Helena entrevista Becky e Lilian

Estou acomodada em um bar discreto e pouco frequentado de “algum lugar do mundo” e que me foi indicado como “seguro”. Estou tomando um Cosmopolitan, aguardando a Lilian e a Becky chegarem para a nossa tão esperada entrevista. Confesso que ficar frente a frente com as duas é algo excitante e ao mesmo tempo aterrorizador. Apesar de ter sido avisada pelo próprio Ferdinand pessoalmente de que ambas são simpáticas e totalmente sociáveis, a ansiedade estava me enlouquecendo. Além disso, agradeço a todos que enviaram suas perguntas pelas redes sociais para me ajudar!!!

Depois de algum tempo esperando, como combinado, às 23h vejo Becky descer de um táxi. Trajada com um vestido bordô ao estilo Chanel, meias finas pretas, saltos bem altos do famoso Louboutin no mesmo tom das meias, trazendo consigo o que parecia uma Hérmes Birkin preta, completando o visual com um coque elegante que moldava seu belo rosto. A vampira se aproximou de mim com um belo sorriso e foi logo dizendo: – Olá Helena querida! Como vai? – Em seguida demos três beijinhos no rosto e continuamos a conversa. – Estou bem, é um enorme prazer lhe conhecer Becky! – Olhei em volta a procura da outra vampira e fui surpreendida por sua observação – A Lilian já vai chegar minha querida. Fica tranquila… Vamos nos sentar.”

Alguns minutos se passaram, quando ouvi o som alto e grave de uma moto. Era Lilian, que guiava uma Harley com o tanque roxo e muita habilidade, em seu estilo “rock star”. Ela vestia shorts jeans rasgado, regata branca e curta com estampa da banda Motorhead. Calçava Sandee da Harley, que destacavam ainda mais os seus 1,80 de altura e o look final era composto por uma jaqueta Armani e as tatuagens que enfeitavam a vampira.

Ao se aproximar, chamando naquele momento toda a atenção do bar para nossa mesa, a estilosa vampira, nos cumprimentou, dando um longo abraço em Becky e sorrindo também graciosamente para mim falou: – Helena, e ai tudo bom? – Foi quando ela se aproximou e me meus três beijinhos no rosto também e percebi seu perfume, algo adocicado, que fez minhas pernas virarem gelatinas. Depois dos cumprimentos iniciais e delas duas trocarem “sentimentos muito próximos”, eu arrumei uma brecha, pedi mais um Cosmopolitan, acendi mais um cigarro, liguei o app de gravação e comecei a entrevista.

H= Helena / B= Becky / L= Lilian

H: Então, vamos começar as tão esperadas perguntas?! Primeiramente, devo confessar que é um enorme prazer e privilégio estar aqui frente a frente com vocês duas.

B: Igualmente Helena! Sinta-se à vontade, querida.

L: O prazer também é nosso! É sempre bom poder sentar em uma mesa de bar e ter uma conversa agradável.

H: A primeira pergunta é algo que mexe muito com a cabeça das leitoras e leitores… O que vocês sentem ao provar do sangue? Qual a sensação? É a mesma coisa para todos os vampiros?

B: Bom, foram umas 3 perguntas na realidade, né? Começamos bem! (Risos). O sangue é nossa forma de alimentação, mas, sentimos prazer ao adquiri-lo direto da fonte. Não há nada melhor do que morder um belo pescocinho. Mas, claro depende de cada vampiro, e do tipo sanguíneo. Cada um deles reserva um sabor especial a cada gole.

L: Olha isso é uma variável, que depende da situação, do vampiro, da pessoa, do sangue. Nada é exatamente igual, mas cada um de nós tem preferências pessoais.

H: Outra direcionada para a alimentação de vocês, a sede por sangue pode lhes deixar, tipo loucos? A vontade de saciar a sede pode cegar um vampiro?

B: Essa questão relaciona-se a falta do controle sobre si. Pode acontecer com vampiros recém transformados, mas em nada se assemelha ao que vocês assistem nos seriados. Com o tempo aprendemos a lidar e a organizar isso. Humanos não necessitam de alimentos ao menos 3 ou 4 vezes ao dia? Nós também temos nossa “cota” necessária e suficiente para sobrevivermos.

L: Estamos falando de extremos…. Um vampiro que se permita chegar neste estado de sede, não deve estar no seu melhor momento. Devemos ter uma alimentação balanceada igual aos humanos, nada de ficar fazendo “dieta”, isto não existe para nós. Rs

H: O desejo por sexo é muito intenso em vocês?

B: Depende de cada um. Alguns vampiros nem necessitam de sexo, na realidade. O que nos dá prazer é o sangue, que não é somente um alimento, é de onde vem nossa energia e permite nosso corpo manter-se vivo. Mas, somos mais intensos quando nos permitimos as sensações humanas, afinal a maioria tem os sentidos aflorados depois da transformação. Porém, o sexo não é uma necessidade, já que não reproduzimos nossa espécie, somos inférteis, e não agimos por instinto quanto a isso.

L: Bom tudo dependendo da situação e de quem for, mas como a Becky disse, não temos a mesma necessidade que vocês humanos possuem. Nosso caso é voltado exclusivamente ao prazer pelo prazer, pura e exclusivamente…

H: Uma pergunta íntima agora… Meninas qual a orientação sexual de vocês?

B: Digamos o seguinte: “não tenho orientação sexual, assim como não tenho religião”. Eu tenho preferências. Prefiro viver o momento e fazer o que tenho vontade, quando der vontade, sabe? (risos)

L: Eu não sei por que mas eu já meio que esperava esta pergunta. Bom vamos lá, eu sou Bissexual e não tenho medo algum de falar sobre isso. Gosto de ambos os sexos, já tive relacionamentos com ambos e não tenho nenhum tipo de preconceito sobre isso… Acho toda forma de amor e afeto, válida, desde que haja honestidade e algum tipo de sentimento, mesmo que seja no momento.

H: Outra pergunta que muitos morrem de vontade de saber, quem já pegou quem no clã de cada uma de vocês?

B: (Risos) Bom, todos sabem que rolou algo entre mim e o Hector. Como falo sempre, trabalhamos bem juntos (Becky deu uma piscadela ao falar isso). E Franz até tentou, mas não faz meu tipo… (Mais risos!)

L: Boa pergunta…. Não é novidade que eu e o Trevor tivemos um longo relacionamento… Agora pegar alguém do clã, que vergonha, mas eu ainda não peguei ninguém mais do meu e nem do da Becky ainda… Quem sabe em um futuro próximo eu não pego alguém dos clãs e conto para vocês?! Rs

H: Qual o relacionamento de vocês com o criador do site, o querido Ferdinand? Momento puxa saco.

B: Nos conhecemos já faz algum tempo, o conheci por meio de Eleonor (Pausa)… tanto que posso dizer que sei “quase” tudo sobre aquele tagarela. Somos grandes amigos, lhe considero um irmão mais velho e até mesmo conselheiro para alguns assunto mais importantes.

L: Meu relacionamento com o Ferdinand…. Difícil essa pergunta, por que para mim é algo novo esse “relacionamento” que temos, foi algo do acaso. Mas o nosso relacionamento é mais amigável, por mais que eu o ache um vampiro totalmente atraente e sedutor, apenas existe amizade e uma aliança bacana. Não tenho a mesma intimidade que a Becky tem com ele, talvez um dia tenha, mas só o tempo dirá.

H: Com qual dos vampiros vocês mais se identificam, além da óbvia amizade entre vocês duas e os parceiros que já tiveram?

B: Só uma observação. Nem sempre nos identificamos em tudo com nossos “parceiros”. Mas, em questão de amizade nem preciso dizer que embora não demonstrarmos muito pelo site, o Fê e eu somos muito amigos, devido a nos identificarmos em assuntos em comum, gostos pessoais e por nossa parceria sempre que um ou outro precisa. Mas, sou um ser com muitos amigos, que sempre me ajudam e estão ao meu lado. Como a Lilian claro, Eleonor, que e agora está de “Férias”, a Claudinha, Pepe… Enfim, o clã todo!!

L: Olha já me falaram que eu pareço o Ferdinand de calcinha, o que eu achei muito engraçado, já que não temos nada em comum além do gosto por algumas coisas como motos, talvez estilo de roupa ou as tattoos que muitos nos associam… Mas sinceramente esse lance não rola comigo, não associo ninguém a mim e sim mantendo boas amizades e carinho por todos que passo minhas noites. (Risos)

H: Mudando um pouco o foco. O que movimenta o vampiro, é a sede por sangue?

B: Como falei antes, nosso corpo “vive” por causa do sangue. Mas, não somos movimentados por ele. Igual aos humanos, temos objetivos, talvez sonhos, buscamos por algo. Se a vida precisa ter sentido, então imagina a “não vida”, a eternidade!

L: O sangue é apenas a fonte de energia de um vampiro, não somos necessariamente movimentados por ele, somos mais do que isso e vamos além disso. Muitos acham que todos os vampiros são agressivos e agem sem freios… não é bem assim, não podemos generalizar, certo? Temos leis a seguir também deste lado da vida, onde a nossa existência pode deixar de acontecer.

H: E sobre a interação de vocês duas com os fãs do site, como é?

B: Eu as observo bastante. Compreendo suas atitudes e suas maneiras de pensar. A curiosidade de todos é algo normal, tanto é que aceitamos fazer essa entrevista. Apesar de não ter muito tempo para dar atenção a todos, sempre que posso estou disponivel para uma boa conversa. Gosto de saber das suas histórias, assim como exponho as minhas no site.

L: No começo foi algo estranho sabe, vieram com várias perguntas sobre mim, meu clã, meus gostos, enfim, variados tipo de perguntas que com o tempo consegui saciar todas, ao menos eu acho! Mas ultimamente eu criei um laço com muitas delas (seguidoras), chego a ter um grande carinho por cada uma. Todas têm uma qualidade que contagia e eu gosto de levar isso no meu cotidiano. Confesso que todas me cativaram de um jeito gostoso e muito bacana, algo que eu não trocaria. Gosto dessa proximidade e desse envolvimento com todos do site.

H: O Ferdinand postou uma pergunta interessante para ambas. O quanto vale a vida para vocês?

B:  O Fê sempre vem com essas questões filosóficas… Se a vida não nos valesse, não lutariamos tanto para nos mantermos “vivos” dentro de nossas condições. Somos vampiros, alguns nos chamam de demônios. Houve épocas, que preferi estar morta, mas entendi com o tempo, que ser um vampiro não é escolha nossa. Somos escolhidos, porque sabem que teremos força para enfrentar isso.

L: Eu não sou boa em filosofar, mas a realidade é essa, a nossa “vida” é tão importante que nos arriscamos frequentemente e de várias formas para que a nossa existência nunca acabe. Então sim a nossa “ não vida” é essencial sem sombra de dúvidas.

H: Agora teremos perguntas voltadas especificamente para cada uma. Uma curiosidade geral, Becky e você e o Hector? Voltam? Não voltam? Foi apenas um caso e nada mais?

B: Foi uma temporada apenas. Rolou uma quimica, então compartilhamos experiências, nada mais.

H: Lilian, tens alguém em vista ou anda apenas curtindo tuas noites?

L: Ultimamente, ando curtindo mais as minhas noites, por hora prefiro ficar solteira, caso surja alguém para ter algo estamos ai, mas por hora estou livre, leve e solta. Single lady!

H: Becky veremos mais daquele teu lado sombrio ou não?

B:  Não creio que isso deva ser algo atraente para alguém. Mas, “meu lado sombrio” está sempre aqui… Posso parecer meiga, mas se eu quiser, posso acabar com sua vida e ninguém aqui nesse bar irá perceber. Mas calma, jamais farei isso Helena, você agora é nossa protegida. (Naquele instante Becky mostrou muito bem seu lado sombrio nesse momento, mas seu sorriso fraterno depois me fez relaxar novamente.)

H: Lilian ainda veremos você em ação por ai?

L: Do que depender de mim a resposta é sim, vão ver muito ainda das minhas aventuras/confusões e até meus momentos de descontração.

H: Becky o que pode nos falar do teu estilo?

B: Meu estilo? Sou geminiana. Não tenho um estilo definido! Posso ser uma roqueira hoje, e uma mulher clássica amanhã. Depende do meu humor, do momento… Mas, sim, estou sempre antenada nas tendências e novidades que são lançadas.

H: E você Lilian, qual teu estilo?

L: Estilo? Sinceramente eu não sigo a moda e sim minhas vontades. E olha que por ser Libriana eu deveria seguir a moda e as tendências, mas quem me conhece sabe que varia do meu humor…Podemos dizer que peso para o lado Country Girl com uma pitada de gótico, dirigindo Harleys, V8’s e algumas Big Truck’s.

H: Uma curiosidade, tem alguma época ou década na qual sente falta, Becky?

B: Olha, não tem não. Mesmo por que não sou tão velha. Claro, que tem períodos que curto bastante, mas passei grande parte do tempo fugindo…

L: Sinceramente, não tenho nenhuma época preferida, levo em conta momentos que valham a pena guardar e sentir saudades, nada de época preferida.

H: Última pergunta e uma que está rolando por ai… Vocês já ficaram juntas?

B: Humm? (Risos)

L:  Hahahahah Vocês saberão sobre isso em breve!

Depois dessa conversa agradável e engraçada, encerramos a entrevista com alguns papos off. Becky se ofereceu para me levar embora, mas como eu estava um pouco receosa acabei indo de taxi e ela foi de carona com a Lilian. Antes de pegar o táxi, fiquei observando elas irem embora até sumirem entre os carros e avenidas. Foi tenso, foi mágico, foi engraçado….

Ao chegar em casa ouvi a gravação várias vezes e o que leram aqui foi um grande resumo, onde tentei repassar tudo o que obtive delas. Fiquei morrendo de curiosidade sobre vários outros assuntos e acho que vocês vão ter muitas dúvidas também. Será que consigo falar pessoalmente com o Ferdinand ou Franz ou quem sabe o Hector? #MorrendoDeMedo #MegaCuriosa #SuperExcitada

Espero que tenham gostado!

Beijos, Helena.

Helena

Helena Kuster… Uma jornalista no auge de seus 21 anos, que ainda não sabe muito bem como veio parar nesse outro mundo Obscuro. Afinal, sempre foi fascinada por mistérios e principalmente em tentar resolvê-los. Eis que um dia… Ela mergulhou de cabeça nisso, e conheceu os Wampirs.

Você pode gostar...

32 Resultados

  1. Ana Laura (Aninha) disse:

    Wow, what a surprise. Adorei a entrevista. Muito interessante.

  2. (w) Rebecca W. Erner disse:

    Nosso papo foi ótimo!! Muito divertido e agradável ^^

  3. liliank2_vampir disse:

    Foi muito agradável, devemos repetir a dose! ^^

  4. ElliotGrings disse:

    Embora ter encontrado esse site hoje e sem saber quem é quem adorei ler a entrevista kkkkkk

  5. Natalia Sarint disse:

    Eu também adorei ??? muito show meninasss!!

    • (w) Rebecca W. Erner disse:

      Ficamos muito contentes pelo pessoal ter curtido ^^ Quem sabe, venham novas entrevistas em breve, com os outros Wampirs??

      • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

        Quem sabe eu não crio coragem e faça uma também hehehe

        • liliank2_vampir disse:

          Faz sim Claudinha!!!!! Eu vou estar na fila para ler!!!! *.*

          • Natalia Sarint disse:

            Ebaaaa!! tomara que sim. Estou aguardando ansiosamente rss!

          • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

            Vou pensar com carinho na proposta Lill hehehehe

          • (w) Rebecca W. Erner disse:

            Pensa assim ^^ Uma entrevista contigo e com o Sebastian (Que não dá as caras faz um tempo eim…rsrsrs), seria muito interessante!!

          • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

            Será difícil convencer Sebastian. Eu fazer uma entrevista já é algo difícil hehehehe…não garanto nada a vocês.

      • ElliotGrings disse:

        Haha, por favor!
        Melhor pergunta: “Vocês já ficaram juntas?” morto com isso até agora hahahaha

        • (w) Rebecca W. Erner disse:

          Curtiu é? Logo logo, falaremos sobre isso aqui nas histórias 😉

          • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

            Vocês duas provocaram outro tipo de curiosidade nos leitores agora huahuahuahua

        • liliank2_vampir disse:

          Bem vindo Elliot! Logo logo vai ter a resposta. ^^ :*

  6. liliank2_vampir disse:

    Fiquei muito feliz ao saber que todos gostaram da nossa entrevista! Confesso que até eu estou ansiosa para ler futuras entrevistas com os outros vampiros do site!!! *.*

    • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

      Ficou muito interessante a forma como expressaram e esclareceram as dúvidas do pessoal.

      • liliank2_vampir disse:

        Ah que bomnque gostou Claudinha!!! Precisamos marcar algum “rolê”, saudades de ti!!!!

      • (w) Rebecca W. Erner disse:

        Obrigada Claudinha, elogios vindos de você me deixam lisonjeada ^^

        • (w) Cláudia Rizzi de Fiore disse:

          Não seja boba becca hehehe assim fico com vergonha…

  7. Sabrina_Gaetner disse:

    Cheguei hoje no Blog, que mundo maravilhoso amei a entrevista. Vou acompanhar o blog a partir de hoje.!!

  8. Anna disse:

    OI…. Quanto temp!! Que legal estar de volta!!!