Como a Evelyn conheceu a Beth

Já consciente do poder sobre os homens e sem interesse algum de deixar pistas, Evelyn começou a criar um estranho interesse por plantas.
Durante o primeiro verão fora do internato, ela foi à África do Sul conhecer um pouco mais sobre uso medicinal de ervas e plantas.
Nos anos que seguiram ela continuou estudando o assunto. Durante o curso rápido em um instituto de Herbologia no leste Europeu ela conheceu Elizabeth.
Em princípio bastante diferentes, as duas desenvolveram admiração mútua, conforme as conversas durante as caminhadas no jardim do instituto avançavam. Elas não estavam interessadas exatamente nas mesmas coisas, Elizabeth claramente possuía um conhecimento bem maior sobre os diferentes usos das plantas e Evelyn encantava-se ao ver como algumas coisas estranhamente belas aconteciam sem explicação na presença da outra mulher.
De uma forma bastante geral, mulheres entediavam Evelyn. Roupas, cabelo, maquiagem e sociedade não estavam presentes nas conversas que a interessavam. Mas Elizabeth era diferente. Mesmo também interessada em todos os assuntos “de garota”, ela parecia saber um pouco a mais que as outras pessoas e aos poucos o conhecimento extra começou a interessar Evelyn.
Pela primeira vez ela ouvia falar de bruxas. Já claro conhecia da literatura, mas por mais que desejasse obter o conhecimento sobre feitiços e poções que havia lido diversas vezes, não acreditava que fossem reais.
Elizabeth mostrou à Evelyn coisas bastante simples. Uma delas uma poção do sono. A mistura era inodora e insípida, perfeita para misturar em bebidas. Além do mais se misturava rápido aos líquidos e podia ser feita com ingredientes encontrados com certa facilidade.
Depois que Evelyn terminou sua primeira poção sugeriu a Elizabeth que fizessem um teste. Em uma festa no centro da cidade, Evelyn escolheu três pessoas de pesos e idades diferentes. Mesmo intrigada com a situação, Elizabeth deixou que a futura aprendiz fizesse seu experimento.
A primeira pessoa era um homem gordo, que já havia passado dos 50 anos. Evelyn sentou-se no bar ao lado dele, que depois de observar a mulher dos pés a cabeça lhe ofereceu um drinque. Elizabeth observava de longe. O homem se insunuava o tempo todo e por várias vezes tentou tocar a perna de Evelyn. Ela não era de ser má com as pessoas apenas por ser, o homem poderia ter escapado do sonífero se tivesse sido um cavalheiro, mas como o comportamento rude a enfurecia, ela resolveu que escolhera a pessoa certa para o teste.
Evelyn retirou da pequena bosla um vidrinho de perfume e começou a passar. Elizabeth entedeu, ainda de longe observando a cena, era o vidro que continha a poção. Enquanto Evelyn brincava com o vidro, alguém esbarrou nela e um pouco do “perfume” caiu no copo do homem, que não percebeu. Ele bebeu e continuou a insinuar-se. Logo depois pendeu sobre o balção e adormeceu.
As outras duas pessoas, uma mulher jovem e fransina e um garotão saudável em torno dos 25 anos, não precisaram de muita aproximação, ambos, deixaram os copos no balcão ao lado das mulheres.
O garotão já bêbado insinuava-se para qualquer ser vivo do sexo feminino que passava ao seu lado. Já a mulher foi escolhida porque naquele mesmo dia de tarde, Evelyn a viu maltratando um garçon em um café.
Quando saíram da festa Elizabeth comentou qualquer coisa sobre as três vítimas terem se tornado “presas fáceis”, mas Evelyn não entendeu muito o comentário e também achou que seria indelicado perguntar.
Elizabeth encantou-se com Evelyn por razões que podem parecer até frívolas. Apesar de ser tão bela e elegante quando a própria Evelyn, admirava nela a sua facilidade em participar dos eventos sociais, o seu conhecimento de arte, e o “poder de encantar as pessoas sem ter efetivemente nehum poder”.
Chegava a hora de Evelyn retornar à Paris. Trocam endereços e telefones, Elizabeth, agora Beth, também deu algumas instruções em relação à livros que poderiam responder algumas questões sobre bruxaria.
Sem saber, Evelyn acabara de conhecer sua mais forte aliada e fiel amiga.

121 Comentários

Sabe que parando para pensar minhas amizades também começam de formas estranha… Bom, mas eu sou um vampiro e isso já é algo bizarro kkk

kkkk Tenho que concordar com Cadu.. Galego, eu como carne crua temperada (de boi ou de frango) e você ainda acha que ser vampiro é bizarro? kk

meus relacionamentos começam de um jeito bizarro e terminam de um jeito mais bizarro ainda!! kkkk

Mas já que vocês acham seus relacionamentos bizarros, nos deem exemplos… Eu por exemplo conheci uma garota num banheiro masculino uma vez. Ele disse que o feminino estava muito sujo e resolveu ir no masculino. Depois de nos conhecermos naquela situação, mesmo assim peguei o telefone dela e saimos algumas vezes depois… Ela tinha um saboroso A negativo ^^

Minha amiga Nana conheçi falando sobre Taylor Lautner e ela se tornou minha amiga depois que eu defendi ela por causa de uma fofoca idiota, minha amiga Sara foi por causa das traquinagens que a gente fazia na aula de matemática, enganavamos o professor, já o Jack foi falando mal do pessoal da sala shauhsaushs

A galego , mas pelo menos você ainda “absorve” algo de bom dos seus relacionamentos né? rsrsrs

Essa amizades de escola me dão saudades Cadu. Vocês irão falar poxa já faz muito tempo que ele esteve em uma escola… Mas eu lembro de alguns fatos da minha adolescência, principalmente que não tínhamos essa liberdade toda que vocês tem hoje. Antigamente mal se falávamos durante as aulas e nos intervalos eles separavam os meninos das meninas. Isso quando os colégios não eram apenas masculinos ou femininos. Hoje acho que rola até sexo nos banheiros kkk

LEmbro de um amigo que eu tinha no Jardim III, a gente tinha uma relação de cão e gato, só vivia discutindo pra saber quem era o melhor mas nunca chegamos a nos agredir fisicamente.A mãe dele conhecia meu pai já que trabalhavam no mesmo lugar, a discussão era sempre tosca:
-Meu pai é mais forte que sua mãe.
-Minha mãe é mais inteligente que o seu pai.
E assim vai, nem torturados adimitiamos que no fundo do fundo eramos amigos xD

kkk,se for para comentar todas as merdas que ocorrem nas escolas de hoje em dia, a gente vai precisar de um novo post aqui,isso sim…

Amizades com começo bizarro eu tenho poucas, que eu lembre… Meu melhor amigo, antes de começar a falar comigo, era da mesma turma que eu, mas a gente nem se falava tanto. Começamos a nos falar de verdade depois que ele “encoxou” sem querer minha melhor amiga na época [ele tava perseguindo ela só pra pegar um biscoito e acabou batendo nela kkkkk]. Um outro amigo meu começou a falar comigo quando gente deu de falar do quão arroz era um outro menino, ponto de ônibus, junto dele [esse menino arroz era amigo de ambos, mas a gente não se conhecia]. E a última que eu lembro foi no trabalho, no primeiro dia. Uma menina começou a falar de Mokonas [otaku detected] e eu virei pra olhar, com o maior sorrisão. Aí ela comentou e aí a gente começou a se falar. E é isso, acho que falei de mais. .-.

Olá sr. Galego, *-*
Sua Beth é uma pessoa apaixonante, e que amizade… Conheço uma bruxa também e ela não é assim tão legal não, pelo contrario.
Seria legal a Beth dar umas passadinhas por aqui para conhecermos ela, algum video, não sei, sou nova então ainda não tive tempo de ler tudo por aqui, e a Evelyn também, um chat com todo mundo.

Olá Marie bem vinda! Na verdade já tenho esse espaço desde 2008 e desde então a Beth, a Evelyn e vários amigos meus já apareceram por aqui. Acontece que todos temos de proteger nossas identidades reais e em função disso apenas eu “dou a cara a tapa” regularmente por aqui ^^

Galego, sei que vc não perguntou pra mim, mas mesmo assim eu te respondo. Mokona é um nome dado a dois bichinhos fictícios que aparecem nos mangás e animes e Otaku é um fã. Concluindo ela disse que é fã de Mokona. Essa é uma vantagem de se ter um filho de 10 anos!!!!

Minha amizade mais estranha foi…um sujeito que só queria ser meu amigo porque tenho fama de “brava” e ele dizia que queria me domar. Oh coitado! Não preciso nem dizer que ele é quem foi domado e até hj não me deixa em paz. kkkkkk

uma poçãozinha dessa de sono ia me fazer bem em minhas noites de insônia…Galego, bem que você podia pedir para a Beth fazer essa bondade para essa pobre mortal sonolenta aqui hein….Chá de erva cidreira não tá mais dando certo. u.u

Galego pena que onde moro não pensam assim kk
me chamam de esquisita 😉 to nem ai adoro!
Quando as amizades começam de um jeito bizarro é muito bom adoro tudo isso!
Baronesa, concordo! Preciso de uma poção dessa pra dar pra minha mãe..kkk 😉

ah! Galego ia te perguntar ….Sua amada e bondosa Beth se comoveu com a história da pobre e miserável mortal que sofre todas as noites de insônia?? gostaria que soubessem que mesmo cansada, tipo MUITO cansada…não deixo de frequentar esse MARAVILHOSO blog a qual tenho muito apreço…(puxei até umas horas hein?)#pidona!! háhá

baronesa nao te conheço muito mas nem se tipo vc for morrer se olhar o blog vc ainda olha kkkkk

kkkk coitado do galego ne deve abrir email e tem la 200 com “me trasforma galego” quer ser trasformista vira drag queen

🙂 olha como è mesmo “vivendo e aprendendo” ne gal(pode lhe chamar assim)

O livro está indo povo, acabei de revisar o inicio novamente e estou naquela de acrescentar mais fatos e detalhes importantes…

Pois é msa, é a alegria da minha vida, não que seja o meu interesse que alguém se interesse em ler que eu posto, mas eu acho divertido que, salvo excessões com quem converso aqui no blog e fora dele, a esperança de muitos aqui de que um dia o Galego olhará para seu mísero avatar e dirá vou transformar esse aqui hoje…

Ei msa essa história de GAL é da Rafizia.kkkkk
Galego, vc vai me dar um livro né? Senão me der, eu te prendo.kkkkk #alouca

isso é abuso de autoridade Dona Fefa….(mas se conseguir dois eu to dentro)…háhá

baronesa: olhar o avatar e escolher quem transforma kkkk seria legal da parte dele. Fernanda:verdade a rafizia chama ele assim tambem e claro se conseguir 3 livros to dentro hehehe

eauhehauehaue Abuso de autoridade aí, hein? Se for assim, se o Galego não me der o livro em pessoa vou mandar a Polícia Militar e o Bope prender ele huehauehaue

Para gente vamos comprar o livro..com certeza um boa leitura é um ótimo investimento

ah é nada… eu vi uma foto sua esses dias pelo msn. é exagero desse povo!! >.<

Acho que quando voce tiver mais idade vai ser um homem muito bonito amiguinhoooo!! u.u

O Reinaldo Gianechinni quando era adolescente parecia o demônio em forma de grilo. kkk e olha hoje!! u.u

gosto muito dos posts do “histórias”, mas ainda estou confusa m relação a linha de tempo da idade da Evelyn.

tipo eu até imagino que quando se tem dinheiro dá para fazer muito coisa, mas são muitas atividades, gostaria de saber mais sobre ela..

E neste momento tal qual uma metralhadora a Baronesa fuzila meu celular com 15 comentários rss

Mas respondendo tua dúvida, a Evelyn está me devendo algumas histórias, quem sabe ela fale sobre sua idade em breve 😉

Desculpe Galego…é a abstinência…desde ontem que não entrava… kkkk
Mas é verdade ficou uma curiosidade a respeito do Juan, pois ela citou em um post que o encontrou em Paris e sobre o Daniel nem fala então…a curiosidade tá matando. 😉

Geralmente as Histórias da Evelyn me lembram um diário,só que em vez da gente ler tudo de uma vez, com todo o conteudo a nosso favor,tem direito a só algumas páginas,escolhidas de maneira a deixar você cheio de perguntas e muito curioso.Mas eu gosto,então deixa quieto. =)

História legal. A tal poção do sono me lembrou um feitiço do sono que conheço. É um feitiço vúdu que aprendi quando viajei pro Haiti em 2006. Eu era tão jovem e escolhi estudar as coisas mais bobas com os meus anfitriões.
#vacileimuitão

Mas tá valendo! =D

eh ? as amizades que eu tive nao foram bem assim nao era falsidade em cima de falsidade nao tinham essas cumplicidades que vemos na historia , bem esempre bom ter a migos .. com quem possamos trocar comfidencias ,,, mas bons amigos, nao amigos da onça como dizem por ai 🙂

velho do ceu essa duvida consome pouco a pouco a minha pobre alma essas malditas marcas a inda apraecem no meu pulso , minha tia tbm ta grilada , ela ate quis me levar no medico mais eu nao quis ir eu tenho medo de injeçao kkk

O importante é manter a saúde ao invés de se preocupar se as pessoas acham feio ser gorda e linda ser magrela. E mais ainda, o importante é ser feliz do que jeito que você é, não viva da opinião alheia 😉

e bizarras msm … nao vou nem falar onde eu conheci meu ex ,,,
mais eu sou teimosa .. ne? faz ? caraca foi num cemiterio tipo eu tava visitando o tumulo do meu primo ele tava visitando o do pai dele ambos bem proximos agente se falou nos tornamos amigos e depois namorados ,, eu nunca mais o vi faz tanto tempo eu ate sinto saudades dele .. apesar de tudo ;(

eita que chuva que ta caindo em goiania que pena que eu nao posso tomar banho de chuva ,, eu acho muito legal,, mas o mais legal e ficar postando aqui neste site e bom demais !!!1

Mora em Goiânia? Que legal… Moro em Brasília. Pertinho, né!? Já estive em Goiânia, quando estive procurando por uma coisa… Mas o que encontrei não foi aí, foi á aproximadamente 100 Km de Luziânia! Depois dessa viagem, tenho visitado Goiás com freqüência em busca de pistas. Estive em Formosa, Alexana, Goiânia, Caldas Novas, Luziânia, Anápolis e em uma floresta a 100Km de Luziânia, como disse anteriormente… Adoro esse Estado.

P.S.: Aqui em Brasília, depois de 5 dias de chuva consecutiva e tempo fechado, finalmente o Sol ergue-se majestoso no céu… ^^

pois e ne baronesa o cinzento pelas redondezas o gladiador tambem daqui de pertinho eita povo que gosta de uma goiania , mais tambem a qui e muito legal:)

esse site/blog é dificil de deixar mesmo, qaundo estava de férias, ficava coçando para ir na “cidadegrande” e usar uma lan, mas me contive, queria contato expremo com a natureza…foi dificil mas consegui 😉

*extremo (puxa, to uma lontra mesmo hoje, um mes sem digitar faz isso)

kkkkk relaxa baro . em baronesa me manda um pouco dessa receita ai pq eu ultimamente estou uma sonambula convicta eu nao to conseguindo dormir e engraçado sinto sono de dia e de noite o sono foge que coisa hein ?

não sei se aconece com vocês mas durante se eu viro a noite e não durmo durante o dia fico mal…mas quando vai chegando a tardezinha começo de noite o cansaço vai embora e dá lugar ao ânimo para mais uma noite….estranho isso. adoro andar pela noite, a noite é encantadora apesar das criaturas que andam por ela…. 😀

Acho que é normal Fabi…como eu disse acontece comigo também, mas nada como um bom chá de ervas para me desabar…:D

minha insônia esta menos frequente agora, estranhamente ela antecede alguma mudança brusca na minha vida….

eh isso acontece baro eu ja tenho insonia a muito tempo mem esse cha ae me derruba nada mais me faz ficar com sono durante a noite durante o dia eu falto tempo e dormir em cima da cadeira quando eu almoço nossa que saco hein nao sentir sono durante a noite e foda

A parte de se tornar amiga de formas diferentes é verdade,eu mesma sou amiga de uma menina que eu a julgava de forma errada e hoje somos quase como carne e unha…rsrs.
Ah janielly e a parte de comer carne crua temperada é realmente estranho…