Boa noite minhas doces crianças coradas do dia.

Primeiramente gostaria de acalmar aos que estão me oferecendo ajuda, colo, casa, comida e roupa lavada nos últimos dias. Garanto que estou bem e do fundo do meu coração, que um dia já bateu, agradeço.

Hoje quero retomar o assunto “vivendo as escondidas”. Esse assunto foi bem debatido na primeira vez que falei sobre falsificação, roubo de identidade e afins. Na verdade não estou deixando claro que faço isso, muito pelo contrário, evito a todo custo, mas as vezes é necessário para sobreviver durante os séculos.
Retomo esse assunto pois consegui descobrir um cara que é genial, para não dizer insano. Ele vive escondido e o pior, apronta traquinagens sempre que pode. Estou falando de Richard Ringheim ele é uma espécie de fugitivo, que viveu a infância em orfanatos e aparentemente não tem medo de nada. Vive escondido e é procurado por várias instituições policias da europa por desfalques e falsificações.
Vocês não sabem como fico feliz e empolgado ao ver gente corajosa escancarando as fragilidades alheias na cara de todos. Esse cara me fez pensar: Será que realmente existe um lado certo da história? Sim meus caros, existe! Existe o lado que é a visão de cada um, afinal o que é certo para alguém não é necessariamente uma generalidade. Lógico que existem regras comuns a todos, se não a bagunça seria geral, mas vocês hão de convir comigo que as regras foram feitas para os idiotas e burros que não sabem respeitar a individualidade alheia. Sendo assim se você for acima da média pode ver acima das nuvens.

Vejam os vídeos abaixo e se deliciem com as histórias do Burlão!