Como vocês sabem eu sou um apaixonado por arte, HQ (histórias em quadrinhos) e filmes.
Em função disso, resolvi divulgar para vocês a “graphic novel” do Crepúsculo que foi lançada no Brasil.
De acordo com essa reportagem de ontem da Folha:

“Fãs da “Saga Crepúsculo” não se cansam de ler e reler os livros, até saber cada linha de cor. Agora, eles podem acompanhar novamente o início da paixão da humana Bella e do vampiro Edward em novo formato.

Acaba de chegar ao Brasil a graphic novel de “Crepúsculo”. Dividida em dois volumes, este é apenas a primeira parte da história. Com partes em preto e branco e outras coloridas, conta a história até mais ou menos a cena da clareira. Este é o momento no qual o vampiro revela seu terrível segredo à amada.

Mantendo-se fiel à história criada por Stephenie Meyer, teve sua adaptação acompanhada de perto pela escritora. Quem assina o trabalho de edição do texto e ilustrações é a artista coreana Young Kim. Ela leva ao quadrinho um estilo oriental, deixando os desenhos parecidos com os de mangás.”

Na minha opinião é mais um suvenir para os fãs, algo que se compra e deixa guardado na gaveta para daqui a alguns anos se mostrar para os filhos, pois a história é fiel a escrita pela Stephenie Meyer. Apesar disso é importante falar das coisas boas quando ela existe. Gostei muito da direção de arte  e de toda a ambientação feita pela artista coreana Young Kim, que utilizou muito bem o em preto e branco com tons pasteis.