Xamanismo e os seres sobrenaturais

Eu fui um dos influenciadores que incentivaram o Ferdinand ir além do que é visto no cotidiano das cidades, florestas e mares. Esse papo é bem longo, mas digamos que tem início no princípio de abrir aquele famoso terceiro olho. Esse assunto sempre gera muitas perguntas ainda mais quando falo nos planos que circundam a terra.

Alguns chamam isso de abertura do terceiro olho, outros de ascensão espiritual e tantos outros de viagem astral. Eu diria que é um pouco de tudo isso! Sim, pois a grande magia que existe no mundo foi despedaçada em diversos religiões e cultos. Cujo, conhecimento de cada uma destas migalhas, conseguimos a tão almejada coexistência com os mundos.

Um dos cultos ou religião que mais trabalha esse envolvimento com os espíritos é o Xamanismo. Aliás, este é um assunto sempre muito relacionado aos licantropos. Por falar nisso, as crenças nos Wairwulff/lobisomens e nas bruxas são as mais antigas registradas no Brasil.

Vampiros são coisa nova, agora se você perguntar pra qualquer velho principalmente de interior, pode crer que ele sabe uma história de fulano ou cicrano que fica doido e até uiva na lua cheia. Alguns inclusive falam que eles têm pacto com demônios, o que não é algo errôneo, na maioria das vezes.

Voltando ao Xamanismo e pelo que pesquisei aqui, o Ferdinand já falou um pouco, mas acho que posso esclarecer um pouco mais, sendo eu um dos maiores praticantes em nossa família. É difícil resumir o xamanismo em poucas palavras, mas digamos que é um culto no qual acreditamos na união entre os mundos materiais e espirituais.

Não convém aqui ir às entranhas de tais práticas, mesmo porque o Google fornece tal conhecimento hoje em dia, no entanto, é importante dizer que existem diversas ramificações e as mais populares são as disseminadas por tribos indígenas dos Estados Unidos ou da Sibéria.

Eu, por exemplo, fui iniciado por um xamã dos Cherokee, o mesmo que também me iniciou em muitas práticas de licantropia e tudo mais que vocês possam imaginar relacionado a esses assuntos.

Indicação de leitura sobre Xamanismo

Outro ponto importante é que diferente do espiritismo, o xamanismo, nos ensina a conviver com os espíritos, invocá-los e muitas vezes utilizá-los a nosso favor. Caso queiram saber mais sobre o assunto recomendo livros de autores consagrados no assunto como Gladys Reichard, Christian Rätsch e Michael Harner.

Mais histórias sobre mim

Outro ponto que o Ferdinand sempre trás aqui são histórias práticas, algo que ele faz quando encontra “inimigos” ou seres que vão contra os seus caminhos. Nesse sentido e para não destoar muito dos posts dele. Vou tentar trazer um pouco das minha vivencias nos próximos artigos.

3 Comentários

Falando em graça da vida, quem quiser assista o filme “Sim senhor” trás uma mensagem para aqueles que só gostam de dizer não as oportunidades 🙂

Até então só ouvi falar por alto sobre xamanismo, muitos dizem que parece um pouco com espiritismo, mas lendo agora vi que destoa, gosto sempre de ouvir sobre outras religiões e estilos de vida, tomei para mim a religião cristã, mas não tenho nenhum preconceito contra nenhuma religião ou estilo de vida, é bom discutir, sobre determinados assuntos, até mesmo para a abrir a mente, e também não ficar aquela discórdia gerada entre as religiões, e também o preconceito. Em pleno século 21 ainda há indiferença e críticas entre elas. Acho válido, pois a paz de espírito mesmo em meio a tanto caos é essencial para o equilíbrio, não só físico quanto mental.

Abraços. 💞

Deixe um comentário