Milagre de Natal

Milagre de Natal

Antes de ler o relato a seguir recomendo a leitura das partes anteriores: Parte 1 – Aventuras de final de ano Parte 2 – Aventuras, investigações e péssimas escolhas Parte 3 – Se você brinca com fogo, você brinca com o inferno Parte 4 – Quem tem...
Quem tem medo do lobo mau?

Quem tem medo do lobo mau?

Passei o dia entre sonhos loucos, as pernas magrelas da Lilian e barulhos de todo o tipo. Ouvi o padrão convocar os fiéis para missa das 7:30. O caminhão de gás tinha uma musiquinha estúpida, diferente dá clássica que se ouve em outros lugares do Brasil. Muitos...
Aventuras de final de ano

Aventuras de final de ano

Muitas aventuras se iniciam num lugar peculiar, onde um determinado grupo de indivíduos interage… no nosso caso estava Lilian, Franz e eu, Ferdinand, na fazenda de meu criador e atual sede de nosso clã. Nas conversas, aquele papo de final de ano que consegue contagiar...
Gone – Parte (eu já nem lembro mais)

Gone – Parte (eu já nem lembro mais)

Quanto tempo não? Pois é, mas eu Lilian estou aqui vez ou outra pra contar as minhas aventuras, andanças, meus momentos bons e over também para todos vocês. Como demorei muito para escrever preferi resumir o que aconteceu antes e trazer todos para a minha rotina mais...
Gone – Parte IV

Gone – Parte IV

– Direta Lilian! Coloque o braço alto! Vamos você é boa nisso, concentre-se! – Treinos e mais treinos, parecia até que eu iria entrar em algum campeonato de luta subliminar com todo esse treino – Se você falar mais um “ concentre-se” eu juro que vou embora...
Numa noite qualquer…

Numa noite qualquer…

Numa noite qualquer, daquelas que o tédio se sobressai, resolvi dar uma de minhas voltas sobre a luz da lua, e para não parecer poético demais, sobre a luz dos postes também… Era madrugada, e enquanto grande parte dos humanos se encontrava em sonos pesados lá...
Múltiplas personalidades eternas

Múltiplas personalidades eternas

O ano eu não lembro, mas certamente foi numa primavera ou outono qualquer entre minhas idas e vindas pelo Rio de Janeiro. Provavelmente entre 1940 ou 1950. Não lembro se já falei por aqui antes, mas odeio essas épocas do ano. Pois o clima tropical do Brasil não nos...
Gone – Parte III

Gone – Parte III

Sabe qual é a melhor parte dessa loucura toda de me isolarem? É deixar pensarem que eles possuem algum controle sobre mim! A ironia disso tudo é aquela merda de sempre, quando você acha que está “por cima da carne seca” na verdade você está embaixo, pois se eles...