Licans, como eles são?

Nos meus últimos artigos aqui no blog do meu irmão Ferdinand, tenho falado bastante sobre minha matilha de Licans. Sobre como vivemos em meio a uma das maiores florestas do mundo, juntos dos indígenas e dos demais povos que frequentam nossa região.

Hoje, eu vou mudar um pouco o foco e falar especificamente sobre nós: Licantropos. Popularmente conhecidos como Lobisomens, Metamorfos ou simplesmente Licans. Dando ênfase as principais características de cada um daqueles que conheço, bem como suas origens.

Em seu livro Ilha da Magia, Ferdinand cita algo assim: “O seu corpo começou a crescer, muitos pelos foram preenchendo sua pele branca, e depois de alguns segundos entre contorções e grunhidos ele se transformou em algo bestial… ele parecia ser muito mais forte e havia algo de felino em suas feições”

Conforme tal relato, enfatizo aqui as “feições felinas” pois isso é a base do que quero lhes trazer. Afinal, é um erro muito comum achar que os licans são variações avantajadas apenas dos Canis Lupus ou Familiaris.

P0de-se no entanto haver variações em outros grupos como Panthera, Leopardus, dentre outros felinos. Sobretudo, também existem ou existiram variações com base nos Ursidae, Equus Ferus, Bos taurus, entre outros. Sendo estes últimos muito relacionados respectivamente aos mitos dos Centauros e do Touro de Minos, popularmente conhecido como Minotauro.

Ferdinand e eu, mais do que ele, pertencemos há uma linhagem de Canis Lupus e por esse motivo, conseguimos mudar de forma indo ao encontro das feições próximas destes seres.

No que diz respeito ao mundo sobrenatural e das potencialidades que tal “poder” nos confere, há a vitalidade ampliada, a força, e todos os sentidos ampliados. Ou seja, resistimos, ouvimos, vemos e sentimos com maior precisão que os humanos ou até mesmo que os animais.

Não vou entrar no mérito aqui de onde tais “poderes” vieram ou de como aprendê-los, apenas me restrinjo ao fato de que isso existe desde os primórdios. Acompanhando as tantas evoluções dos seres que habitam este plano e os demais que circular em paralelo a este.

3 Comentários

Imagina mil homens e mil mulheres como vocês, daria um exército e tanto. Ninguém seria capaz. Mas acredito que hoje em dia muitos exércitos já usam criaturas alteradas geneticamente e com aparência comum aos olhos de todos. E isso vem de bastante tempo acredito. Como na guerra de seis dias em 1967 onde Israel deu um show, será que foi mão divina? Ou será que foram homens e mulheres alterados no meio daquele exército? Tem várias e várias testemunhas que deixa isso evidente

Deixe um comentário