Preciso de uma nova cria

Como vocês sabem tirei umas férias prolongadas pela Europa no final do ano passado, onde inclusive tive o privilégio de desfrutar bons e ótimos momentos com minha doce Eleonor, sua filha adotiva, Franz e H2.

Para que vocês matem a curiosidade vou contar um pouco de como anda nossa atual situação de “vida”, se é que posso chamar nossa existência desta forma. Atualmente Eleonor atingiu o que eu chamo de ponto alto da vida de mãe. Para ela, a pequena “G” é mais do que uma simples pessoinha em fase de crescimento e todos que veem as duas juntas percebem o afeto e o amor existente entre elas. Lembro que Stephanie era uma boa mãe, mas Eleonor está “saindo melhor que a encomenda”.

Ambas fazem compras juntas, passeiam por muitos lugares, obviamente a noite, Eleonor dedica uma parte do dia para lhe transmitir suas experiências e a garotinha além disso possui duas outras professoras Ghoul. A pequena parece ter se acostumado com o nosso mundo, mas confesso temer a noite em que ela irá enfrentar os hormônios da adolescência e provavelmente nos trará problemas… (acabei de bater algumas vezes na mesa de madeira para tentar atrair mais sorte)

Franz é outro que anda para cima e para baixo com “sua cria”, o H2. Claro, que a relação entre os dois é muito diferente desta vivenciada por Eleonor e a pequena “G”. Todavia, é sempre muito engraçado ver Franz tentando ensinar algo para o seu brutamontes. H2 era um “caçador de recompensas”, já havia estudado para ser padre e pelo que sabemos, beira os 70 anos. Seu corpo é forte, definido e ele deve ter a minha altura, algo entre 1,90 e 1,95. O grande detalhe é que ele conseguiu ao longo de suas andanças mundo a fora, diversos rituais poderosos relacionados à cura e regeneração. Cousas, que lhe renderam mesmo depois de tanto tempo a aparência de uns 30 e poucos anos.

Cabe aqui um parágrafo sobre minha cria, Sebastian, que continua cuidando de muitos dos nossos negócios, mas que no momento dedica todo o seu tempo a um novo amor. Quem sou eu para impedi-lo de aproveitar cada momento com sua nova garota? Portanto, deixei-o livre por uns tempos.

Em função da ausência de Sebastian eu resolvi abrir uma espécie de concorrência para uma nova cria, sendo os principais candidatos três de meus Ghouls mais ativos. Como vocês sabem Ghols são pessoas que possuem uma união de sangue muito forte com um determinado vampiro e se tornam na verdade dependentes dele. O sangue do vampiro gera um tipo de vício no individuo e se este não for consumido de tempos em tempos pode trazer sérias consequências. Dentre elas loucura, paranoia e todos os outros tipos de problemas que tu possas imaginar.

Pois bem, vamos aos candidatos que sofrerão nas minhas mãos nas próximas noites: inicialmente há o Willian, estudante de física, 21 anos e Geek. Na verdade ele completamente viciado em novas tecnologias e tem me servido muito bem no quesito informações e tendências.

Além deste há a Penélope, aliás, acho que é este o seu pseudônimo atual. Uma jovem de classe baixa, mas muito esforçada e que depois de ganhar seu primeiro computador aos 10 anos, virou uma Hacker de “mãos cheias”. A história dela já foi contada por aqui se não me engano no ano passado neste conto.

Por último e não menos importante, há a Débora. Ahhhhh a pequena Deb (suspiros), loirinha com cara de sapeca e que mesmo aos 26 me parece uma adolescente do tipo Lolita. Ela na verdade foi por algum tempo um afair, mas que no passar dos anos se mostrou extremamente útil nos assuntos relacionados ao popular “jeitinho brasileiro”. Já perdi as contas das informações, negócios e “aquisição de favores” que ela me permitiu adquirir com maior facilidade… Num mundo como este é fundamental ter alguém que saiba mentir tão bem quando a melhor das atrizes. Ainda mais sendo tão bonita, gostosa e sexy como ela.

Nas próximas noites mantê-los-eis informados sobre as provas que cada um terá de enfrentar para se torna um VAMPIRO. Aguardem!

Ferdinand W. di Vittore

Nascido em 1827, foi transformado em vampiro com 25 anos em 1852, enquanto ainda vivia na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, Santa Catarina – Brasil.

Criou este site em 2008 com o objetivo de divulgar as ideias do seu clã, instituição fraternal em que ele, seu mestre e alguns amigos mais chegados pertencem. Além disso ele também publica aqui e no vampir.com.br histórias do seu cotidiano. Está quase sempre bem humorado e nos últimos anos possui um projeto chamado “Os escolhidos” em parceria com Hector. No qual eles “ajudam” a polícia e a sociedade na resolução de crimes hediondos.

Ferdinand também ocupa suas noites com a escrita e recentemente publicou um livro com suas memórias: https://my.w.tt/UiNb/gz325qd62s

Você pode gostar...

17 Resultados

  1. Allice Taranti disse:

    “[….] Seu corpo é forte, definido e ele deve ter a minha altura, algo entre 1,90 e 1,95….”
    Aiai…
    @galego e suas descrições de cada Wampir…

  2. Hioni disse:

    esse galego,rsrsrs

  3. Viih Silva disse:

    …Ahhhhh a pequena Deb (suspiros), loirinha com cara de sapeca e que mesmo aos 26 me parece uma adolescente do tipo Lolita… Ai tem Galego… e como tem… espero que já tenha uma “vítima” em mente, e desejo boa sorte a estes três sortudos… se é que são mesmo (lê-se fazendo cara de idiota enquanto escreve).

    • Allice Taranti disse:

      Digamos que… são sortudos até certo ponto…

      Vejamos o que passaram na mão do @galego pra se tornarem Wampir’s…

      :3

  4. fhal disse:

    Hallo Ferdinand, ach bin ich eifersüchtig, diese leute haben wirklich Glück. Sorry, estou de novo escrevendo alemao. Schatz vc leu o que escrevi alguns dias atras? Espero que sim pois diese Gabe lässt mich nie in Stich, ich weiß immer bevor was da ist. Du verzerrst dich nach einem leiblichen Kind, schön sehr bewegenden. Schade dass ich nicht auf deine Liste bin, biete ich zum ganichts, aber wirklich schade, habe so viel vor und habe einem Geschichte die dir wirklich der Mund offen bleiben wurd. PS: Bitte um nichts. Fühle mit dir mit. Küss . Fhal.

    • Ana disse:

      (nunca entendo nada quando vocês falam em alemão… nem quando vou ao tradutor entendo (porque aquilo a traduzir é muito rasca))

  5. Perth disse:

    Meus pêsames ao vencedor, @galego eles vão ter pelo menos escolha?

  6. Katherine Huber disse:

    Ótima história! Será interessante saber quais são esses “testes”, e embora sejam esses considerados sortudos… Acredito que o melhor sejas poder servir a esse tal de Ferdinand, que com suas histórias consegue cativar facilmente a todos! Parabéns pelo site, estou encantada. 😉