outras.
Os quatro sairam algumas vezes para um café, outras apenas Evelyn, Ane e o amigo. Ela conseguira, estava no círculo dele, mas não podia dar mais nenhum passo. Se ele a quisesse, o próximo movimento deveria ser dele.
Mais uma vez o tempo passou e nada.
Um dia devaniando em seu pequeno apartamento no centro de Paris, Evelyn lembrou-se de uma conversa que ouvira em suas andanças pelo mundo da magia. Um truque simples para conseguir a atenção de um rapaz.
O feitiço era fácil, não havia palavra secreta ou qualquer abracadabra.
Em uma folha de papel Evelyn escreveu dos dois lados, preenchendo todas as linhas com o nome completo do rapaz, enquanto se concentrava na imagem dele. Depois ela pegou uma bacia de ferro e queimou o papael enquanto se imaginava carinhosamente abraçada ao rapaz. Assim quando tudo era apenas cinzas, ela foi até o terraço e pedindo aos poderes do ar que lhe atendesse soprou o conteúdo da bacia no vento.
Passaram-se duas semanas e Evelyn não viu ou ouviu falar do rapaz. Ela ainda saia para um café com os vizinhos dele, mas ninguém comentava nada.
Depois de algum tempo Evelyn relaxou, achou que talvez ainda não tivesse poderes suficientes para uma simpatia simples e continuou tocando a vida normalmente.
Até que um dia sentada no café de costume, ouviu alguém lhe dizer “oi”. Ela se assustou, pois estava concentrada em um de seus livros de história, quando levantou o olhar, era o tal rapaz.
Educada Evelyn perguntou se ele não queria se jutnar à ela na mesa e ele aceitou. Naquela tarde eles conversaram longamente, sem pressa e sozinhos.
Agora Daniel não só acenava quando cruzava com ela nos corredores, como também muitas vezes parava para conversar ou a chamava pelo nome.
Os cafés com os vizinhos continuavam e Daniel passou a sentar-se sempre ao lado de Evelyn. Os encontros a sós também se intensificaram e os dois foram se tornando mais intímos.
Não dá para explicar a maneira que Daniel a encantava, não era amor ou paixão, disso ela tinha certeza. Mas ele tinha alguma coisa que ela tentava entender, parecia que sempre havia muito mais a ser tido, mas Daniel nem puxava o ar.
Ele tinha uma energia diferente, que como Evelyn descobriu anos mais tarde, agia como um filtro nos olhos dela e nunca deixava a beleza dele desaparecer.
O verão chegou e os amigos trocaram os cafés do centro pelos piqueniques no Champs de Mars. Essa época do ano, ali é forrado de turistas indo e vindo da Torre Eiffel, mas era exatamente o grande número de desconhecidos que os atraia. Passavam horas apenas observando as pessoas.
Numa tarde quente Evelyn encontrou Daniel no Louvre. Ela fazia visitas frequentes, já que ainda não conseguira ver todas as obras expostas no museu, mas se surpreendeu por encontrá-lo. Mais uma vez o misterioso rapaz desafiava os sentidos de Evelyn, mesmo assim ela se deixou levar, alguma coisa lhe dizia que não havia perigo.
Daniel a convidou para jantar em um dos charmosos barcos que passeiam pelo Rio Sena e oferecem refeições, com vinhos e queijos enquanto passam pelos belos pontos históricos da cidade.
O jantar foi mágico e Evelyn sentia-se feliz e satisfeita. Desembarcaram em frente a Torre Eiffel e aproximaram-se da multidão que esperava o show.
Naquela noite, enquanto os turistas aplaudiam o acender das luzes na Torre mais fotografada do planeta, Daniel beijou Evelyn e logo depois sumiu na multidão.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

59 Resultados

  1. Baronesa disse:

    Hum …interessante. mágico!

  2. Baronesa disse:

    Essa imagem da Torre Eiffel, é maravilhosa. coisa linda!

  3. Lupino Urbano disse:

    Torre Eiffel é ponto turístico do romantismo 😉

  4. Baronesa disse:

    ♥sou romântica…♥
    Um dia quem sabe ainda vou para lá…

  5. ChetFriedrichAlighieri disse:

    Eu já fui a Paris e posso simplesmente concordar que a torre eiffel é simplesmente magica, grandiosa e romântica!Mas eu prefiro dizer que ela fica muito mais bonita de noite…como toda a Paris,é claro.

  6. Baronesa disse:

    Se pudesse gostaria de conhecer toda a Europa, o velho mundo é muito charmoso.

  7. Baronesa disse:

    Mas essa história desse rapaz está muito misteriosa…o que será que virá? estamos no aguardo Evelyn 🙂

  8. Jeff Andreoli disse:

    Gostei da historia…muito legal a Torre Eiffel….\o/ sexta feira…eu volto a comenta aqui de novo.

  9. Nívea disse:

    Esse Daniel misterioso demais… minha imaginação já está voando a respeito disso!!
    Visitando o site pela primeira vez, to adorando!! =)
    Espero que essa história tenha continuação!!!

  10. miimyh disse:

    é minha primeira vez nesse site e estou adorando. o tempo todo achei q o Daniel poderia ser um vampiro e adorei a história.

  11. Evelyn Van Dyck disse:

    Bonjour!

    Pardon por m’absence.
    Daniel est quelq’un que me confunde.

    Merci!!!
    Evelyn Van Dyck

  12. Lin-Kun Cadu disse:

    Lembrei da música do ELton John- Daniel.
    u.u

  13. Baronesa disse:

    Evelyn está perdoada por sua ausência, mas não nos deixe nessa curiosidade. adiante um pouquinho para nós do que vai acontecer vai!

  14. sayros disse:

    como ja estive em paris digo a magia da torre eiffel é na verdade das bruxas de salem

  15. fabiana lee disse:

    perfect historie i loved so much is magic , inigmatic and misterious , pardon para onde foi este rapaz espero q tenha uma segunda parte ansiosa ..

  16. fabiana lee disse:

    lo/o emuito legal , paris torre eiffel nossa um dos meus sonhos ,, seria ermoso conoce-la ..

  17. oh este Daniel é o tipo de cara que todas as mulheres encantam acho que preciso de umas aulinhas com ele, rsrsrsr, aí galego qula teu e-mail, estou escrevendo algumas cronicas ainda pretendo fazer um livro, e tenho algumas duvidas sobre os vampiros.

  18. Lin-Kun Cadu disse:

    Todas as mulheres ?

  19. Baronesa disse:

    Todas as mulheres? x2

  20. fabiana lee disse:

    no .coompreendi? todas las mujeres no no no ,, pelomenos eu nao nao caio facil nao, mesmo se o cara fosse um brad pitt da vida never and ever tenho meu orgulho filho….

  21. The Fallen disse:

    que bruxaria é essa ?
    o cara manja …

  22. Baronesa disse:

    Orgulho Feminino, partique essa idéia!! LOL

  23. Baronesa disse:

    *pratique (ANALFABETA MESMO!!)

  24. fabiana lee disse:

    e nem sempre agente acerta nao e mesmo bem como eu estou numa lan house o tempo e corrido e como eu to sem computador porque minha tia fez o favor de queimar o meu ne ? pois e orgulho feminino msm agente tem que saber nos valorizar e nao nos deixar influenciar pelos homens mesmo que sejam um brad pitt da vida ! 😉

  25. fabiana lee disse:

    (nos valorizarmos ) e analfabeta *pratique *

  26. Lin-Kun Cadu disse:

    Conheço muitas mulheres que não iam na dele, muitas mesmo xD

  27. fabiana lee disse:

    a ta cadu certo tambem nao iria msm

  28. Lin-Kun Cadu disse:

    Não sei, por mais que eu tenha uma mente machista xD Acho que nem todas as mulheres estão assim hoje em dia xD

  29. fabiana lee disse:

    e verdade tem u,as que nao podem ver um olho azul um musculo , que ja caem de boca ja eu nem to ligando muito nao os homens da minha vida do me deram dor de cabeça , mais no dia em que eu achar um que me faça feliz eu to dentro nem penso muito nao viu… Xd

  30. Anna disse:

    Relaxa Fabiana,
    O essencial é invisível aos olhos(;
    só se vê bem com o coração♥,
    um dia alguém especial aparece!!!!

  31. fabiana lee disse:

    e verdade o essencial pra mim e parar de sofrer por homem que nao da valor

  32. Anna disse:

    Isso mesmo[-ิิ_•ิ]!!!!
    pare de sofrer com pessoas que não merecem tal sofrimento,
    2012 está apenas começando,
    estabeleça suas regras, procure com o coração,
    as vezes as pessoas que nos fazem bem,
    está bem proximo da gente e por motivos bobos,
    nao às enxergamos….๏̯͡๏

    Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄ƷbjsƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

  33. Lin-Kun Cadu disse:

    *Mode Emocore ON* Owwwnt Que Lindo *–*

  34. fabiana lee disse:

    aai que romantico ,
    #adoroserromantica
    me faz muito bem ter alguem que me complete e me faça feliz …

  35. Lin-Kun Cadu disse:

    Bom, meu comentário aí foi sarcasmo mesmo.

  36. fabiana lee disse:

    como diria sam winchester minha ironia e meu sarcasmo *_*

  37. Lin-Kun Cadu disse:

    Sam Winchester? Não seria o Dean, não?

  38. fabiana lee disse:

    nao nao eu me espelho mais nele eu gosto mais do sam do que do Dean, e o DEAN tambem sabe ter sua dose de fany fany de vez enquanto

  39. Lin-Kun Cadu disse:

    Digo, o autor dessa frase não seria o Dean. Sam não é irônico e muit menos sarcástico.

  40. Lin-Kun Cadu disse:

    Gomenasai Fabiana, mas a senhorita não quis dizer Funny Funny não? xD

  41. Anna disse:

    estilo “Emocore” nunca fui chamada dessa forma,
    mais ate que soa legal….hehehe

  42. Lin-Kun Cadu disse:

    Eu disse Emocore mas foi mais em relação a mim na hora do sarcasmo ‘_’

  43. fabiana lee disse:

    fanyquito e assim que eu chamo ele da uns surtos de vez enquanto

  44. Lin-Kun Cadu disse:

    xD Sou mais Dean xD Ele é mais parecido comigo em questão de personalidade ‘_’ Não só ele como o Cas também xD

  45. Anna disse:

    eu sei….

  46. fabiana lee disse:

    eu tambem gosto do dean ele e muito engraçado . eu rio muito quando eu vejo supernatural agora ta passando de madrugada

  47. Lin-Kun Cadu disse:

    Eu assistir tv? Neem, não espero isso tudo por causa de seriado, assisto pelo computador mesmo.

  48. fabiana lee disse:

    ah e facil qundo se tem um ne meu bem mais eu nem assisto mais porque passa muito tarde eu nao tenho paciencia e insonia o suficiente para isso ,,ja foi o tempo que eu ficava ate as4 da madruga vendo tv inclusive supernatural

  49. Baronesa disse:

    ♥ Dean ♥Castiel os caras são demais!!

  50. Uhum u.u Em fanfics, paródias, HQs, Anime e ..Yaoi.

  51. Baronesa disse:

    Yaoi… (Cá bandida)!! xP

  52. fabiana lee disse:

    bom demais eu ria ptofas

  53. como assim YAOI…oO
    Agora ser for YURI agora sim ^^ hehehehehehe

  54. Eu gosto de Yaoi, respeito aí u.u

  55. eu não tenho nada contra YAOI por que eu já assistir um com a minha ex-namorada..^^

  56. Baronesa disse:

    assitiu com a ex namorada… aposto que com a melhor das intenções né Sr. JeFF?? rsrs

  57. ÁQUILA GOMES disse:

    É triste quando gostamos de uma pessoa que não nos dá bola não importa o que tenhas feito para chamar a atenção.Eu passei dois anos de minha vida gostando de um rapaz que no final de tudo soube mais nunca me deu atenção,hoje sou casada e feliz a quase quatro anos e meio,e ele acabou com o casamento de uma menina e se tornou pai cheio de problemas.

  58. fabiana lee disse:

    isso e corriqueiro pra mim tenho em mente que namoro , relacionamentos com alguem devem ser tratados com seriedade e respeito como a evelyn fez ele mereceu o que encontrou afinal o sentimentos de uma mulher sao frageis e nao devem ser manipulados de qualquer maneira; bem ate