Atualmente, tenho recebido muitos e-mails de humanos que gostariam de se trans formar em vampiro. Até entendo que a vida para alguns é difícil, mas garanto que “virar” vampiros não é a cura de todos os males, na verdade seria para muito um grande problema.

Digo isso, pois existem pessoas que não possuem disciplina e certamente seriam mortos pelo primeiro raio de sol ao acordar e sair de casa pela manha, quando o sol está mais puro.
Existem também aqueles que têm a mente repleta de cobiça, avareza, orgulho, preguiça, gula, vaidade e inveja. Caso elas viessem a se transformar em “sanguessugas” certamente morreriam por si próprias depois de certo tempo.

Ser vampiro é mais do que chupar sangue, pegar varias gatinhas, ter uma banda de rock e viver pra sempre. É algo que ocorre somente a certos escolhidos de tempos em tempos de tal forma que se controle a existência da raça de tal modo que não vire anarquia. Já imaginou se fosse assim como nas histórias de RPG, Filmes e outros romances? Certamente a raça humana não existiria mais.

Regras e condutas fazem parte da vida de um sugador. Eu mesmo, por exemplo, quebro várias falando por aqui e certamente vou ser punido quando meu tio acordar daqui alguns anos…

Com relação à transformação, ela é simples, mas faz parte de um ritual. Quem não conhece mais a fundo as antigas tradições apenas vê um cara tomando sangue de outro cara e depois dando do próprio a vitima. No fundo existem as palavras certas, existem as conjunções astrais certas e acima de tudo o pacto entre pai (mãe) e filho (filha).

Para aqueles que ainda tinham esperanças, infelizmente eu sou o portador das más notícias, mas quem sabe você dê azar e encontre uma bruxa ou peludo por ai e sua vida piore…