Tag: amor

Recomeço – pt I

“Todos viemos ao mundo da mesma forma, todos vamos embora para a mesma merda de buraco, de um jeito ou de outro.” By Lilian King. Engraçado como as coisas são, como o tempo cura quase tudo e como o nosso corpo e a nossa mente consegue acatar mudanças… Hoje eu levo uma vida completamente fora do normal, para vocês claro! Eu as vezes acordo e nem percebo o quanto da humanidade eu já deixei para trás e o quanto dos sentimentos já deixei de sentir. Tenho poucos apegos mundanos, talvez... Continue lendo

Uma nova jornada – Parte III: a primeira vez de Becky

Após a minha conversa com o Fê, entrei em contato com Antoni. Nos falamos pela primeira vez após a França e marcamos a data na qual Lorenzo e eu faríamos nossa viagem. Antoni empolgado, explicou-me que eu deveria passar ao menos um mês junto a eles para que pudesse conhecer boa parte dos métodos de seu clã. Um mês passaria rápido, mas era um tempo que me pareceu longo, visto que eu teria que adiantar muitos negócios em minhas empresas, para poder me desligar totalmente de tudo. Questionei-o sobre o... Continue lendo

Ainda existe amor neste vampiro?

Com certeza uma das perguntas que mais ouço é: “um vampiro sente ou pode sentir alguma espécie de amor?” Essa é na verdade uma pergunta muito capciosa, no sentido de que me deixa um pouco confuso ou pensativo demais para responder de supetão ou de imediato. Seria erro meu dizer com prontidão, que eu sinto amor ou que todo vampiro pode e sente amor. Contudo, para responder essa pergunta eu prefiro ir além dela e analisar o contexto histórico e local, que envolve as pessoas e suas dúvidas quanto a... Continue lendo

De volta a uma rotina nada normal – Parte VI

Entrei no quarto, abrindo a porta bruscamente. Lorenzo estava me esperando, embora fraco. Tranquei a porta atrás de mim. Peguei algumas correntes, ele não reagiu para minha surpresa, mas ignorando meu espanto, falei enquanto o amarrava: – Eu ainda não sei o que vou fazer com você. O que sei é que ainda estou com muita raiva. E você merece um castigo. – Tudo bem. Eu não vou fugir. Pode fazer o que quiser. – Cala a boca seu estúpido, frouxo. Beba isso. – Falei literalmente metendo o liquido goela... Continue lendo

Noite dos namorados

Estamos com uma promo no Twitter. Use a sua imaginação e nos envie qualquer coisa que tiver na cabeça: imagem, vídeo, foto… Marque meu user @fe_wampir e torça!!! Quem tiver o tweet com mais “estrelinhas” vai receber uma ligação do Franz pelo Hangout. Digamos que o vampirão anda meio sozinho e quer ao menos uma “companhia virtual”, na noite dos namorados 😉 Continue lendo

Amores do Barão

Outro dia eu vos contei que o meu tio, o Barão e Líder do nosso clã, também possui algumas de suas histórias guardadas em diversos livros ou diários. Todavia, como ele está neste plano há muito tempo, mais do que a grande maioria de vocês poderiam imaginar, a linguagem que ele utiliza é muito arcaica. Então quando nos sobra tempo, Sebastian e eu fazemos algumas traduções destes materiais, sendo nossa maior expectativa, o fato de poder trazer parte da antiguidade para vocês. Esperamos que gostem de mais esta história, que... Continue lendo

Quero me transformar em vampiro – Pt1

Às 23 horas de uma noite qualquer, com muita chuva e frio encontrei Penélope sentada à sala da fazenda. Na TV era exibido algum programa Teen qualquer e lá estava minha nova pupila enfia em seu inseparável MacBook Air. Entre tweets e likes resolvi incomodá-la e sentar-me-ei ao seu lado. – Posso trocar de canal? – Claro Fê a tv é sua e nem estou vendo né… Procurei por algum canal de carros e enfim achei um bom programa de restauração (os meus prediletos).  Por alguns pratiquei algo humanamente normal,... Continue lendo

Na cama com Eleonor

A noite de segunda foi um tanto quanto diferente do que eu imaginava. Primeiro foi Eleonor que acordou um pouco mais carinhosa do que o normal, inclusive me dando um abraço de boa noite, cousa que ela já não fazia há tempos. Sei que para alguns vai parecer estranho, mas independente de às vezes acontecer algo a mais entre ela, Franz e eu. Há na verdade muita amizade, muitas histórias e por que não, muito amor entre nós todos. Isto, aliás, é algo que vai além dos laços de sangue... Continue lendo

Carnaval, amor e surpresas

Ao contrário de meus irmãos, que preferiram os festejos brasileiros deste carnaval, eu por outro lado resolvi descansar em algum lugar junto de minha doce Julie. Como vocês já estão cansados de ouvir de mim, esta cousa de que vampiros vivem sempre sugando sangue, torturando, investigando ou afins, está longe de ser nossa realidade. Porém, às vezes um simples passeio pode trazer boas surpresas. Sexta-feira, pouco mais de 21 horas, o carro já estava carregado e eu estava fechando a porta da garagem, quando o telefone tocou. Número privado e... Continue lendo

Amar… Será?

Texte enviado pela Marie Claire. Amar… Será? Quantos já tentaram descrevê-lo, quantos já viveram por ele e quantos por ele já morreram. Quanta paz ele nos traz e em quanto desespero pode transformá-la. Quantas batalhas ele provoca dentro de nós, quantas vezes faz a razão e a emoção tornarem-se inimigas mortais. Quantas sensações nos faz experimentar, a quantos belos lugares é capaz de nos levar. Como é sutil e cruel, quantas vezes nos leva ao céu e quantas mais nos lança ao inferno. Quantas vezes nos mostra o brilho sol... Continue lendo