Recentemente foi lançado o filme Padre (Priest), apesar de já ter lido algumas resenhas como esta, eu ainda não o ví e portanto não farei pré julgamentos com relação a história e sua temática. Todavia, como sei que esta história levanta muitos boatos e principalmente trás a tona muitas ideias, principalmente relacionadas a fé, eu irei falar um pouco da nossa relação com a crença em Deus e o poder que rege a vida.

Certamente tu já deves ter lido nos meus textos por aqui onde falo sobre a origem dos vampiros. Obviamente já deves ter visto que eu sempre digo que não sabemos de onde viemos,  afinal tivemos a mesma origem que os humanos e apenas recebemos uma espécie de upgrade. Ok, esse upgrade ou atualização nos custou a vida, o sol e acabou nos trazendo milhares de problemas que muitos de nós apenas deixam rolar.

Em função disso, frequentemente ouço a pergunta: Galego, por que os vampiros são afetados pela fé? Sinceramente não sei meu caro mancebo, mas vou tentar explanar um pouco sobre as possibilidades. Alguns dizem que somos manifestações malignas, que temos uma ligação com demônios, magia negra e até mesmo que somos de outro planeta. Enfim, as teorias são bem amplas e cada um acredita em algo .

No entanto preciso deixar claro que a fé, seja ela lançada por um padre, por um bispo, por uma criança ou até mesmo por algum objeto abençoado, pode fazer muito mal a um vampiro. Isso obviamente já pode ser explicado através de uma ciência humana chamada de física quântica, que cada vez mais tem conseguido explicar certas relações ainda obscuras entre a mente e a matéria.

Longe de mim difamar a fé, mas ela faz parte do que se pode chamar de manifestação do pensamento e pode ser tanto usando para o lado digamos positivo ou para o lado negativo. Calma mancebo, eu não andei lendo livros de autoajuda. Apenas quero te fazer entender que não é apenas pelo fato de que o cara é um padre que ele nos fará mal, mas sim pela situação de que ele sabe como manipular as energias, entendes?

Existe já a algum tempo muitos caçadores de seres sobrenaturais que descobriram o poder da fé (mente) e se utilizam dela para nos prender, maltratar ou até matar. Esse poder da fé pode ser aplicado a armas que nos causam mais sofrimento, pode ser usado em forma de submissão mental e até mesmo como telepatia ou telekinesis.

Todavia, ai que entra o que eu havia falado anteriormente, a fé ou como eu prefiro chamar ”magia verdadeira”, pode ser utilizada tanto para o bem como para o mal. Afinal originalmente ela é bipolar e vai depender de quem a canaliza. Independente de ser um padre, um lobisomem, um vampiro ou ainda uma bruxa ou um humano normal, ou seja, qualquer um pode domina-la e utiliza-la como achar melhor.

Portanto mancebo se és um vampiro novo, fique atento ao entrar em igrejas, fique de olhos mais abertos ainda ao passar por um convento e acima de tudo lembre-se do nosso lugar. Podemos ser fortes, mas há uma lei que diz que todos possuem as mesmas chances e as mesmas oportunidades de sobrevivência, independente da sua casca e de seus vícios. No mundo mental as diferenças são ainda menores!