O mistério do lobisomem – pt3

Fyllisk fjörvi feigra manna,
rýðr ragna sjöt rauðum dreyra;
svört verða sólskin um sumur eftir,
veðr öll válynd. Vituð ér enn – eða hvat?

Ele se alimenta da carne dos homens mortos,
a casa dos deuses se torna vermelho do sangue escarlate;
o brilho da Sól se torna negro para os verões que chegam,
o tempo se torna pior. Quem saberia – ainda mais que isso?

Lugar tranquilo e pacato, algumas árvores no quintal e por dentro diversos quadros nas paredes. Muitos deles relacionados a mitologia nórdica, inclusive alguns continham passagens da Völuspá, o primeiro e mais conhecido poema da famosa Edda.

Tais escritos não tiveram muita importância ao menos no inicio de nossas investigações e o restante da casa do tal individuo eram bastante normais. Num dos cômodos achei um laptop bem usado e Claire, um cofre disfarçado de frigobar noutro. Saímos de lá com ambos e voltamos para a casa alugada.

Pepe me indicou um amigo hacker para dar uma olhada no laptop e Claire se virou com o cofre. Mesmo com nossas forças sobrenaturais são “rolou” abrir e tivemos de apelar para algum chaveiro. Não desses que ficam em quiosque de supermercado, mas um especialista conhecido da peluda, que inclusive se prontificou em ir ao nosso encontro num local neutro e instantes depois de ser chamado.

Ele levou alguns minutos, reclamou que já haviam tentado arrombar aquele cofre outras vezes, mas por fim deu um jeito. Claire pagou algumas Libras pelo serviço e tão logo ele se foi, nos concentramos com o que havia dentro da caixa forte.

Algumas gavetas com Euros e libras, uma caixa com esmeraldas e uma caixa de madeira, que continha um par de brincos e um colar aparentemente de ouro com pedras negras, aparentemente Ônix.

– Bom ao menos levantamos uma grana boa…

– Como se tu precisasses… Deixa eu ver esse colar!

Não que todas as lobisomens sejam grosseiras, mas Claire é meio bruta mesmo e tão logo falou, foi arrancando o colar das minhas mãos e colocando.

– Fuck, hey não coloque isso assim – Disse preocupado.

Mesmo assim ela me ignorou, colocou tanto o colar como os brincos. Aparentemente não havia acontecido, até o momento em que ela me olhou fixamente por alguns segundos.

– Puta que pariu, acorda!!!

Dei-lhe uns dois tapas de leve no rosto…

– Depois eu é que sou a grossa, eu estava brincando contigo idiota! Mas espera, acho que senti algo…

Ela simplesmente sumiu a minha frente e em seguida senti uma forte brisa circulando ao meu redor, como se do nada o vento atingisse minha pele fria. Olhei para todos os lados, fiquei preocupado e quando menos esperava ela reapareceu a minha frente.

– Uouu…

– O que foi isso Claire?

– Isso aqui simplesmente me deixou muito rápida. Tu me viu correndo? Acho que dei umas 5 voltas em ti e no carro – Falou ela impressionadíssima.

– Bom, ao menos temos mais uma confirmação que esse povo está mexendo com magia bem pesada. Vem cá deixa eu tirar umas fotos das joias.

Enviei de imediato as fotos para Sebastian. “Já que vocês pesquisaram sobre joias outro dia eu preciso que aproveitem o embalo e deem uma olhada nestas também. Valeu Seba”.

Como estava para amanhecer voltamos para a casa alugada e enfim consegui arrastar a lupina para a cama. Sexo casual, sem comprometimento e despretensioso. Apenas para acalmar os ânimos antes de dormir como diz o Franz.

No meio do dia acordei com uma chamada de voz pelo Whatsapp, era Sebastian empolgado com suas descobertas. Tais joias haviam sido roubadas de sua dona, uma bruxa de Londres, popular entre os colecionadores de artefatos mágicos.

Acordei Claire, que aliás estava uma delicia nua entre os lençóis. Ela acordou um pouco assustada, se cobriu envergonhada e queria sair naquele instante mesmo para falar com a tal bruxa. Sério, tive que segurá-la… Essa lupina ainda vai me deixar louco! Pensei comigo.

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. João Antonio disse:

    Tento falar pelo e-mail com alguém do site mais até o momento ninguém me respondeu queria saber quando isso seria possível, não estou pedindo para me transformarem nem nada somente quero aprender mais um pouco sobre oque e ser um vampiro e sobre as coisas que ocorrem em sua vida
    Obrigado.

  2. Ruby disse:

    Olá, estou à dois dias viciada em seus contos.. Parabéns, você escreve muito bem!! Com certeza lerei o livro, adoro esse tipo de assunto, me sinto bem boba devido a um conflito interno entre ceticismo e minha imaginação que vai a mil, isso me tira um pouco da realidade, seja verdade ou não (espero do fundinho do meu coração que sim). Encaminhei um e-mail ontem falando um pouquinho sobre mim, com meu nome verdadeiro e tal, mas gostaria mesmo é de saber mais sobre você!! Sempre tive uma tendência a fantasia, o mundo real é muito chato.. Enfim, se tiver um tempinho e quiser me responder vou ficar muito feliz, falar desses assuntos é uma fuga. De qualquer forma obrigada, só pela leitura já está valendo. Abraços de luz (risos).

    • Olá bem-vinda Ruby, espero que goste de todo o conteúdo de site. Temos muito material ao longo dos quase 8 anos que estamos no ar. Recebi teu e-mail e está na fila de resposta. Assim que possível eu mesmo te retorno 😉

  3. Ruby disse:

    Obrigada pelo retorno seu lindo ♥

  4. TsukiWampir disse:

    ei que sou só um visitante mas queria saber de uma coisa de uma pessoa aqui se que é uma pergunta tonta mais existe alguém aqui qual es a melhor publicação mais adorada da qui desse site tão belo(visitante nada eu venho aqui desde 2009 e parei por uns dias em diante)