Caminhei sozinho esperando uma resposta, procurei no amor carnal tudo aquilo, que sem querer encontrei oculto na posição de “pai”… Vocês já estão cansados de ler por aqui meus tormentos e explanações, porém acho válida esta forma de expressão. Afinal, é este o objetivo desse site: mostrar a realidade de um vampiro.

Pepe comprou um guarda roupas inteiro novo e decidiu que em sua nova vida seu estilo também mudaria. Então nos últimos dias ela deixou de lado as roupas coloridas, os piercings e adotou a moda executiva. Cabelos amarrados com “coque”, óculos grandes e vários conjuntos do tipo terninho com cores sóbrias preencheram o seu closet por inteiro.

Certamente, eu esperava que ela entrasse de cabeça em tudo, mas a ansiedade tem feito parte de seus dias. Será que tamanha vontade irá conter suas vontades de recém-criada? Várias perguntas, vários ensinamentos e adaptações divagam por sua mente. A mudança para os hábitos noturnos foram tranquilas, há tempos o sol já não fazia mais parte de sua rotina, e quem sabe realmente ela tenha nascido para ser uma vampira?

Sim, eu mesmo tenho me feito diversas perguntas, mas assim como a professora e futura cria de Sebastian disse: “Às vezes é necessário arriscar a própria morte para vencê-la, mas quem está disposto a arriscar?”. Cláudia havia enchido todo mundo com perguntas e como eu mesmo disse para ela. “Tais muito chata mulher, acho melhor adiarmos e por hora tu não vai se transformar”. Ela ficou duas noites sem falar comigo, até que antes de ontem Sebastian nos disse que iria adiar sua jornada entre os Sanguessugas.

Sei que optar entre a vida e a morte não é fácil, mas a possibilidade de “reset mental” dada por Franz, parecia ou a menos pior para ela. Portanto, dados os ocorridos, tratei de fazer os últimos preparativos para a transformação de minha filha e obviamente aos moldes do que foi proporcionado em meu rito de passagem por Georg.