Sabe o que mais me irrita nesse vários livros sobre vampiros que estão sendo lançados ultimamente? Eles estão transformando os sanguessugas em humanos!

Tendo filhos, trabalhando com profissões do dia a dia e até mesmo indo pra aula? Qual é gente, tudo tem limite…

Faço essa reflexão por causa de um lançamento que ví agorinha na internet. De mais um desses livros que deturpam a imagem dos vampiros, chamado Névoa do tempo.
De acordo com a Folha de São Paulo:

“Na trama, a escola Noite Eterna guardava um segredo de seus alunos novos. Não era um internato tradicional, mas um lugar para vampiros atualizarem-se e sobreviverem aos novos séculos. Bianca é a única que não se encaixa em nenhum perfil. Filha de vampiros, ela é humana até que mate alguém sugando-lhe o sangue.
Esse era o caminho que esperava seguir até se apaixonar por Lucas, um aprendiz de caçador de vampiro infiltrado na academia. O amor é recíproco, e os dois fogem após a escola ser atacada e incendiada.”

A trama é o terceiro livro da saga e para mim é mais lixo melodramático em meio a tantos outros que estão por ai.